Connect with us
Federal Leaderborder
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

Diretor do documentário de Avicii dá depoimento emocionante sobre o artista

Phouse Staff

Publicado em

10/05/2018 - 14:38
Avicii diretor
Foto: Reprodução
Levan Tsikurishvili é mais uma pessoa que compartilha belas palavras sobre o produtor

Mais uma pessoa próxima a Avicii deixou seu depoimento homenageando o artista, que faleceu no último dia 20. Diretor do documentário de AviciiTrue Stories, lançado em 2017, o sueco Levan Tsikurishvili (que, segundo o EDM Tunes, era um dos melhores amigos do produtor) também compartilhou belas palavras e histórias sobre o artista, exaltando o caráter e a sensibilidade do colega. O post foi feito no Instagram, ilustrado por uma foto de Tim Bergling em Madagascar.

Confira o texto do diretor na íntegra, traduzido pela Phouse:

Escrever isso pra você é surreal, como se fosse um pesadelo sem fim ou uma piada de péssimo gosto. Você foi e sempre será a pessoa mais leal e inteligente que já conheci nessa indústria superficial. Uma indústria que não foi esperta o suficiente pra você e que nunca realmente entendeu quem você era. 

Eu admiro e vou sentir muita falta do seu comportamento humilde e genuíno, que eu nunca encontrei em outra pessoa. Nunca vi você julgar alguém pela opinião dos outros, e nunca vi você deixar que os outros julgassem alguém que não estava presente para se defender. Essas são algumas das muitas coisas que me vêm à mente quando penso em você.

Nunca me esqueço de momento como quando um lêmure mordeu seu dedo em Madagascar, no meio da selva, e você quase morreu de dor enquanto usava as folhas como curativo. Mas mesmo assim você ainda protegeu o lêmure, discutindo comigo: “ele não é agressivo, ele só achou que meu dedo era uma parte da comida que eu dei. Não é culpa dele”. Sou muito grato por tudo que passamos juntos, tudo que você fez por mim, tudo o que me ensinou por suas ações, todos os trabalhos que fizemos juntos, toda a longa semana de conversas criativas que tivemos, além das brigas que sempre resultavam em algo fantástico. As noites épicas, risadas sem fim, o documentário que não deixou uma única pessoa não ficar emocionalmente tocada, TODAS as noites de sessões longas no estúdio que eu tive a sorte de filmar, seus melhores amigos que significavam tudo pra você, e que logo viraram meus amigos próximos; piadas bestas, tardes com pipoca e todos os lugares que fomos juntos.

Você me mostrou um mundo que não existia para mim antes dos nossos caminhos se cruzarem novamente, e eu tenho que agradecê-lo por todas as coisas que eu ainda faço hoje em dia. Vou sempre me manter leal a você e ao seu espírito. Nada mudou em relação à nossa lealdade, e vou carregá-lo para sempre no fundo do meu coração até o dia em que eu morrer e, espero, voltarei a encontrá-lo em um lugar melhor, onde você está agora. Obrigado por tudo, “Brysh” Tim. Amo você e sinto muito a sua falta.

Writing this to you feels unreal; like a never-ending nightmare or a terrible joke. You were, and always will be the most intelligent and loyal person I’ve ever got to know in this superficial industry. An industry that was not smart enough for you and that never really understood who you were. I admire and will severely miss your genuine and humble behavior, which I’ve never seen in any other person. Never did I see you judge a person based on the opinion of others, and never did you let others judge someone that wasn’t there in person to defend themselves. These are few of many things that always pops up in my head when I’m thinking of you. Never forgetting moments like when a Lemur bit your finger in Madagascar in the middle of the jungle, and you almost passed away of pain while you were plaster your finger with the leaves. But you still wanted to protect the Lemur and argued with me; “brysh, he is not aggressive, he just thought my finger was a part of the food I gave him, it’s not his fault.” I’m so thankful for everything we went through together, everything you did for me, everything you taught me by your actions, every single work we did together, all the WEEK-long creative conversations we used to have and fights that always used to end up in something great, epic nights, endless laughs, the documentary we did that didn’t left a single person emotionally untouched, ALL the night long music sessions I was fortunate to film, your best friends that meant the whole world to you, who also quickly became my close friends, silly jokes, popcorn evenings and all the places we went to together. You introduced me to a world that did not exist for me before our paths crossed again and I have you to thank for many things I still do today. I will always stay loyal to you and your spirit, nothing has changed in our loyalty, and I will forever carry you deep down in my heart until the day I die and hopefully meet you again in a better place, where you are right now. Thank you “Brysh” Tim for everything! I Love you and miss you so much🖤🖤🖤

A post shared by Levan Tsikurishvili (@levantsik) on

LEIA TAMBÉM:

Armin, Kaskade e Laidback Luke refletem sobre a morte de Avicii

Executivo próximo a Avicii fala sobre novo álbum, segredo do sucesso e comportamento peculiar do artista

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

Muitos remixes e um álbum de estreia; confira 10 destaques da sexta

Nossa seleção com mais minutos de música já feita

Phouse Staff

Publicado há

Lançamentos
Foto: Reprodução

De todas as seleções de música nova de sexta que fazemos semanalmente, esta é certamente a que mais traz faixas e minutos de música somados até hoje. São dez lançamentos selecionados, como de praxe, mas desta vez, trazemos muitos pacotes de remixes.

Além dos já mencionados remix de Doozie e MOJJO para “Soy Yo” e o EP da Any Mello — sem contar os três singles promovidos pela Alphabeat —, esse dia 21 ainda trouxe discos de remixes de Axwell λ Ingrosso, Zedd e Dimitri Vegas & Like Mike, entre diversos outros novos sons. Além disso, pela primeira vez trazemos um álbum inteiro em nossa seleção. Se liga:  

Via UMGAxwell e Ingrosso lançaram seu pacote de remixes para “Dancing Alone”. O EP traz produções de BROHUG, minds&manchines e CYA, que vão do deep house ao trance.


Dimitri Vegas & Like Mike não economizaram nos remixes para “When I Grow Up”, com o Wiz Khalifa. A música lançada no início do ano ganhou agora “apenas” seis remixes num EP pela Smash the House. O disco traz remixes para todos os gostos, incluindo hardstyle, tropical house e future bass.


Outro que entrou na onda foi o Zedd, com cinco novas versões de seu último single, “Happy Now”. Marc Benjamin, BEAUZ, Duke & Jones,  MXXWLL e Magnificence produziram remixes bem personalizados e incrivelmente diferentes, mas sem desconstruir o romantismo da track.


E pra fechar a sessão de remixes, tivemos também o segundo volume de reedições de “Satisfied” e “Mama Look At Me Now”, do Galantis. As quatro novas músicas chegam pela Atlantic Recordings e foram produzidas por SaganLEFTI, Sagan, Fox Blanco & Papa Bear e Carta.


Partiu “original mixes”, pra variar um pouco? Às vésperas de lançar seu novo álbum, THE TRIP HOME, o veterano Crystal Method trouxe mais um novo single, “Ghost In The City”, em colaboração com Le Castle Vania. Via Tiny E Records, a música traz aquela mistura inconfundível de dance music com rock, na voz da cantora e compositora Amy Kirkpatrick.


Para quem curtem um tech house ᴮᴿ fresquinho, ninguém menos que o Volkoder fez sua estreia na Dirtybird, conceituadíssimo selo do Claude VonStroke. O paulistano veio com duas faixas, “How” e “I Talked”, que formam o EP How I Talk.


Outro super lançamento da sexta foi “Like That”, nova aposta da Protocol de Nicky Romero. Trata-se de uma collab entre os holandeses Thomas Newson e Sam Void, que trazem uma house bem bouncy, melódica e pisteira. Inclusive, Void e Newson vão estar entre os DJs da festa “Nicky Romero Presents: Protocolo x ADE ’18”, que faz parte do ADE agora em outubro.


Tem mais brazuca na área: “Revolution” é resultado do trabalho do Constantinne com o duo Rozzen, que chegou via Liboo/Universal Music Brasil. Com os vocais de Evan Andree, cantor americano que já até trabalhou com o Vintage Culture, a música é praticamente uma mistura de synth pop com brazilian bass, trazendo uma letra poderosa sobre independência e revolução.


Ainda dentro das produções brasileiras, mas em uma pegada mais tropical e “radio friendly”, Zerb lançou pela almejada Spinnin’ Records a canção “With You”, com a cantora Giulia Be. O single começou a ser composto há um ano e meio, quando o produtor, um pouco antes de embarcar em uma turnê, sentiu vontade de mostrar a sensação de ficar longe das pessoas que se gosta.


E pra fechar, uma obra muito especial para um dos nomes mais expressivos do cenário eletrônico global. San Holo enfim surgiu com seu álbum de estreia, chamado sugestivamente de album1. Apesar do título básicão, o disco é bem inovador e caracteriza um marco na carreira do holandês. Com 12 músicas, chegou via bitbird e, segundo o artista, foi produzido com amigos num Airbnb em Los Angeles, criado com instrumentos reais e depois gravado em fita cassete.


+ CLIQUE AQUI para relembrar os lançamentos da semana anterior

Continue Lendo

Notícia

Rock in Rio anuncia datas para 2019

Festival será no segundo semestre do ano que vem

Phouse Staff

Publicado há

Rock in Rio 2019
Foto: Reprodução

A produção do Rock in Rio anunciou hoje as datas para sua próxima edição em solo nacional. O bombado festival carioca vai rolar nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 03, 04, 05 e 06 de outubro de 2019. O local será o mesmo deste ano: o Parque Olímpico, na capital fluminense.

A única atração confirmada até este momento é Anitta. Além disso, outra novidade é o chamado “Espaço Favela”, que deve trazer uma programação voltada ao funk carioca. O palco eletrônico, desta vez, será assinado pelo empresário Claudio da Rocha Miranda Filho (sócio-diretor do Brazil Music Conference), que assume a direção artística do espaço.

As vendas do Rock in Rio Card (uma espécie de “early bird tickets”) abrem no dia 12 de novembro, a partir das 19h, pelo ingresso.com.

LEIA TAMBÉM:

Fundador do Rock in Rio anuncia novo festival para o ano que vem

Empresário se diz desmotivado para continuar com o Rock in Rio no Brasil

Maior e com nova cenografia: Rock in Rio revela projeto do palco eletrônico

ODESZA surpreende com “balé de drones” no Coachella

Fundador do BRMC fala sobre mudança para SP e os 10 anos da conferência

Continue Lendo

Notícia

Aftermovie do Ultra traz imagens inéditas do Swedish House Mafia

Ingressos para a edição de 2019 já estão à venda

Phouse Staff

Publicado há

Ultra Aftermovie 2018
Foto: Screenshot

Depois de alguns filmes menores, a produção do Ultra Music Festival enfim liberou o aftermovie oficial e em alta qualidade da sua edição especial de 20 anos.

Em quase 15 minutos, o filme dirigido por Charly Friedrichs traz aquele roteiro que já estamos acostumados, ilustrando bem os momentos de chegada, desenvolvimento (com seus mais diversos palcos) e final apoteótico do festival, com highlights tanto nos artistas quanto no público que fez a festa naqueles três dias de março.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

O final, como não poderia deixar de ser diferente, traz diversas cenas de um dos momentos mais importantes para a cena EDM no ano: o retorno do Swedish House Mafia. O vídeo intercala imagens de fãs acompanhando a transmissão ao vivo pelo mundo inteiro com cenas inéditas da apresentação dos três suecos — que agora, além de momentos de bastidores, podem ser vistos bem de pertinho, diferentemente do live stream.

Curiosamente, a trilha das cenas finais não é “Don’t You Worry Child”, “Save the World” ou qualquer outro som dos caras, mas “Tim”, o som feito por ARTY para homenagear Avicii. E casou muito bem. Assista: 


Além do aftermovie, o Ultra iniciou hoje as vendas para a edição de 2019. A situação de impasse em relação ao Bayfront Park está marcada para ser resolvida nesta quinta-feira, 27 — isto é, se não for adiada mais uma vez.

Para quem está pensando em embarcar nessa viagem, confira aqui os pacotes da GoFestivals.

Tracklist do aftermovie:

  1. Yves V & Futuristic Polar Bears – Running Wild (feat. PollyAnna)
  2. Kid – Piñata
  3. Armin van Buuren feat. Conrad Sewell – Sex, Love & Water (Sunnery James & Ryan Marciano Remix)
  4. Reebs – Back Again 
  5. Toby Green – Control
  6. Adam Beyer & Bart Skils – Your Mind
  7. FISHER – Losing It
  8. Magnificence & Steff da Campo – Out Of My Mind 
  9. Nicky Romero – Duality
  10. ARTY – Tim

LEIA TAMBÉM:

Ultra Miami abre pré-registro para 2019

Comissão que decide o futuro do Ultra Miami é adiada

Edição de 20 anos do Ultra foi boa, mas entregou menos do que prometeu

Arty homenageia Avicii em novo single; escute “Tim”

Swedish House Mafia “de volta pra valer”

Continue Lendo

Publicidade

Federal Music 300×250
Sundance (300×250)

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
Sundance Pop Up