Barnt

Techno à vista: conheça as atrações do D-EDGE desta quinta-feira

Os projetos alemães Barnt e SHDW & Obscure Shape tocam na Moving; Barnt também está escalado para o SOME Festival

Ambientes escuros, temperaturas elevadas e BPMs acima da média. É este tipo de ambiente que Barnt (foto) e SHDW & Obscure Shape gostam de criar em suas apresentações. Ambos os artistas são atração desta quinta-feira (19) no D-EDGE.

Conhecida por trazer grandes nomes do techno para dentro da “caixa preta de som e luz”, a Moving é um dos rolês mais clássicos do clube. Abaixo, nós apresentamos um pouco mais da trajetória de cada um dos headliners da noite, que conta ainda com Alex Justino no lineup.

Barnt

O DJ e produtor Daniel Ansorge começou a construir seu nome no cenário internacional por volta de 2010, quando, ao lado de Jens-Uwe Beyer, fundou sua própria gravadora, Magazine. Naquele mesmo ano, o alemão, que não é um daqueles artistas que lança músicas a todo momento, já começava a deixar sua marca registrada com “What Is A Number, That A Man May Know It?”, uma das três faixas presente no seu EP de estreia. 

O que veio em seguida foi uma série de hits voltados ao dancefloor. Embora tenham um estilo um pouco diferente da track mencionada acima, “Geffen”, de 2012, “Chappell”, de 2014, “If She Says She Is A Healer, She Is A Healer”, de 2017, e “High Hopes” de 2019, rodaram o mundo pelas mãos de grandes DJs e se tornaram faixas icônicas do produtor. Simples, impactantes, devoradoras.

Hoje, Barnt já soma passagens por mais de 40 países, tocando nos maiores clubs e festivais do planeta. No Brasil, ele já havia se apresentado em anos anteriores — a mais recente delas no Time Warp, em novembro de 2018, onde protagonizou um dos grandes sets daquela edição. Agora, além do D-EDGE, o DJ é uma das atrações do SOME Festival, que rola neste sábado, em Curitiba.

SHDW & Obscure Shape

Marco Bläsi e Luigi Urban formam o projeto SHDW & Obscure Shape. São dois caras que podem ser considerados como novatos na cena, mas que em muito pouco tempo conseguiram reunir um grande número de seguidores que continua crescendo a cada ano, desde 2014.

Assim como Barnt, eles também comandam seu próprio selo, From Another Mind, por onde lançam algumas de suas tracks. Assim, mostram a potência de seu techno impetuoso, que carrega traços etéreos e elementos industriais, futuristas e espaciais — arma letal em qualquer dancefloor com amantes do estilo.

“Temos a mesma visão do techno. Somos duas pessoas, mas às vezes agimos como uma”, diz Luigi, no release de imprensa da dupla. Marco continua: “É como uma simbiose”. Através dessa sinergia, os artistas conseguem criar DJ sets sempre enérgicos e surpreendentes, trazendo desde referências do techno de Detroit até linhas mais ácidas — uma mistura que, em suas mãos, dá sempre muito certo.

Confira abaixo uma das apresentações mais inusitadas do duo até hoje, gravada ao vivo para o Boiler Room.

* Marllon Gauche é colaborador da Phouse.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS