Notícia

Mixcloud fecha acordo com a Warner Music

Segundo o Financial Times, o Mixcloud assinou um acordo de licenciamento com a Warner Music, que resultará em novas modalidades de planos por assinatura na plataforma. Atualmente, o serviço tem algo em torno de 17 milhões de usuários, incluindo grandes figuras como Carl Cox e Gilles Peterson, que postam constantemente podcasts, programas de rádio e DJ sets.

Também estão sendo negociados acordos do mesmo tipo com a Sony e a Universal, e a empresa confirmou que irá lançar planos por assinatura para usuários, porém sem cobrar taxas similares a de outros serviços, como o Spotify.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
...

“Não queremos cobrar $9.99 por mês. Isso acabou. O mercado está servido. O que estamos construindo será altamente customizado. O acordo irá ajudar a implementar uma oferta de inscrição inovadora, que permite aos fãs assinarem canais de criadores individuais para uma experiência de som mais interativa”, disse o cofundador do Mixcloud, Nico Perez, para o Financial Times. “Essa abordagem irá permitir que criadores de áudio na plataforma monetizem seu conteúdo, desenvolvendo um novo mercado para inscrições de áudio.”

Ao Resident Advisor, outro executivo da empresa — o cofundador e Diretor Comercial Nikhil Sahh — disse que a partir desse contrato com a Warner, “vamos lançar em breve um novo serviço por assinatura, oferecendo canais centrados em criadores de conteúdo selecionados. Este será um serviço inovador, o primeiro modelo no mercado”.

Caso a companhia assine acordos com muitas gravadoras globais, como a Universal, teremos mais uma opção de conteúdo musical na internet — não necessariamente como um serviço rival do Soundcloud ou do Spotify, pois a maior parte do conteúdo do Mixcloud é de longa duração. Segundo Ole Obermann, CDO e VP Executivo da Warner Music, “se fizermos isso direito, você poderá ver pessoas inscritas em mais de um serviço”. É esperar pra ver.

LEIA TAMBÉM:

Warner compra Spinnin’ Records em acordo multimilionário

Billboard pode passar a contar plays do YouTube para seus charts Top 200

Spotify é avaliado em US$ 16 bilhões no mercado

Deezer pode comprar o Soundcloud

Rio Music Conference anuncia novo nome

Deixe um comentário

No Comments Yet

Comments are closed