Análise

O set que mudou tudo! Direto de 1992, ouça demo histórica de John Digweed

“Eu sabia que tinha encontrado algo especial no momento em que ouvi a virada entre as primeiras duas faixas no lado B dessa fita!’’ Confira o incrível relato sobre a descoberta de John Digweed.

É intrigante como algumas simples atitudes podem gerar acontecimentos que vão perdurar por gerações e entrar para os livros. Ontem, o fundador do extinto clube inglês Renaissance, Geoff Oakes, publicou no Soundcloud da Renaissance Records a promo mix enviada a ele do até então desconhecido John Digweed em 1992, relembrando como esse set impactou sua percepção musical na época. Leia abaixo a tradução e entenda esse importante capitulo da história da dance music:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ...

Nesta data exata (25/07/1992), há 25 anos, recebi uma demo de um DJ completamente desconhecido que Dan Prince, então editor da Mixmag, havia dito para me enviar… Eu me lembro que era nesse dia, assim como lembro que era um sábado de manhã, antes de uma noite no Renaissance. Eu tinha ouvido essa demo cinco ou seis vezes durante o dia — e novamente no caminho para o clube naquela noite — e sabia que tinha encontrado algo especial no momento em que ouvi a virada entre as primeiras duas faixas do lado B!

Depois da noite no clube, como de costume, o Sasha voltou para minha casa na manhã seguinte… Eu disse a ele que encontrei um DJ incrível, e o pedi para ouvir o mix. Ele também ficou impressionado! A única coisa escrita na fita era “DJ JD” e um número de telefone, então liguei para o John após o fim de semana e o disse que queria que ele tocasse no clube. Só o avisei que não colocaria “DJ JD” nos flyers, pois soava como um DJ de rave e, em vez disso, queria nomeá-lo como “John Digweed”.

Eu agendei seu primeiro show num sábado, 5 de setembro de 1992 — e passei quatro semanas antes de sua estreia dizendo a todos que eu descobri esse incrível DJ — e, claro, ele não decepcionou! Todo o clube ficou impressionado com o talento em exibição na primeira noite, e então comecei a colocá-lo regularmente com o Sasha no Renaissance. Mais à frente, tivemos o icônico mix compilado, dois anos depois, que levou à parceria de S&D [Sasha e John Digweed] para o mundo todo. Então aqui está a mixtape que começou tudo, uma parte da história da cultura clubber e uma importante nota de rodapé na história do Renaissance e na carreira de um dos melhores DJs do mundo!

Vale ressaltar que John Digweed começou a discotecar aos 15 anos em Hanstings, cidade milenar a sudeste da Inglaterra. Suas primeiras experiências vieram no clube da cidade, Hanstings Pier, que já havia recebido alguns novos nomes como Carl Cox e The Prodigy. Quando enviou a mixtape para Geoff Oakes, talvez ele nem imaginasse, mas sua vida nunca mais seria a mesma. Como o dono do clube de Mansfield relata acima, na época estava trabalhando com outro jovem DJ que já era visto como um fenômeno; seu nome era Alexander Paul Coe, também conhecido como Sasha. Os dois foram introduzidos, viraram amigos e bem, alteraram a ordem das coisas já no ano seguinte.

O “iconico mix” que Oakes menciona ao final se trata do primeiro CD comercial planejado estrategicamente na história da dance music, intitulado Renaissance: The Mix Collection (ouça aqui). Essa obra é vista como o pontapé inicial de toda a indústria fonográfica eletrônica, e simboliza o surgimento de um novo estilo que dominou as pistas pelos 15 anos seguintes, e que está hoje novamente no topo do ciclo de trends de música eletrônica, o house progressivo. Adivinhe só quem são os dois artistas que tem a noite mais procurada de Ibiza neste verão, quando se trata de sonoridades progressivas? O club Privilège recebeu ontem, coincidentemente ou não, a primeira noite da RESISTANCE de Sasha e John Digweed.

O mais impressionante de tudo, no entanto, é ouvir o mix de John e reconhecer o seu estilo desde a primeira música — os tipos de elemento, as mixagens precisas —, e entender que o artista já sabia o que queria e qual seria o tipo de música que iria tocar para o resto da vida, desde o começo. Você pode pegar qualquer dos inúmeros trabalhos, álbuns ou compilações que ele lançou ao longo de sua extensa carreira e comparar com a demo, e poderá reconhecer que foi trabalhado por suas mãos.

Histórias assim devem ser reverenciadas e, principalmente, servir como exemplo às novas gerações de DJs, o quão importante é você saber o que quer e nunca se desviar daquilo que acredita. O “DJ JD” é prova: não importa de onde você vem; se colocar isso à frente de tudo, talvez algumas décadas depois as pessoas vão se sentir inspiradas por você, e escrever sobre sua vida.

* Jonas Fachi é colunista na Phouse; leia mais de seus textos.

LEIA TAMBÉM:

Por que você não pode perder o b2b de Sasha & John Digweed no Ultra Brasil

Ultra Brasil 2017 anuncia Sasha e John Digweed no Resistance Stage

John Digweed anuncia sétima compilação da série “live in”, gravada ao vivo em South Beach

Sasha & John Digweed fazem apresentação surpresa em Londres no feriado de páscoa

Ouça o set de Sasha & John Digweed no Ultra Miami

Finalmente! Sasha anuncia o lançamento de “Trigonometry” pela Watergate

Deixe um comentário

No Comments Yet

Comments are closed