Alex Stein

A Alemanha é o maior polo da indústria eletrônica mundial e um dos lares do techno, gênero que está intimamente ligado à cultura do país. Ser reconhecido na cena alemã e vincular seu trabalho a ela está entre os maiores objetivos de qualquer produtor do gênero, mas apenas alguns chegam lá. Um dos novos nomes a ingressar para esse panorama é o do brasileiro Alex Stein, que, entre outras conquistas, acaba de figurar na nova coletânea divulgada pela Senso Sounds, selo do germânico Oliver Huntemann.

Alex Stein possui mais de dez anos de uma carreira iniciada no Brasil, mas que sempre manteve certa proximidade com o velho continente. A relação do artista com a Alemanha segue em uma crescente desde o lançamento do EP Zeit no ano passado, sua primeira colaboração com a Senso. Agora, o convite para participar da construção desse novo material e a oportunidade de remixar uma faixa original de Huntemann representam uma grande conquista para ele.

 

Lançado no último dia 30, Propaganda Remixes, Pt. 1 é formado por uma série de remixes sugeridos por diferentes artistas para algumas faixas do full length Propaganda, lançado por Oliver em 2017. Stein é o único brasileiro presente na coletânea e aparece logo na abertura, com sua proposta densa e cheia de loops agressivos para a faixa “Taktik”, uma obra de alta apuração técnica. O argentino Shall Ocin aparece logo depois com uma versão de “Egoist”, que explora picos longos e cheios de energia em uma faixa com muita pressão de pista.

Carlo Ruetz é um dos principais nomes no casting da Senso Sounds, e contribui para a coletânea com uma visão melódica para “Der schwarze Kanal”, construída com uma inserção gradual de elementos. O conterrâneo de Oliver Huntemann, Hatzler, diminui o tom melódico da versão original de “Absurd” e acrescenta uma linha de baixo bem grave em seu remix. “Poltergeist” adota uma roupagem futurista e introspectiva pelas mãos do canadense Marc Houle, conversando com o lado minimal do artista.

O egípcio Raxon vai na contra-mão dos demais artistas e puxa a obscura “Rotlicht” para um tom médio agudo e inclui seu próprio spin na releitura da faixa original. Quem encerra a coletânea é Distale, outro nome bem próximo da Senso Sounds, que brinca passando de momentos melódicos a outros puro groove em seu remix para “Trick 17”.

Manoel Cirilo é colaborador da Phouse.

LEIA TAMBÉM:

Novo EP por gigante do techno marca grande fase de Alex Stein

Produtor paulistano lança EP por selo de expoente alemão

Para ficar de olho: Alex Stein segue descobrindo e conquistando o mundo do techno 

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

“O Rio já nasceu sendo a maior praça da AIMEC no país”

Os sócios Roger Lyra e Rafael Nazareth falam sobre a inédita AIMEC Rio

Conheça Flakkë, o paulistano que vem surpreendendo o Brasil

Um dos novos projetos mais criativos e talentosos do cenário nacional

Vintage Culture será atração da virada de ano do Sundance Festival 2020

Artista admite ter uma relação especial com o evento

“Já nasceu pronto”; conheça Kallel, o DJ prodígio que vem encantando o Sul do Brasil

Com apenas dez anos de idade, Kallel segue os passos do pai, que garante, orgulhoso, o talento do menino

Antigo parceiro de Zedd, Matthew Koma destrói o produtor em relato na web

Cantor e compositor quebrou o silêncio e mostrou Zedd como uma pessoa horrível

Caos na véspera de feriado é a última parada de DVS1 no Brasil

Em parceria com a ODD, a festa ainda traz Davis, Frontinn, Vermelho e performers

Desfalques do Swedish House Mafia na Coreia e em Vegas geram especulações

Novas tretas? Cancelamentos à frente? Um novo mistério ronda o trio sueco

Liminal emplaca duas turnês com a nata do techno global na América Latina

Expoentes internacionais, DVS1 e Dax J têm percorrido o continente

Space disco e indie dance: confira os dois novos singles da Alphabeat

Lipe Forbes e Yoshida lançam “Do It At The Disco”, enquanto WOAK e Rigon remixam a banda Tangerim

Histórico clube popular da Europa fecha suas portas depois de 30 anos

O famoso Cocoricò, que já recebeu astros como Carl Cox, Richie Hawtin e Chemical Brothers, teve falência declarada