Apneia
Artista catarinense contou à Phouse sobre suas duas fases atuais

BLANCAh está de EP novo. Chamado Apneia, o disco aponta caminhos um pouco fora da curva do que a artista catarinense tem apresentado até aqui: um selo diferente e uma experimentação com a funcionalidade para as pistas de dança, como ela mesma destacou em contato com a Phouse.

“Esse EP reflete a minha busca pela funcionalidade. Pensei em fazer algo mais voltado para as pistas de dança, uma música um pouquinho mais funcional. Comecei pela [faixa-título] ‘Apneia’, em um momento em que ganhei um sintetizador novo da Dave Smith, então comecei a testar sons… É uma música que nasceu um pouco da experimentação e no final ficou super legal, tenho testado ela na pista e tá funcionando super bem”, declarou a artista, que também falou sobre o processo de produzir para outro selo que não a Steyoyoke, por onde havia feito todos os seus lançamentos até então. O disco chegou via Timeless Moment, do carioca Morttagua.

“O EP começou a surgir através do convite do Morttagua, que há um tempo já vinha pedindo pra lançar comigo. E eu normalmente demoro a me convencer a lançar por outras gravadoras, preciso ter mais certeza, enxergar melhor o trabalho. Então comecei a prestar mais atenção na Timeless Moment, que vem fazendo um trabalho super bonito. Percebi a consistência deles, a seriedade… Aí eu topei. Foi uma aposta: a primeira vez que saio com mais força dos braços da Steyoyoke pra lançar por outra label, e é tudo novo pra mim.”

Além das faixas originais “Apneia” e “Abissal”, o EP traz remixes de pesos pesados da cena gringa — o canadense Glenn Morrison e o espanhol D-Formation — e os amigos do Binaryh, colegas inseparáveis de Steyoyoke. Ao falar sobre essa sua nova faceta, mais dançante, a artista revelou em primeira mão que já trabalha em um novo álbum, sucessor do conceituado Nest.

“Estou nessa fase de experimentar em que venho buscando um pouco mais de funcionalidade nas minhas músicas pra que elas sejam mais fáceis de tocar. Então eu tô passando no estúdio por duas fases: uma super intimista, preparando um novo álbum. Baixei o BPM, algo em torno de 105, uma coisa super cósmica (risos). E ao mesmo tempo eu sinto que eu preciso evoluir a questão da funcionalidade da música nas pistas. Este é um mês em que vou estudar bastante, tenho menos gigs e já agendei algumas aulas pra começar a entender um pouco mais a dinâmica da funcionalidade.”

LEIA TAMBÉM:

Voa alto, passarinho; como o primeiro álbum da BLANCAh pode ser um divisor de águas pra cena eletrônica nacional

Confira o EP de remixes de “Nest”, o primeiro álbum da BLANCAh

BLANCAh disseca ave e perde quilos para seu novo EP; escute “Osso”

Nos passos de Boratto? Remix de Cattaneo indica que BLANCAh pode explodir globalmente

Morttagua representa o Brasil na competição de DJs da BURN

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Confira o remix de A-Trak para o último single de Axwell

O DJ americano reformou “Nobody Else” com bastante classe

O começo do fim: Major Lazer lança single de último álbum

“Can’t Take It From Me” traz o vocal de Skip Marley

4 anos de Tomorrowland Brasil: relembre esse rolê histórico

Festival desembarcou no país nos três primeiros dias de maio de 2015, e teve bis em 2016

Novo single do Avicii na área: ouça “Tough Love”

Single sucede “SOS”, lançado há um mês

Camboriú será palco do 1º BURN Residency Showcase de 2019

Rolê será feito em parceria com a Seas, no Espaço Garden

DJ e empresário de sucesso: conheça o trabalho de Rishi Patel

Rishi é DJ e um dos nomes à frente da Plus Eight Equity Partners

Scorsi fala sobre a produção de “In You”

Com vocal de Victoria Pfeifer, som foi lançado na última sexta, via Liboo

Totoyov celebra 30º release com VA exclusivo

Gravadora brasileira lançou o material com sete faixas inéditas

Time Warp lança aftermovie da 1ª edição brasileira

Pra deixar todo mundo no clima para novembro

Fã disponibiliza 1º show da nova tour do Swedish House Mafia

Primeira data na Tele2 Arena pode ser conferida na íntegra