Connect with us
GV – ELROW
Go Festivals – Tomorrowland Winter Full
Green Valley Dez. Full
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

BRMC anuncia novas atividades para décima edição

Phouse Staff

Publicado em

24/04/2018 - 17:20
Foto: Reprodução
Novos painéis, workshops, palestras e Q&As foram anunciados

A organização do BRMC anunciou hoje (24) novos painéis, workshops, palestras e Q&As (perguntas e respostas) para sua décima edição, que rola agora no começo de maio, no Unibes Cultural.

São 17 novas atividades anunciadas, trazendo nomes como Marcos Valle, DJ Meme, Gabe, Andre Salata, ILLUSIONIZE, Renato Ratier, Caio Taborda, DJ Mau Mau e Anderson Noise, Mario Sergio Albuquerque, Eli Iwasa, Roland Leesker, Luis Gustavo Zagonel, Erick Dias, Du Serena, João Brasil, Amanda Chang, DJ Tahira, Omulu e Bad$ista.

+ Brazil Music Conference divulga alguns dos big names para maio 

Todas as atividades fazem parte de um dos seis macrotemas: Trending Topics, ShowBusiness, Art in Sound, SOMOS Latinoamerica, Future Forum e Music+Brands. 

Confira o texto na íntegra, publicado na página do BRMC:

Q&A MARCOS VALLE | ART IN SOUND

Muito mais do que um músico reconhecido pelo estilo único, hoje ele é referência para rappers como Jay-Z e Kanye West, sendo possivelmente uma das maiores lendas vivas da música brasileira. Conheça mais sobre esta figura emblemática em um Q&A exclusivo, feito pelo amigo e parceiro de estúdio, DJ Memê.

Com Marcos Valle e DJ Memê 

DA IDEIA À CAIXA DE SOM: A ANATOMIA DE UMA MÚSICA | ART IN SOUND

Alguns dos mais respeitados produtores de diferentes gerações da música eletrônica brasileira discutem os desafios técnicos e criativos que enfrentam no estúdio.

Com os DJs/produtores Gabe, André Salata e Antonio Eudi

DORES DO CRESCIMENTO | SHOW BUSINESS

Quais os principais desafios enfrentados para transformar uma ideia em um evento de sucesso? O que fazer quando as coisas dão errado? Essas e outras perguntas serão respondidas pelas pessoas por trás de alguns dos principais cases do mercado brasileiro.

Com Jeje (produtor Tribaltech), Juliana Cavalcanti, Caio Taborda (DJ e produtor Gop Tun), Victor Senedesi (Tântsa)

DISTRIBUIÇÃO DIGITAL INDEPENDENTE | TRENDING TOPICS

Muitos artistas ainda se consideram reféns das gravadoras e não conhecem as possibilidades de distribuição digital independente, assim como as melhores práticas para promover sua música por conta própria. Entenda como é possível alcançar sucesso sem abrir mão de grande porcentagem de sua carreira.

Com Brunno Constante (One RPM), André Dazzo, Marcos Chomen (CD Baby) e Maurício Bussab 

ANDERSON NOISE X DJ MAU MAU | ART IN SOUND

Quando dois gigantes da cena eletrônica completam 30 Anos de carreira, é melhor ficar de ouvidos e olhos atentos! Saiba tudo sobre o tour especial que se chamará 30/30.

Com DJ Mau Mau e Anderson Noise

IN THE CLUB! | SHOW BUSINESS

O tempo passa, a cena muda, e os clubs do Brasil continuam dando muito pano pra manga – ou pra pista! Mas como fazer um negócio ligado ao “Nightlife” prosperar e se tornar algo sustentável nos dias de hoje?

Com Mario Sergio Albuquerque (Laroc – Valinhos), Eli Iwasa (Caos – Campinas), Angelo Leuzzi (Amore – SP) e Leo Ziller (Hangar 677 – BH)

COCADA: LEVANDO A NOSSA MÚSICA PARA O MUNDO | MUSIC+BRANDS

Conheça a Cocada, uma iniciativa criada para impulsionar talentos da música eletrônica da América do Sul com o objetivo de conectar artistas, DJs produtores através das mais diferentes plataformas.

Com Roland Leesker e Matt de Plessis (Get Physical Music), Hauy (DJ/produtor)

CRIA DA CASA – FESTIVAIS DO BRASIL | SHOW BUSINESS

A frase do futebol “Craque se faz em casa” hoje também pode ser aplicada no mundo dos festivais pelo Brasil, selecionamos um time de festivais brasileiros para explicar este fenômeno que apesar da crise econômica se mantem firme e forte.

Com Luis Gustavo  Zagonel (Warung Day Festival), Erick Dias (Xxxperience), Jeje (Tribaltech), Du Serena (Tribe) e Guga Trevisani (Kaballah)

DEDICAÇÃO E ADMIRAÇÃO, O QUANTO É IMPORTANTE TER FÃS? | TRENDING TOPICS

Algumas artistas trabalham muito para conquistar o seu público, quais são os caminhos e obstáculos e serem percorridos e como transformar esta relação em algo especial.

Com os DJs/produtores João Brasil, Illusionize e CIC, Guigo Monfrinato (Analista de Marketing) e Carlla Bastos (Diretora Artística) 

A ARTE DO MARKETING | MUSIC+BRANDS

O marketing de um produto criativo, como a música, é o mesmo que o marketing de uma marca de consumidor? O que as agências de publicidade podem aprender com as gravadoras e o que as gravadoras podem aprender com o setor de publicidade? Marketing é uma ciência na forma como as agências de publicidade acreditam, ou é tanto sobre a compreensão do mercado, seus consumidores e suas necessidades?

Com SIofra McComb (!K7 Records Alemanha), Amanda Chang (DJ/produtora) e Juliana Cavalcanti (Reality)

UMA NOVA MPB CONQUISTA O UNDERGROUND | TRENDING TOPICS

Um movimento que mistura MPB e elementos tradicionalmente brasileiros à batida 4×4 vem ganhando força nas pistas brasileiras. Conheça alguns representantes deste som que valoriza um dos maiores produtos culturais brasileiros: a nossa música de raiz.

Com Igor Lucarini (Sonido Trópico), DJ Tahira, DJ FlavYa e Felipe Delgado (FITA).

FESTEJANDO A CRIATIVIDADE | SHOW BUSINESS

Nos últimos cinco anos surgiram festivais por todo o país voltados a propagar a economia criativa e a inovação. Quais as oportunidades e os desafios do setor? O que o mercado musical tem a aprender com eles e como ele pode dialogar de forma mais eficaz com os demais segmentos criativos.

Com Gabriel Cevallos (Kino Beat – POA), Fabio Seixas (Festival Path), Bruna Calegari (Subtropikal – CWB) e Ralph Peticov (Hack Town)

QUEBRANDO A BATIDA | TRENDING TOPICS

Há tempos que o público jovem vem pedindo sons mais quebrados, que fogem do House e Techno. Além de inovadores, o Trap e o RAP possuem conotação política e social que têm tudo a ver com os novos tempos. Ouça o que uma turma de respeito tem a dizer sobre a invasão das batidas quebradas nas pistas!

Com os DJs/produtores NAVE, Omulu e Badsista

TECNOLOGIA ALIADA AO ENTRETENIMENTO: USO DE DADOS NA GESTÃO DE EVENTOS | FUTURE FORUM

Entenda os impactos na venda de ingressos e acesso do público a partir das ações de divulgação de um evento. A Sympla traz cases de eventos em todo Brasil para exemplificar a importância da análise de dados e de um bom planejamento de divulgação.

Com Karla Megda (Sympla)

BLOCKCHAIN E A TRANSFORMAÇÃO DA MÚSICA | FUTURE FORUM

Como a tecnologia que está por trás das criptomoedas e contratos inteligentes pode transformar a cadeia de valor da música e a relação entre artistas e seus fãs? Entenda o que está por trás desta revolução iminente.

Com André Salem

D-EDGE 1.8 | ART IN SOUND

Completando 18 anos de serviços prestados à música eletrônica, o D-Edge vem se reinventando através do tempo. Apostando em uma experiência sensorial de som, light design, comportamento e inovação, se tornou referência no segmento de night club. Este painel inédito mostra o presente, passado e futuro através de gerações que conhecem e amam a marca.

Com Renato Ratier, Anderson Noise, Daniel Raad (host), Melanie Havens

WORKSHOP VDMX: PERFORMANCE VISUAL COM BRUNO BEZ | ART IN SOUND 

O software VDMX é uma plataforma visual digital modular que controla visuais em tempo real. Entenda melhor seus principais recursos e como saber montar uma solução otimizada para performances visuais ao vivo. O artista visual Bruno Bez ministra este workshop e compartilha um pouco do seu conhecimento adquirido nos últimos 10 anos dedicados a ferramenta. Workshop para entusiastas e pesquisadores visuais e novas mídias, artistas visuais e contemporâneos, designers, produtores de cinema, fotógrafos, músicos instrumentistas, programadores, VJs e DJs

Com Bruno Bez (VJ/visual artist)

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o BRMC

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL
[fbcomments]

Notícia

Documentário sobre Avicii voltará ao Netflix no fim do mês

Lançado no final de 2017, filme foi retirado da plataforma após sua morte, em abril deste ano

Phouse Staff

Publicado há

True Stories Brasil
Foto: Reprodução

O documentário sobre a vida de Avicii está prestes a voltar ao Netflix. No próximo dia 28, o filme dirigido por Levan Tsikurishvili está confirmado na plataforma em países como Reino Unido, Canadá, Estados Unidos e Austrália. No Brasil, sua volta ainda não foi confirmada.

Antes de ser disponibilizado pelo serviço de streaming, alguns cinemas exibirão o título com exclusividade, como em Los Angeles, no Laemmie Theatre, entre os dias 14 e 20 de dezembro, e em Nova Iorque, no Cinema Village, entre os dias 21 e 27 do mesmo mês.

True Stories aborda os bastidores da trajetória do artista — de sua ascensão meteórica à queda pelo estresse e os problemas de saúde, provocados pela intensa agenda de turnês —, e foi lançado antes da trágica morte do artista. É possível notar que o filme deu muitas pistas de que o pior estava por vir, mas ninguém percebeu a tempo.

Avicii demonstrava constantemente cansaço físico e mental, e até mesmo, numa espécie de previsão sinistra, vemos Ash Pournouri — seu antigo empresário, considerado pelo pai de Avicii o responsável pela morte do DJ — alertando: “O Tim [Avicii] vai morrer, com todas as entrevistas, shows e turnês… Ele vai cair morto”.

Em entrevista recente ao Guardian, Tsikurishvili revelou ter passado por uma avalanche de emoções ao assistir ao filme pela primeira vez após a morte do amigo. “Era felicidade, tristeza, raiva, tudo o que você pode imaginar. Ao mesmo tempo, foi muito bom vê-lo novamente”, declarou.

No Brasil, o documentário teve sua estreia em maio pelo Canal BIS. Hoje, está disponível para assinantes pelo Globosat Play.

LEIA TAMBÉM:

Diretor do documentário de Avicii dá depoimento emocionante sobre o artista

Documentário sobre Avicii pode ser indicado ao Oscar

Bandeirão do Avicii entra em leilão para ajudar ONG contra o suicídio

Avicii, Swedish House Mafia, Guetta… Confira os DJs mais pesquisados no Google em 2018

Família e fãs juntam-se em memorial para Avicii na Suécia

Continue Lendo

Notícia

Com novo single, Chainsmokers completam seu segundo álbum

Disco é formado pelos dez singles lançados durante o ano

Phouse Staff

Publicado há

Sick Boy
Foto: Reprodução

Com Winona Oak, os Chainsmokers lançaram “Hope”, single que fechou o pacote dos dez lançados entre janeiro e dezembro, totalizando no álbum Sick Boy, sucessor de Memories… Do Not Open, de abril do ano passado. 

Sick Boy, portanto, traz todos essas canções que o duo vinha lançando mensalmente (com excessão de maio e junho), como “Beach House”“This Feeling”, “Siren”, “Save Yourself”“Somebody” e “Side Effects” — músicas que ainda carregam participações especiais de Emily Warren, Kelsea Ballerini, Aazar e NGHTMARE.

O disco apresenta um Chainsmokers levemente diferente, experimentando com outras texturas e sonoridades: ainda há muito do piano-pop do primeiro álbum, mas também aventuras pela bass music e saudações à house clássicaSick Boy pode ser conferido na íntegra no player abaixo.

 

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre os Chainsmokers

Continue Lendo

Notícia

Öwnboss explica como surgiu “Tell Me”, collab com Cevith e SPECT3R

Música foi lançada na última sexta-feira, via Liboo

Phouse Staff

Publicado há

Öwnboss
Foto: Divulgação

Tudo começou quando Eduardo Zaniolo e Mário Camargo, do Öwnboss, receberam um e-mail do jovem produtor campinense Cevith. O mail trazia o “exoesqueleto” de uma música, apenas com os acordes de guitarra de Cevith, complementados com a voz de Ana Luísa e o violão de Júlio César — irmão e irmã que formam o duo mineiro SPECT3R.

A partir daí, o Öwnboss não pensou duas vezes em aceitar o convite para trabalhar naquela base, e se inspirou para abrilhantar a canção com o seu toque electropop. Foi assim que surgiu “Tell Me”, single colorido, na pegada do verão, lançado nessa última sexta-feira (14), pela Liboo/Universal Music.

 

Foi o próprio Eduardo quem contou essa história pra Phouse. “O Cevith nos disse que achava o som a nossa cara, e que sempre que a gente trabalha em cima de uma track, mantemos a essência dela, sem deixar nada fora de harmonia. E a gente tem essa característica mesmo: quando produzimos um remix ou um som original, fazemos algo bem suave, com timbres bem harmônicos”, revela o artista do Öwnboss.

“Acabamos caindo num timbre de baixo Sylenth, que nos levou a fazer a sequência das notas tipo aqueles punk rocks californianos dos anos 2000, como o Blink 182“, continua. “Fizemos a base dela inteira e reenviamos pro SPECT3R e pro Cevith, que acharam o clap parecido com o de ‘Blue Monday’, e trabalharam em cima dela pra finalizar. E aí chegamos no resultado final, que foge um pouco do que tá sendo lançado hoje em dia, que tá um pouco genérico, né?”

“Tentamos fazer algo mais original. É o tipo de música que sempre que a gente tocar, vai dar aquele sentimento bom, de festa. O vocal e a guitarra são muito emocionantes”, conclui Eduardo.

LEIA TAMBÉM:

RADIØMATIK e Öwnboss lançam remix para clássico da eletrônica brasileira 

20 artistas do mainstream nacional para ficar de olho em 2018 

Entrevista exclusiva com Öwnboss, projeto em ascensão na cena eletrônica brasileira

Continue Lendo

Publicidade

Green Valley – 300×250
Go Festivals – Tomorrowland 300×250
Sundance (300×250)

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Sundance Pop Up