Boo Williams

Lenda da house, Boo Williams estreia no Brasil neste fim de semana

Expoente da house de Chicago se apresenta no D-EDGE e no SOME Festival

Quem conhece e acompanha a evolução da história da house music, muito provavelmente já ouviu falar em nomes como Larry Heard, Ron Hardy e Lil Louis, artistas icônicos que foram pioneiros no desenvolvimento desta cultura musical tão única. Estes serviram então como um espelho para a geração seguinte, que veio para dar continuidade ao legado da vertente de Chicago; um desses nomes foi Boo Williams.

Desde que começou sua carreira, no início dos anos 80, Boo se envolveu diretamente com a cena e passou a construir sua forte reputação com uma discografia de dar inveja, assinando releases pela Relief Records, Cajual, Djax e, em 1996, dando origem ao seu primeiro álbum, novamente pela Cajual, Home Town Chicago. O disco foi lançado com oito faixas e tornou-se uma de suas obras-primas, sendo relançado diversas vezes ao longo dos anos em diferentes formatos.

Para a geração mais jovem de fãs, seu nome ficou conhecido mesmo bem mais recentemente, em 2010, com o relançamento da faixa “Mortal Trance” pela renomada Rush Hour — label que é casa de grandes DJs contemporâneos, como Carl Craig, Tom Trago, KiNK e Hunee. Uma curiosidade é que, em entrevistas passadas, Boo revelou que a faixa original, lançada em 95, foi feita em apenas 15 minutos. Dá pra acreditar?

“Mortal Trance” é, claro, apenas uma pequena parte de todo o talento e perfil inovador que corre em suas veias até hoje. Carregando a alma da house e o amor pelas batidas texturizadas, Boo Williams ainda comanda ao lado de Glenn Underground, seu super parceiro e figura fundamental no desenvolvimento de sua carreira, o projeto Strictly Jaz Unit.

Esta semana será a primeira vez que o norte-americano vem ao Brasil para se apresentar e mostrar o poder que carrega em sua música. Na sexta-feira (20), ele será o headliner da Freak Chic no D-EDGE, ao lado de Adnan Sharif e Marcio S; já no sábado (21), embarca rumo à Curitiba para tocar no SOME Festival, carregando 30 anos de história e muita experiência na bagagem.

+ LEIA TAMBÉM: Techno à vista: conheça as atrações do D-EDGE desta quinta-feira

* Marllon Gauche é colaborador da Phouse.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS