Conor Maynard
Foto: Divulgação

O cantor inglês Conor Maynard, responsável pela voz em “Pray” — single recente de Alok — cancelou sua programação no Brasil depois de sofrer uma tentativa de assalto à mão armada na Rua Oscar Freire, em São Paulo, na noite de domingo.

Conor veio ao país justamente para promover “Pray” com o DJ, além de também ter visita marcada em algumas ONGs ao lado do goiano. Segundo a assessoria de imprensa, “o artista conseguiu fugir após ver o vidro do carro onde estava sendo quebrado pelo bandido. Conor está muito abalado com o ocorrido, e por conta disso anunciou o cancelamento da agenda que iria realizar na semana, antecipando seu retorno à Inglaterra”.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Alok

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Martin Garrix revela que não vai tocar no Mainstage do Tomorrowland

Lugar que pertenceu ao holandês nos últimos anos deve ser ocupado pelo Swedish House Mafia

Os 4 singles que antecedem o novo álbum de ILLUSIONIZE

“X” está previsto para o começo de fevereiro

Confira os últimos headliners da primeira fase do Tomorrowland

75 nomes foram revelados durante esta semana

O Epic mais “epic” de todos? Eric Prydz anuncia novo live para o Tomorrowland

Produtor afirma ter desenvolvido sua própria tecnologia para o projeto

Suposta versão final de faixa de Avicii vaza na web

Música pode vir a ser lançada em álbum póstumo do produtor sueco

David Guetta colabora com Brooks pela 2ª vez em “Better When You’re Gone”

Canção também traz a participação do duo americano Loote

EXCLUSIVO: Diplo puxará trio elétrico no Carnaval de Salvador

Informação foi apurada pela Phouse

5 razões para conhecer a NO1SE, nova boat party no Nordeste

Festa oferece uma combinação de música eletrônica com visual paradisíaco

Pôster na Croácia sugere Swedish House Mafia no Ultra Europe

A peça publicitária foi encontrada em Zagrebe

Valesuchi detona Dekmantel por não incluir artistas latino-americanos; festival responde

DJ enxerga relação de caráter exploratório entre festival e artistas da América Latina