Conheça a Acústica Design, referência na criação de estúdios de áudio no Brasil

Empresa existe desde 2013 e já assinou mais de 180 projetos

Por trás de toda grande obra, existe um autor responsável por criá-la. Não, não estamos falando de maravilhas arquitetônicas, mas de estúdios de som que, assim como qualquer outro espaço planejado, precisam de um profissional com conhecimento para montá-los.

No Brasil, uma das principais empresas que trabalham neste ramo é a Acústica Design, marca comandada por Fabiano Zorzan, mais conhecido no cenário artístico como Propulse. Inserido na indústria desde os anos 90, ele foi pioneiro no formato de live act com seu extinto projeto Influx, ao lado de Léo Leite, Marco A.S e Luis Campos, firmando-se posteriormente como Propulse e sendo um dos primeiros residentes nos anos iniciais do D-EDGE.

Estúdio
Estúdio assinado pela Acústica Design para Dre Guazzelli. Foto: Divulgação

Através de sua assessoria, Fabiano conta que após começar a produzir, em 1997, teve vários home studios, mas que era difícil ter acesso à informação: “Naquela época não havia cursos nem faculdade voltada para acústica de estúdios no Brasil. Minha solução para aprender foi fazer estágios em estúdios comerciais, acompanhar a construção de algumas salas e estudar no IAV (Instituto de Áudio e Vídeo — única escola especializada em áudio do Brasil) para aprender a parte técnica. Viajei até para Nova Iorque para conhecer algumas salas onde um amigo meu trabalhava”. 

Com o conhecimento adquirido, eram frequentes as mensagens de amigos e conhecidos solicitando projetos acústicos para home studios e estúdios profissionais. “Foi quando eu vi a oportunidade de começar a Acústica Design”, complementa Fabiano. Atualmente, a empresa é referência em ambientes que exigem audição crítica e seus projetos unem design, arquitetura e soluções acústicas de ponta para profissionais da música, hoje com mais de 180 espaços já criados em todo o Brasil.

Estúdio
Estúdio assinado pela Acústica Design para ILLUSIONIZE. Foto: Divulgação

Ele explica que o processo de criação de uma sala demanda primeiramente um questionário com algumas perguntas do espaço: “Medidas, se é casa, prédio, tipo de isolação, finalidade… Em seguida partimos para detalhes como tipo de acabamento, cores e iluminação”. Só a partir disso, então, é feita a planta de isolação, criado o ambiente 3D e finalmente aprimoradas ideias e o design do espaço.

A maioria dos clientes da Acústica Design são mesmo da cena eletrônica, desde grandes artistas a novos profissionais da área. Nomes como Dre Guazzelli, Gabriel Boni, ILLUSIONIZE, Andre Salata, Anderson Noise e Binaryh são alguns expoentes que contaram com a assinatura da marca em seus estúdios.

Estúdio
Estúdio assinado pela Acústica Design para Gabriel Boni. Foto: Divulgação

Propulse revela que o principal fator que limita artistas a terem uma sala acústica bem dimensionada e com estilo é o alto valor de investimento. “Dá para manter a estética sem comprometer a acústica desde algo minimalista com tudo embutido nas paredes, algo clássico com muita madeira aparente ou mais futurista com LEDs, fibra ótica e painéis modernos; tudo vai depender da verba disponível”.

Aos produtores de plantão, Fabiano lembra o principal resultado que uma sala técnica bem-feita oferece: “Um espaço bem pensado fará com que o que está sendo reproduzido nas caixas de som soe bem em diferentes sistemas de som, como TV, rádio, PA de festas, clubs e outros lugares”. Logo, na hora de fazer o balanço financeiro, vale lembrar que um bom estúdio pode fazer a diferença.

* Marllon Gauche é colaborador da Phouse.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.
ADVERTISEMENT