Connect with us
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

Organização do Burning Man reclama de abuso policial

Festival começou nesse sábado

Phouse Staff

Publicado em

27/08/2018 - 11:27
Burning Man 2018
Foto: Reprodução

A edição de 2018 do Burning Man, que começou nesse sábado, 25, passou por problemas com a polícia. Segundo comunicado da própria organização, a “Bureau of Indian Affairs” (BIA), uma agência do “U.S. Department of the Interior”, pegou pesado nas rodovias que dão acesso a Black Rock City. A ação policial teria realizado buscas intensivas com cães farejadores na Rodovia 447, em Wadsworth e Nixon. Segundo os realizadores do evento, isso prejudicou o festival, causando atrasos e congestionamentos.

Em nota no Burning Man Journal, os organizadores alegam que essas paradas de trânsito causaram atrasos em sua liderança operacional, prejudicando a  infraestrutura e logística da montagem da festa. Reboques e caminhões teriam sido descarregados e revistados por agentes da BIA, deixando os motoristas para recarregar os veículos liberados na beira da estrada. Imagine esvaziar um trailer com mantimentos para uma semana no deserto e re-empacotar tudo de novo… 

+ Burning Man pede que frequentadores parem de cagar na areia

Além da busca por narcóticos, os burners teriam sido parados por infrações de trânsito, como dirigir por cima do limite de velocidade, não parar antes da linha em um sinal, verificações de placa e checagem de faróis. O Burning Man classificou a ação como “inconstitucional e agressiva”, já que diversos voluntários teriam afirmado não ter violado nenhuma lei antes de serem detidos e revistados.

“Dado o grande número de indivíduos que relataram ter sido interrompidos quando não estavam violando nenhuma lei, acreditamos que essas táticas são excessivamente agressivas, inconstitucionais, desnecessárias e inaceitáveis”, complementou a organização do Burning Man em sua nota.

LEIA TAMBÉM:

Designers projetam globo espelhado gigante para o Burning Man 2018

Museu nos Estados Unidos tem exposição com obras do Burning Man

Conheça “Galaxia”, o templo principal do Burning Man 2018

Fundador do Burning Man morre nos Estados Unidos

PornHub revela: Burning Man deixa as pessoas aguçadas por pornô no deserto

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

Família e fãs juntam-se em memorial para Avicii na Suécia

O evento reuniu centenas de pessoas para uma nova homenagem ao falecido astro sueco

Phouse Staff

Publicado há

Memorial Avicii
Foto: Reprodução

Quase sete meses após sua morte, Avicii segue recebendo um sem-fim de homenagens e manifestações de carinho. Desta vez, a família do artista recebeu milhares de fãs para um memorial na Igreja de Hedvig Eleonora, em Estocolmo, Suécia. 

A cerimônia rolou nessa última sexta, 16, e de acordo com a imprensa internacional, multidões de fãs chegaram a encher as ruas ao redor da igreja. O evento contou com fotos, discursos — incluindo do pai, Klas Bergling —, discotecagem e até um coral apresentando “Wake Me Up” e “Without You”.

Confira alguns registros:

 
 
 
 

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Avicii

Continue Lendo

Notícia

deadmau5 lança 2º volume da coletânea “mau5ville” e novo vídeo bizarro

Compilação da mau5trap ganha novo volume com nove faixas inéditas

Phouse Staff

Publicado há

mau5ville 2
Foto: Reprodução

O deadmau5 anda numa espécie de “rehab” pra tratar da sua saúde mental, o que o tem mantido distante das redes sociais, mas não de suas gigs e, pelo visto, nem de seus lançamentos. Quatro meses depois de trazer o primeiro volume (ou “Level 1”) de sua nova coletânea, mau5ville, o ratão apresentou nesta sexta-feira, 16, a continuação da parada, com o “Level 2”.

Além da compilação, que traz mais uma vez collabs inéditas, remixes e faixas solo dele e de alguns nomes do roster da mau5trap, o artista também já aproveitou pra soltar o vídeo da primeira faixa, “Drama Free”, com a cantora e compositora Lights. O vídeo é uma espécie de continuação da loucurada em computação gráfica que vimos em “Monophobia”, faixa com o Rob Swire que, por sinal, abria justamente a mau5ville: Level 1

 
 

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o deadmau5

Continue Lendo

Brand Channel

Deep, acid e tech house folclórico; confira os 3 novos sons da Alphabeat

Kiko Franco e Woak com gringos, collab entre namorados e Dudu Linhares e ChampZ são a bola da vez na gravadora

Alphabeat Records

Publicado há

Alphabeat
O casal Camila Yoshida e Lipe Forbes no estúdio. Foto: Divulgação

Mais uma sexta-feira, mais uma vez que a Alphabeat vem com três lançamentos de uma vez — e os três bem diferentes entre si.

“Swim” é o resultado da parceria de Kiko Franco e WOAK com o inglês Sylvain Armand e a voz do australiano Nick Kingswell (Austrália), que deu origem a esse deep house harmônico e irado, com elementos e personalidade de cada artista envolvido.

 

Subimos o BPM com “Dance the Dance”, uma collab entre Lipe Forbes e sua namorada, Camila Yoshida. Trata-se de uma música romântica, mas agitada e enérgica, com pitadas de acid e electro house, grooves disco e vocais do casal modulados com vocoder, à lá Daft Punk.

 

Por fim, “La Grega” é mais um trabalho autoral de Dudu Linhares em parceria com ChampZ — olha ele aqui de novo! —, depois de um bom tempo de desenvolvimento em estúdio. A música mescla batidas de tech house com melodia e samples de música folclórica do leste europeu, além de alguns timbres de house music clássica.

  

+ CLIQUE AQUI para conferir mais conteúdo da Alphabeat Records

Continue Lendo

Publicidade

Brazillian Bass 300×250
Sundance (300×250)
Injeção Eletrônica 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
Injeção Pop Up