Datsik

Depois de ter carreira destruída, Datsik ressurge em novo vídeo público

Em vídeo postado no Facebook, o DJ admite erros, mas evita falar diretamente sobre as acusações de assédio e abuso sexual feitas no ano passado

Há cerca de um ano e meio, Troy Beetles, o Datsik, teve a carreira destruída após inúmeras acusações de que teria sido autor de assédios e abusos sexuais contra fãs nos backstages de suas apresentações. Desde então, o canadense se manteve afastado da música e das redes sociais. Nessa terça, no entanto, ele resolveu quebrar o silêncio.

Em um vídeo de sete minutos postado em sua página no Facebook, o DJ desabafou sobre os rumos que sua vida tomaram e agradeceu àqueles que lhe que manifestaram apoio. Porém, apesar de pedir desculpas pelo “comportamento inadequado”, em momento algum ele se desculpa com suas acusadoras, ou mesmo se refere diretamente a elas – em vez disso, colocou a culpa na ansiedade e na depressão, que teriam sido resultado da vida estressante das turnês.

“Nos últimos 18 meses, levei o tempo necessário para olhar no espelho e trabalhar para me aperfeiçoar através da introspecção e da terapia. Levei os comentários que foram feitos sobre mim muito a sério. Somente entendendo um problema você é realmente capaz de corrigi-lo, então eu tenho usado esse ano e meio para fazer uma grande pesquisa do fundo da minha alma e descobrir como posso me aperfeiçoar e fazer escolhas de estilo de vida mais inteligentes”, disse. “Peço desculpas pelo meu comportamento inadequado e pelo estilo de vida imprudente que acabou tendo um efeito negativo nos meus relacionamentos. É um estilo que não estou mais praticando, e que trabalhei duro para superar.”

“Até então, eu só quero dizer obrigado às pessoas que ficaram comigo e me apoiaram enquanto eu estava no fundo do poço. Publicamente, eu sei que foi difícil, mas todas as mensagens privadas realmente significaram muito para mim”, continuou. “Gostaria de recuperar a confiança de vocês, sou um ser humano e continuo aprendendo e crescendo, e acredito que essa jornada me mudou para melhor”, declarou o DJ, que também fazia parte do Ephwurd — duo pioneiro da bass house que atualmente é tocado apenas por seu ex-parceiro, Bais Haus.

Troy ainda afirmou que música é a sua vida, e que espera ressurgir como um “Datsik 2.0”, dando a entender que está tentando voltar à ativa. A manifestação, porém, acabou não caindo muito bem na comunidade da música eletrônica. Artistas e fãs manifestaram descontentamento com o tom personalista dado por ele, e com as tentativas de justificar seus atos.

+ RELEMBRE O CASO: DJ bem-sucedido perde tudo a partir de denúncias de assédio e abuso sexual

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PHOUSE MUSIC
SPOTLIGHT