Notícia

Beatport adiciona novas subcategorias de bass music em seu catálogo

O Beatport acaba de incluir novas categorias em seu catálogo, e todas voltadas para a bass music. Foram adicionadas as tags leftfield bass, trap/future bass e garage/bassline/grime, o que ajuda muito para quem procura e compra música desses estilos na plataforma. A leftfield bass ainda terá em breve os subgêneros deep dubstep e juke/footwork. Estas são as primeiras subcategorias do gênero incluídas pelo Beatport desde o dubstep, adicionado em 2010.

+ Em homenagem póstuma, campanha leva Robert Miles ao topo do Beatport

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
...

Em um comunicado à imprensa, o diretor geral Terry Weerasinghe reconhece que o Beatport está atrasado em fazer essa atualização, mas justifica a demora por ter sido precedida por muita cautela e estudo. “Reconhecemos 100% que demoramos pra incluir esses novos gêneros. Nós temos, entretanto, trabalhado duro com selos-, artistas- e mídias-chave da cena bass, para garantir a melhor experiência possível aos DJs”, declarou o gerente. “Não podemos compensar o fato de, nos últimos cinco anos, não termos tido gêneros enormes, como o trap, catalogados na loja. No entanto, montamos agora um time dedicado aos novos estilos de bass, o que significa que podemos promover mais artistas e selos do gênero.”

+ Pelo segundo ano consecutivo, o techno é o gênero mais vendido do Beatport

Na página principal do Beatport, a chamada “Back To The Bass” leva ao download gratuito de faixas selecionadas em cada novo gênero. Artistas como Visceral e Diplo fazem parte da seleção, além de UZ, um dos responsáveis pela popularização do trap.

CONFIRA TAMBÉM:

As três músicas mais tocadas no Ultra Miami são de bass music

Uma hora de bass music: Nghtmre apresenta novo mix

A bass music encontrou dificuldades para se propagar num país tão mainstream

Deixe um comentário

No Comments Yet

Comments are closed