Connect with us

Brasiliense vence etapa nacional de campeonato de DJs e vai para mundial no Chile

Phouse Staff

Publicado há

DJ A conquistou o título de o melhor DJ do Brasil neste sábado (8) e garante vaga na final mundial do Red Bull Thre3Style

A batalha entre os seis DJs que disputaram a etapa nacional do Red Bull Thre3Style neste sábado (8), no Rio de Janeiro, foi acirrada. O público que foi curtir a festa pode acompanhar os competidores tocarem, em apenas quinze minutos, nada menos que três estilos musicais diferentes para chamar a atenção dos jurados Nedu Lopes – bicampeão brasileiro do Red Bull Thre3Style -, Headspin e DJ Byte, chileno que levou o título mundial no ano passado.

A cada etapa da competição, os DJs A (DF), Bruno X (RJ), Guto Loureiro (MS), Marquinhos Espinosa (MS), Morenno (PR) e Tucho (RJ) foram julgados por critérios como originalidade, habilidade, seleção das faixas e, claro, a reação do público.

Sets bem executados e cheios de gás – com músicas do funk ao rock – deixaram altas as expectativas para o anúncio do vencedor. Diretamente de Brasília, DJ A consagrou-se o campeão com a apresentação mais ousada dos seis DJs: começou com capoeira, passou pelo eletrônico, mergulhou em outros ritmos brasileiros e incendiou a plateia durante o tempo em que esteve no palco.

Esta é a terceira edição do Red Bull Thre3Style disputada pelo DJ, que tem 36 anos. Autodidata, Allysson aprendeu a discotecar vendo vídeos em casa na década de 1990. Mas foi só em 2000 que ele realmente botou seu som nas pistas. Suas maiores influências estão na black music, hip hop, soul, funk e trap. Hoje, além de ser DJ da banda Funkeando, ele atua como residente da Festa Melanina, que é realizada mensalmente no Clube Ascad, em Brasília.

“Conclui meu set há mais ou menos uma semana e, desde então, treinei todos os dias para executá-lo da forma que planejei. Havia uma expectativa porque também estive na final da etapa brasileira do ano passado, mas procurei relaxar e curtir com o público que chegou junto”, conta A.

Para Nedu Lopes, todas as apresentações da competição tiveram alto nível e surpreenderam os jurados. “A criatividade e irreverência do DJ A foi o critério final para definir o primeiro e segundo colocado”. Afirma Nedu.

Agora, ele enfrentará os melhores DJs do mundo na final mundial, que acontecerá em Santiago, no Chile, em dezembro. A etapa também contará com três competidores “coringas”, os Wild Cards, que serão escolhidos em países por onde a turnê de eventos não passará. “É uma honra e uma responsabilidade representar o Brasil nessa. Quero fazer bonito, por isso os próximos meses serão de estudo e treino para aprimorar o que mostrei no Rio”, garante DJ A.

Em 2014 e 2015, a DJ paulistana Cinara Martins representou o Brasil em duas finais mundiais do Red Bull Thre3style. Em 2014, ela disputou o título de melhor DJ do mundo no Azerbaijão e, no ano passado, participou da competição no Japão.

Deixe um comentário

Notícia

Assista ao set do testpilot, projeto de techno do deadmau5, a bordo do Holy Ship!

Phouse Staff

Publicado há

testpilot
O set foi gravado e upado na íntegra no YouTube

O set mais recente do projeto techneiro do deadmau5, o testpilot, foi gravado e está disponível na íntegra no YouTube.

A discotecagem rolou a bordo do Holy Ship!, um dos maiores festivais de música eletrônica em alto mar, cuja última edição rolou entre os dias 06 e 13 de janeiro, nas águas do Oceano Atlântico.

Já o testpilot foi inaugurado por mau5 no aclamado festival de techno Movement, de Detroit, em 2017. Na ocasião, como sofreu com o mau tempo, o Rato chegou a regravar aquele seu primeiro set para a BBC Radio 01. Agora, você pode conferir mais um set do projeto paralelo de Joel Zimmerman:

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre techno

Deixe um comentário

Continue Lendo

Notícia

Com novo single, Claptone anuncia seu segundo álbum de estúdio

Phouse Staff

Publicado há

Claptone
Escute “In The Night”, o primeiro single do novo LP do conceituado produtor alemão

O DJ e produtor alemão Claptone lançou ontem o single “In The Night”, pela Different Recordings. Com a voz de Ben Duffy, a faixa fará parte de um novo álbum, chamado Fantast, previsto para 08 de junho.

O segundo LP de sua carreira — sucessor de Charmer, de 2015 — conta com participações em todas as 13 faixas, e inclue nomes como Kele Okereke, da banda inglesa Bloc Party, Zola Blood, Clap Your Hands Say Yeah e Blaenavon, entre outros.

O single lançado é um pedaço mais pop de um álbum que pretende ir mais a fundo e explorar outras sensações para além da pista de dança, como disse Claptone via assessoria de imprensa:

“Nos últimos dois anos eu tive o enorme prazer de trabalhar nesse álbum como um contraponto da vida caótica de viagens como DJ, para me perder enquanto fazia música, cair de cabeça mesmo e criar meu próprio reino de beleza. […] Encontrei belos momentos em meio ao verde, à mata, embaixo da lua, e eu quero compartilhar isso com vocês”.

O artista, que trouxe recentemente seu palco “Masquerade” em edição da Kaballah no Green Valley, também está se preparando para uma turnê nos Estados Unidos, que começa no dia 2 de fevereiro e vai até 7 de abril.

Confira a tracklist de Fantast:

  1. Birdsong (feat. Zola Blood)
  2. In The Night (feat. Ben Duffy)
  3. Under The Moon (feat. Nathan Nicholson)
  4. Stay The Night (feat. Tender)
  5. Stronger (feat. Ben Duffy)
  6. Bad Thing (feat. Jones)
  7. Wildside (feat. Matt Simons)
  8. Abyss Of Love (feat. Nathan Nicholson)
  9. La Esperanza (feat. Katie Stelmanis)
  10. A Waiting Game (feat. Nathan Nicholson)
  11. Cruising (So They Say) (feat. Kele)
  12. Animal (feat. Clap Your Hands Say Yeah)
  13. Alone (feat. Blaenavon)

Deixe um comentário

Continue Lendo

Notícia

Documentário com Carl Cox e Martin Garrix será disponibilizado no Netflix

Phouse Staff

Publicado há

What We Started
“What We Started” chega aos cinemas em março, e três meses depois entra no catálogo da empresa

Depois de uma première no Los Angeles Film Festival em junho, o documentário What We Started — que tem Carl Cox e Martin Garrix como protagonistas — será lançado comercialmente no dia 23 de março, em algumas salas de cinema selecionadas.

Para quem não tem a sorte de poder ver o filme nos cinemas da sua região, a boa notícia é que um tempinho depois ele também ficará disponível no catálogo do Netflix, a partir de junho. Assim, é provável que também figure na programação do Netflix Brasil — a Phouse entrou em contato com a empresa para apurar a informação, mas não teve resposta até este momento.

Dirigido e produzido por Bert Marcus e Cyrus Saidi, a obra conta uma versão da história da música eletrônica, enganchando o legado de Cox com a insurreição de Garrix. Nomes como Moby, Steve Angello, David Guetta, Paul Oakenfold, Seth Troxler e Richie Hawtin também dão seus depoimentos.

Relembre o trailer:

LEIA TAMBÉM:

Teaser de documentário tem Garrix, Guetta, Angello, Troxler e Oakenfold

Documentário mostra o cenário da música eletrônica na China

Filme que mostra o início do techno na Alemanha é disponibilizado no YouTube

Em minidoc, Darude conta a história de um dos maiores hits da música eletrônica

Por favor, alguém traga este filme e estes DJs iranianos para o Brasil

Deixe um comentário

Continue Lendo

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse