Connect with us
XXX Leaderborder
Cat House Leaderborder
Burn Residency – Leaderborder
Federal Leaderborder

Notícia

Seth Troxler, Pete Tong e Loco Dice falam sobre cena underground; assista!

Phouse Staff

Publicado em

24/08/2017 - 18:20

A Burn Energy Drink lançou um novo episódio da sua série Residency Stories. Com cinco minutos e o título autoexplicativo “The Underground”, o capítulo busca desvendar o lado underground da dance music, questionando o significado do termo. O curta foi filmado em Ibiza e conta com a participação de grandes nomes, como Pete Tong, curador da iniciativa, Seth Troxler e Loco Dice, além do vencedor do Burn Residency 2016, o italiano Lollino.

+ O Seth Troxler profanou o Templo com um loop de funk; queimem o herege!

“A dance music underground possui os mesmos critérios do início do punk rock”, diz Tong, que ainda relembrou da sensação que tinha por volta de 1987 — época dos primórdios da cultura clubber, com a ascensão do movimento acid house. “Você fazia parte de algo meio secreto, que ninguém mais sabia o que era e isso te fazia diferente de todo mundo. Saindo da escola e curtindo soul, funk e rave groove, e encontrando toda aquela gente que sabia dessa música que ninguém mais parecia conhecer”.

+ Conheça a história de um dos clubs mais lendários de todos os tempos

“O que é mais underground que um bando de garotos fazendo novos experimentos em um porão?”, complementa Troxler. “Eu lembro-me de ir a Detroit, onde as únicas pessoas que frequentavam as festas eram outros DJs.” Em meio a lembranças, observações e menções a lugares particulares do planeta, surge até o paradoxo entre a cena underground inicial e o status que ela carrega hoje em dia, já tendo saído do estágio de incubação e sendo reverenciada por milhões de pessoas no mundo todo. Seth Troxler explica: “Eu sou um artista muito popular, mas considero que o som que eu toco é underground. Ele é bem retrô, bem de nicho, é uma subcultura”.

+ Dois novos documentários sobre dance music para ficar de olho

“The Underground”, que você vê abaixo, é o quarto episódio da Burn Residency Stories — você pode assistir aos outros três aqui. Competição que premia um DJ por ano com cinco residências em Ibiza e um contrato de cem mil Euros, a Burn Residency está em sua sétima edição nesta temporada.

CONFIRA TAMBÉM:

Teaser de documentário tem Garrix, Guetta, Angello, Troxler e Oakenfold

20 anos em uma hora: assista ao documentário sobre a XXXPERIENCE

Por favor, alguém traga este filme e estes DJs iranianos para o Brasil

Diplo apresenta 2ª temporada de série que explora culturas pelo mundo

Kygo terá documentário baseado em sua ascensão

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

Burning Man pede que frequentadores parem de cagar na areia

Phouse Staff

Publicado há

Burning Man
Foto: Reprodução
Solução inclui sacos sanitários e mais sinalização

A organização do Burning Man vem enfrentando problemas sanitários por falta de educação por parte dos participantes do festival. Para tentar manter limpo o deserto de Black Rock, os participantes da cidade temporária serão incentivados a utilizar sacolas higiênicas e garrafas para não defecar e urinar no chão. O problema chegou a tal ponto que motivou um artigo no Reno Gazette, jornal de cidade próxima ao evento, e chamou a atenção de portais de dance music como a Mixmag e o YourEDM.

O Burning Man visa sustentabilidade, e prega por não deixar nenhum rastro de sujeira no ambiente — e isso inclui todas as formas de poluição, inclusive cocô. Porém, a recorrência de fezes numa das áreas do festival chamada “Deep Playa” tem preocupado os órgãos ambientais e sanitários da região. A principal causa do problema é a distância entre a Deep Playa e a Black Rock City, onde fica a maior parte da estrutura, inclusive os banheiros químicos. Imagine ter que andar um quilômetro, no meio do deserto, com aquele desconforto intestinal…

Burning Man

Essa galera não parece ter problema pra encontrar um vaso no deserto. Foto: Reprodução

Segundo a imprensa americana, a Bureau of Land Management, agência federal que supervisiona o Burning Man, fez um relatório sobre o problema. O documento aborda não só a questão das fezes, mas alerta também para ocorrências de vômito e urina. Que delícia! Segundo a agência, os funcionários do festival devem estar preparados para atender as necessidades sanitárias do evento e disponibilizar os itens de higiene necessários, tanto no camping quanto nas demais áreas.

Para tentar resolver a cagada, os organizadores do Man propuseram o uso de sacolas (tipo aquelas que usamos quando o cachorro vai passear) e garrafas de água para quando não tiver jeito de segurar. Após o uso, os itens podem ser descartados em locais adequados dentro do festival. Haverá também mais sinalizações sobre localização e incentivo para as pessoas usarem os banheiros químicos.

E para reduzir a probabilidade de utilização das sacolas e garrafas, o festival vai rever a logística de posicionamento dos banheiros químicos e fornecer o material sanitário necessário.  No ano passado, havia 1.700 banheiros químicos disponíveis para um público estimado em 69 mil pessoas. Esperamos que neste ano as pessoas caguem nos lugares certos…

LEIA TAMBÉM:

Designers projetam globo espelhado gigante para o Burning Man 2018

Continue Lendo

Notícia

Santti e Kiko Franco somam forças no remix de “Bird”

Alphabeat Records

Publicado há

Bird
Santti e Kiko Franco. Foto: Divulgação
Faixa foi lançada nesta sexta pela Alphabeat Records

O remix de “Bird”, faixa de Time com Olivia Dawn, lançada em março pela GreenEye Music, é o lançamento da vez da Alphabeat. A produção é resultado da parceria entre Kiko Franco e Santti. Com uma base sólida voltada para a house music e um saxofone marcante em seu drop, a música é uma promessa de sucessos para as pistas.

Kiko Franco, que desde o início do ano de 2018 vem lançando várias músicas, se uniu com o prodígio Santti, que já soma milhões de plays no Spotify com os hits “Sober” e “Sunshine”. O remix de “Bird” é a mistura certa do estilo desses dois artistas.

Além do remix dos dois brasileiros, a Alphabeat Records também lançou um “vocal remix” do produtor nova-iorquino MITCH LJ. Confira as duas tracks:

Continue Lendo

Notícia

Após conquistar outras cidades, festa dos Cat Dealers chega em BH

Phouse Staff

Publicado há

Foto: Reprodução
Cat House invadirá a capital mineira no começo de agosto

No dia 04 de agosto, um sábado, o Clube Serra da Moeda, em Belo Horizonte, vai receber a primeira edição da Cat House, a festa autoral dos Cat Dealers, que já conquistou cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Na beira da Lagoa dos Ingleses, o clube tem toda uma ambientação em meio à natureza, conforme destaca Otacílio Mesquita, da OTM Produções.

“Esta é primeira edição da Cat House em BH, e o local escolhido é especial, pois está em meio a natureza e à beira da Lagoa dos Ingleses, no Clube Serra da Moeda! O Cat Dealers está em um momento muito importante e tem uma legião de fãs na capital, e a festa deles vem no momento certo”, comentou.

Pra saber mais sobre as origens da Cat House e sobre o que esperar para a edição mineira, Pedrão e Lugui bateram um papo com a Phouse TV, falando sobre a festa. Confira no player abaixo!

Além da dupla carioca, estão escalados Beowülf, o duo Elekfantz, Gustavo MotaJØRD. Via Sympla, os ingressos já estão no segundo lote, a partir de R$ 110,00.

Confira também o video promocional do evento com destaque para o Clube Serra da Moeda:

LEIA TAMBÉM:

Cat Dealers revelam novos planos e curiosidades sobre parceria com Cleo Pires

Só Track Boa anuncia festival no gramado do Mineirão

Confira as primeiras atrações confirmadas para a #XXX22

Continue Lendo

Publicidade

Winter Music 300×250
Federal Music 300×250
XXXperience 300×250
Cat House 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
XXXPerience Pop Up