wtf-festival

Assista a um documentário do “What The Festival”, que rola em um dos estados mais liberais dos EUA

O What the Festival é um festival de arte e música no topo das montanhas em Oregon, um dos estados mais liberais dos EUA.

Começamos a nossa viagem por Portland uma das cidades mais “cools”. O slogan da cidade diz: “Keep Portland Weird” por se tratar de uma cidade moderna, liberal, hippie, super ligada em movimentos artísticos, o que faz com que as pessoas que morem por lá tenham uma cabeça mais aberta para o que é novo e diferente. De fato é um dos pontos onde começou o movimento de contracultura no país. Coach, um amigo que conheci há 3 anos no Burning Man e que virou um super amigo, sempre presente nos nossos dias, nos buscou no aeroporto, e nos recebeu no seu motorhome (Tubarão) e partimos para o festival em Wolf Run Ranch área proprietária onde anualmente acontece o What the Festival.

wtf-festival

Fizemos umas 3 horas de estrada, com algumas paradas ao longo do caminho para tirar fotos e gravar umas imagens legais para vocês. Quando finalmente chegamos no What the Festival, ficamos deslumbradas com a  paisagem incrível que nos esperava por esses 3 dias de festival. Éramos as únicas brasileiras no festival, e definitivamente não estamos preparadas para passar o frio que pegamos por lá. Passamos muito frio, muito mesmo, um frio que doía. Lembro de usar aquecedores de neve dentro dos sapatos e nos bolsos dos casacos para tentar esquentar as mãos, sem contar as inúmeras camadas de roupas e casacos, mas parecia que nada adiantava. Esperávamos por dias de sol, e calor mas pegamos dias de frio, mas o mais impressionante era ver aquela galera usando tops, bikinis, e roupas leves como se nem estivessem sentindo o frio algum. Me senti uma verdadeira ET.

wtf-festival0_6315747865400553518_n

O What the Festival foi um festival extremamente organizado, e limpo prezando pelo “Leave no Trace”  – não deixar rastros, todo lixo gerado é de responsabilidade de quem o gerou. Vimos pessoas catando lixo, e separando lixo por todo o festival. O que chamou bastante a nossa atenção foi a área de fumantes do festival. Mesmo ao ar livre, fumar só era permitido em um determinado local. Independente do que você fosse fumar, a área de fumantes era o local para isso.

wtf-festival-oregon

O What the Festivals foi um dos festivais mais coloridos que já fui. As pessoas se fantasiavam, e se montavam para passear pelo festival. Vimos muito glitter, paetês e fantasias de todos os tipos. Foram um total de 8 palcos espalhados pelo festival com muita bass music, hip hop, downtempo, glitch, e house music. Assistimos alguns shows como Lunice, Mr. Carmark, Hermitude, e nosso preferido, Dimond Saints.  Um palco com piscina colocava a galera para dançar muito  durante o dia e aquecer para a noite – mesmo com todo aquele frio vimos muitos bikinis, topless e trajes de banho com boias e placas coloridas que davam um ar de “nonsense” para o festival!!

wtfestival

A Floresta Iluminada, era uma galeria a céu aberto com mais de 50 instalações de arte  interativas que ligavam um palco ao outro e que a noite acendiam e iluminavam a floresta. Era muito legal andar pela floresta e interagir com as diversas instalações de arte. Dava para curtir arte de todo o tipo, e pular de palco em palco e dançar. Alem disso rolavam diariamente aulas de dança, yoga, bambolê, e ate cinema a céu aberto, sem contar as diversas palestras que abordavam todos os tipos de tema, desde amor a sustentabilidade e aquecimento global.

giulia-lopes-gypsy-road-phouse-oregon-wtf-festival

Assista o programa que gravamos por lá, espero que gostem!

Clique aqui para ver o álbum de fotos completo.

Não esquece de curtir a nossa página e ter acesso a informações sobre os festivais mais incríveis do mundo.

www.facebook.com/gypsyroadtv

SIGA A PHOUSE:
INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS