alok e amine edge e dance treta

A treta da vez é entre o Amine Edge e o Alok

DJ francês tentou dar uma de Deadmau5 e atacou gratuitamente o bootleg do colega, causando indignação na cena brasileira. 

Possivelmente inspirado por Deadmau5, que volta e meia trolla amigos e inimigos da EDM pela internet sem medir palavras, o DJ francês Amine Edge, da dupla Amine Edge & Dance, tomou uma atitude semelhante: atacou virtualmente o trabalho de seu colega de profissão Alok, um dos produtores de maior destaque no Brasil.

Diferentemente de Mau5, porém, Amine foi bem mais deselegante, desrespeitoso e bronco, declarando ontem, via Twitter, que “O remix do Alok para minha track Lost = merda. Odiei com todas as minhas forças. Soa barato e amador”. Detalhe que o remix de Alok é uma coprodução não oficial com Gabe, que não foi mencionado.

[lgc_column grid=”50″ tablet_grid=”50″ mobile_grid=”100″ last=”false”]

meme

[/lgc_column]

[lgc_column grid=”50″ tablet_grid=”50″ mobile_grid=”100″ last=”false”]

https://soundcloud.com/junioor-meister/amine-edge-dance-lost-alok-gabe-bootleg

[/lgc_column]

Não muito tempo depois, Alok deu a resposta com tapa de luva: postou um vídeo, em seu Facebook, afirmando que Amine Edge já vinha sendo completamente desrespeitoso com a música eletrônica brasileira há tempos, e mostrou, na prática, como a track a que se refere o prepotente DJ é nada menos que um edit básico de canção do Frank Ocean.

Como fazer a Lost em alguns minutosMais respeito pela cena eletrônica brasileira por favor!#ShowSomeRespect #LostIsNotYours

Posted by Alok on Quarta, 1 de julho de 2015

Naturalmente, a cena eletrônica brasileira ficou bem ofendida com o gesto do francês, e se dividiu entre aplaudir ou condenar a resposta de Alok. Confira as respostas de alguns expoentes nacionais:

“Qual é AMINE EDGE? Você é artista de 1 hit só. Seu set no reveillon da Privilege ano passado foi popularmente tachado como PÉSSIMO (todos falam ate hoje), e você vem tirar onda de bonézinho falando mal dos nossos heróis nacionais? Proponho a todos deixar ele na geladeira e não pisar aqui por um bom tempo” — DJ Memê.

“O Alok quis desmerecer os caras por eles o terem desmerecido, isto é, o Alok foi tão baixo quanto eles e fez a mesma coisa que fizeram com ele. […] Concordo que se deve ter mais respeito à cena brasileira, mas também se deve ter respeito suficiente pra provar com criações próprias, e não desmerecendo a dos outros!” — Leo Lauretti. 

“Eu só gostaria de lembrar que quem colocou o Amine Edge & Dance onde eles estão foram vocês mesmos: agências, clubs, promoters e DJs que tocam suas músicas. E da mesma forma, tem feito com alguns outros nacionais e internacionais por aqui” — Marcelo Cic.

“Alok mandou bem no vídeo resposta! Não xingou ninguém e ainda deu aula de produção musical” — Ilan Kriger

Concordando ou não com Alok, fica claro que boa parte dos fãs e profissionais da música eletrônica aqui do Brasil passou a olhar Amine Edge com outros olhos. Se o DJ vai passar a ser repudiado e boicotado no País, só o tempo dirá.

SIGA A PHOUSE:
INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS