Burning Man
Solução inclui sacos sanitários e mais sinalização

A organização do Burning Man vem enfrentando problemas sanitários por falta de educação por parte dos participantes do festival. Para tentar manter limpo o deserto de Black Rock, os participantes da cidade temporária serão incentivados a utilizar sacolas higiênicas e garrafas para não defecar e urinar no chão. O problema chegou a tal ponto que motivou um artigo no Reno Gazette, jornal de cidade próxima ao evento, e chamou a atenção de portais de dance music como a Mixmag e o YourEDM.

O Burning Man visa sustentabilidade, e prega por não deixar nenhum rastro de sujeira no ambiente — e isso inclui todas as formas de poluição, inclusive cocô. Porém, a recorrência de fezes numa das áreas do festival chamada “Deep Playa” tem preocupado os órgãos ambientais e sanitários da região. A principal causa do problema é a distância entre a Deep Playa e a Black Rock City, onde fica a maior parte da estrutura, inclusive os banheiros químicos. Imagine ter que andar um quilômetro, no meio do deserto, com aquele desconforto intestinal…

Burning Man
Essa galera não parece ter problema pra encontrar um vaso no deserto. Foto: Reprodução

Segundo a imprensa americana, a Bureau of Land Management, agência federal que supervisiona o Burning Man, fez um relatório sobre o problema. O documento aborda não só a questão das fezes, mas alerta também para ocorrências de vômito e urina. Que delícia! Segundo a agência, os funcionários do festival devem estar preparados para atender as necessidades sanitárias do evento e disponibilizar os itens de higiene necessários, tanto no camping quanto nas demais áreas.

Para tentar resolver a cagada, os organizadores do Man propuseram o uso de sacolas (tipo aquelas que usamos quando o cachorro vai passear) e garrafas de água para quando não tiver jeito de segurar. Após o uso, os itens podem ser descartados em locais adequados dentro do festival. Haverá também mais sinalizações sobre localização e incentivo para as pessoas usarem os banheiros químicos.

E para reduzir a probabilidade de utilização das sacolas e garrafas, o festival vai rever a logística de posicionamento dos banheiros químicos e fornecer o material sanitário necessário.  No ano passado, havia 1.700 banheiros químicos disponíveis para um público estimado em 69 mil pessoas. Esperamos que neste ano as pessoas caguem nos lugares certos…

LEIA TAMBÉM:

Designers projetam globo espelhado gigante para o Burning Man 2018

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Vokker, HAAS, Tayla Maturo – Sunrise

Hoje, pela Phouse Tracks, lançamos “Sunrise”, uma collab melódica e com forte…

Calvin Harris fecha nova residência em Ibiza para 2019

DJ tocará durante seis noites no Ushuaïa

DJ de psy lança música com mensagem para as mulheres: “Libertem-se!”

Soul Shine aproveitou o Dia Internacional da Mulher para mandar a letra a todas as garotas

Uma festa no céu: como foi a Cercle no Pão de Açúcar

Com Artbat, Luciano Scheffer e Paulo Foltz, a plataforma francesa encantou os brasileiros em tarde no Rio

Expoente do tech house, Dakar mira nova sonoridade

Enquanto muitos começam a se aventurar no estilo, o paulistano vislumbra “algo mais acessível ao público brasileiro”

Escute “Yesterday”, collab de Vintage Culture com Pimpo Gama

Via Spinnin’, faixa é o primeiro lançamento de Vintage em 2019

Conheça os headliners das próximas aberturas de Laroc e Ame Club

Nomes como Nicky Romero, Aly & Fila, Kölsch e Nastia serão atração entre abril e julho

Assista a um belíssimo vídeo em tributo a Avicii

Com mais de três minutos, vídeo foi ao ar em última edição do “Grammy sueco”

Na esteira do Swedish House Mafia, Ultra Europe anuncia novos headliners

12 novos nomes foram acrescentados ao festival

Porter Robinson funda seu próprio festival

O chamado Multiverse terá sua primeira edição em junho, nos Estados Unidos