“O Rio já nasceu sendo a maior praça da AIMEC no país”

Os sócios Roger Lyra e Rafael Nazareth falam sobre a inédita AIMEC Rio

* Por Danilo Bencke

** Edição e revisão: Flávio Lerner

No ano em que a AIMEC completa uma década e meia de existência, a escola ganhou um presente mais que especial em março: a tão aguardada sede na cidade maravilhosa. Depois de muitos pedidos e um bom período de espera, a escola finalmente abriu no Rio de Janeiro e já está a todo vapor — a primeira turma, inclusive, formou-se na última sexta-feira.

Capitaneada pelos sócios Roger Lyra e Rafael Nazareth, a escola abriu na Barra da Tijuca, área nobre da capital carioca, e já está formando suas próximas turmas. Além de contar com um time de professores de peso, como Luís Valente (Natema/ MPA), Pedro Poyart (Mumbaata) e Ramon Kreisler, a sede fluminense está fazendo ações constantes que aprimoram a experiência do aluno ao trazer profissionais renomados da cena para contar sobre sua vivência e trabalho. Artistas como FELGUK, CIC, JØRD e Dennis DJ já passaram por lá, enquanto outros estão na lista para hangouts que buscam justamente passar um pouco de conhecimento e se conectar com a realidade do aluno.

Mesmo com todo o hype que a cerca, a AIMEC Rio vem superando as expectativas e não poderia estar em melhores mãos. Roger Lyra é um ícone da cena carioca, a fomentando há mais de duas décadas. Figura carimbada nos principais festivais, eventos e clubs do Brasil (inclusive com data marcada para se apresentar no Rock in Rio deste ano), já deixou sua marca na cena internacional em eventos de porte como o Ultra Music Festival e no renomado Nikki Beach, ambos em Miami.

LEIA TAMBÉM:

Com a experiência conquistada ao dividir o palco inúmeras vezes com artistas do porte de Tiësto, deadmau5, Armin van Buuren, Dimitri Vegas & Like Mike e Kaskade, é seguidamente considerado por vários sites e revistas como um dos dez principais DJs do país, tendo sido premiado como o melhor DJ do Rio de Janeiro em 2005. Atualmente à frente do programa Transtronic, na Transamérica Rio, é um dos líderes de audiência no dial carioca e referência musical há mais de dez anos, além de ser também um dos instrutores da AIMEC.

Outro dos nomes mais relevantes do Rio, Rafael Nazareth é presença garantida nas melhores festas e clubs do país. Tem uma bagagem de respeito por ter participado de eventos de peso, como Tomorrowland Brasil, Tiësto Kaleidoscope World Tour, Chemical Music, Brazil Music Conference (antigo RMC), David Guetta Brazil Tour, Euphoria Festival, Space Ibiza On Tour, Ministry of Sound e Pacha Tour Ibiza.

Dividiu a cabine com alguns dos principais DJs do mundo — Tiësto, Avicii, David Guetta, Steve Angelo, Axwell, Carl Cox, Nicky Romero, Zedd, Erick Morillo, Fatboy Slim, Paul van Dyk, Alesso e Dimitri Vegas & Like Mike são alguns exemplos. Além da sua carreira solo, também ficou conhecido por integrar os projetos Naza Brothers e House Spirit Brazil, bem como as party labels Goxxxto Muito, Masquerato e Kings of Rio.

Para aumentar ainda mais esses dois currículos de peso, são eles que estão à frente da tão badalada sede no Rio de Janeiro. Eu tive o prazer de participar do início de tudo, tendo ido ministrar as aulas quando ainda se tratava de um curso itinerante, e agora a AIMEC Rio é uma realidade. Então, para contar essa história desde o começo, Roger e Rafael explicaram todos os detalhes sobre essa jornada. Confira:

AIMEC Rio
Rafael Nazareth e Roger Lyra. Foto: Divulgação

Quando surgiu a ideia de abrir uma sede da AIMEC no Rio de Janeiro?

Roger Lyra: Esse é um namoro antigo que só agora virou casamento. Em 2010 estive a primeira vez com o Ilan Kriger para falar de uma parceria com a AIMEC e manifestei pela primeira vez meu interesse de trazê-la para o Rio. Depois rolou um workshop com o Rafael Araújo que eu fui e falamos novamente desse planejamento, além de muitos encontros no BRMC, até finalmente em 2017 iniciarmos a parceria com o curso intensivo, que amadureceu o planejamento para inaugurar oficialmente em março de 2019 a sede oficial no Rio de Janeiro — que, por sua vez, só foi possível pela minha parceria com o Rafael.

Como surgiu a sociedade entre vocês dois?

Rafael Nazareth: No início de 2017 liguei para o Lyra e marquei uma reunião, pois estava com ideia de montar um curso para DJs. Naquele primeiro encontro ele mencionou o histórico que tinha com a AIMEC e já enganchamos uma conversa a três com o André Motta, CEO da escola, e iniciamos o planejamento para trazer uma versão itinerante do curso intensivo. O resto aconteceu naturalmente ao longo de dois anos dessa parceria de sucesso.

A AIMEC está fazendo 15 anos agora, mas só neste ano uma filial foi aberta no Rio de Janeiro. Por que demorou tanto?

Roger: Acredito que tudo tem o momento certo para acontecer. Com 33 anos de carreira como DJ, hoje em dia posso me dedicar mais ao negócio, já que não viajo tanto para tocar como antigamente. Com a ajuda do Rafa, conseguimos dividir bem as funções de gestão da escola e ambos estamos dedicados integralmente para estabelecer com excelência o tão consagrado padrão da AIMEC que ganhou o respeito de todo o mercado. É sem dúvida uma grande responsabilidade.

Artistas, professores e alunos da primeira turma da AIMEC Rio. Foto: Divulgação

Antes de abrir oficialmente, teve três turmas em formato itinerante. Como foi essa experiência e quais são as diferenças agora com uma sede própria?

Rafael: Acredito que agora poderemos atender realmente a demanda represada que existe no Rio, uma vez que o curso intensivo é pontual, duas vezes por ano. Agora com toda infraestrutura fixa, oferecemos turmas extensivas e até mesmo aulas particulares o ano todo. O Rio já nasceu sendo a maior praça de todas as AIMEC no Brasil, pela quantidade de moradores na cidade — sem contar as da Região dos Lagos, Região Serrana… Temos muito a crescer!

Os professores são sempre muito importantes para qualquer escola, e no caso, vocês conseguiram formar uma equipe super qualificada. Quais desafios vocês enfrentaram para montar o corpo docente?

Roger: A escolha foi feita usando nossa rede de relacionamento, trazendo para o time profissionais que na grande maioria já eram nossos amigos, parceiros de cabine e palco, artistas que realmente admiramos, para manter o compromisso de qualidade que é característica da AIMEC em todo o país. Ter nomes relevantes e atuantes no cenário nacional é um diferencial que tem sido gratificante para nossos alunos, que além de receberem um ensino de ponta, ainda podem curtir os shows ao lado dos professores e vê-los em ação nos finais de semana.

Quais são os planos agora? Existe alguma outra sede na mira?

Rafael: Tudo pode acontecer, afinal, são mais de 16 milhões de pessoas morando no Rio que agora podem contar com uma AIMEC em uma região central como a Barra da Tijuca e com a segurança que o Shopping Città America oferece, com metrô e BRT em frente. Já tivemos turmas com até cinco alunos da Região Serrana, quatro de Búzios… Quem sabe no futuro, depois de consolidar a sede na capital, podemos voar mais alto e levar a AIMEC até eles?

Danilo Bencke assina a coluna da AIMEC na Phouse.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.