Connect with us
Sollares Leaderborder
Go Festivals – Tomorrowland Winter Full

Notícia

Eli Iwasa lança mix para série com ex-alunos da Red Bull Music Academy

Phouse Staff

Publicado em

18/04/2018 - 13:16
Eli Iwasa Red Bull
Foto: Divulgação
A DJ e empresária brasileira conta em primeira mão como foi a experiência de participar da academia, há 15 anos

Foi em 2003 que Eli Iwasa participou da edição na Cidade do Cabo, na África do Sul, da Red Bull Music Academy — uma das maiores instituições musicais do mundo, que rola anualmente em diferentes partes do planeta e já levou alguns brasileiros como Carrot Green, Daniel Limaverde, Luisa Puterman e Érica Alves (e que neste ano terá o prodígio Benjamin Sallum).

Escolhida entre diversos artistas — e então em início de carreira —, a DJ, que já começava a trilhar um caminho sólido aqui no Brasil, aproveitou ao máximo toda a experiência que a RBMA proporciona desde 1998. “Assisti a palestras com lendas como o Bob Moog e até participei de uma jam session com o Hugh Masekela. Foram duas semanas intensas de imersão musical. Toquei em um dos eventos da RBMA na cidade, conheci a cultura local, mas o mais legal foi a troca de experiências com gente do mundo inteiro, tão apaixonada por música quanto eu”, contou a artista paulistana, em exclusividade para a Phouse. “Foi um momento decisivo na minha vida, porque voltei para o Brasil determinada a ser uma boa DJ e realmente construir uma carreira”.

+ Com Eli Iwasa, Brazil Music Conference divulga alguns dos big names para maio

O resto da história é conhecida: Eli se tornou uma das DJs mais requisitadas do país, é dona de dois clubs extremamente bem-sucedidos em Campinas — Club 88 e o inaugurado recentemente Caos — e viaja o mundo levando sua visão musical, seja como headliner, seja abrindo ou fechando para artistas do calibre de Dixon, Marcel Dettmann e Nina Kraviz.

Agora, uma década e meia depois, ela foi convidada a produzir um mix para a Red Bull Radio, na edição especial “Alumni”, que vem lançando toda segunda-feira sets especiais de ex-alunos expressivos da academia. “Em todo esse tempo, minha relação com a Red Bull continuou forte. Fiquei muito feliz em receber o convite, e de alguma maneira relembrar e celebrar os 15 anos da minha participação”, continua a DJ. Até este momento, além do set de Eli, lançado ontem, a série criada para celebrar os 20 anos de Red Bull Music Academy já trouxe podcasts de DJ Yogo, Krizzli, Kate NV e Stiletti-Ana. É provável que nomes gigantes da cena mundial que também foram alunos — como Flying Lotus, TOKiMONSTA, Black Coffee, Hudson Mohawke e a própria Nina Kraviz — pintem em breve.

[Se o player não estiver funcionando no seu computador, acesse o mix aqui]

Para transmitir sua identidade através do mix, Iwasa buscou músicas e referências que passam pelas diversas nuances do techno. “Quis fazer algo que contasse um pouco da minha história até chegar aos dias atuais; de tracks importantes de Basic Channel e Thomas Brinkmann a uma faixa inédita do Bleeping Sauce, e também produções de brasileiros que gosto muito e outras coisas que tenho tocado. Gosto bastante de gravar podcasts porque não tenho a preocupação de bombar uma pista, e sim de construir uma historinha através da música”, completa a artista.

Eli Iwasa ainda lança amanhã (19) música nova com seu projeto paralelo Bleeping Sauce, que toca com Marco A.S. A faixa integra a compilação La Femme, da Austro Music, que traz um enfoque nas grandes produtoras de música eletrônica do Brasil, como Aninha, Ellie K, Jessica Tribst e Nana Torres.

Confira a tracklist do podcast da Eli Iwasa para a Red Bull Radio:

Maurizio – M05A (Original Mix) – M
Basic Channel – Phylyps Trak II_II – Basic Channel
RHR – Quebrada – In Their Feelings
Thomas Brinkmann – Ulla 1 (Original Mix) – MaxErnst
Amrint Keen – Natural Homeostasis – Uncanny Valley
The Soul Architect – Feel The Love (L_cio Remix)
Baby Ford – Messenger Box – Sender Records
Anthony Rother – When The Sun Goes Down (Underground Resistance Ain’t No Sunshine Remix) – Datapunk
Tessuto – Delay For a Dream – Future Visions Label
Subversive – Chainbreaker (Voiski Remix) – VRV
Mattes Schwarz – There Are Secrets – Magazine

Bleeping Sauce – Black Hole – Unreleased

LEIA TAMBÉM:

Saiba tudo sobre o Caos, novo clube do underground de Campinas

Eli Iwasa e Du Serena falam sobre o Warung Tour Campinas

Confira a coletânea dos alunos de 2015 da Red Bull Music Academy

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

EP de Hikaru Utada com Skrillex é lançado; ouça!

Disco traz a trilha sonora do game “Kingdom Hearts III”

Phouse Staff

Publicado há

Hikaru Utada
Foto: Reprodução

O EP Face My Fears, batizado a partir da faixa homônima da cantora japonesa Hikaru Utada com Skrillex e o Poo Bear, foi lançado nessa última sexta-feira, via Epic Records Japan.

O disco traz quatro sons: duas versões da collab entre os artistas (uma em inglês e outra em japonês, ambas comandadas pela voz de Utada) e outra inédita da artista: “Don’t Think Twice” — bem como sua versão em japonês, “Chikai”.

Todas as músicas fazem parte de Kingdom Hearts III, o mais novo game da parceria entre a Square Enix e a Disney, e do qual o Skrillex é fãzaço. O jogo será lançado mundialmente no próximo dia 29, para Playstation 4 Xbox One. Em dezembro, um trecho de “Face My Fears” pôde ser conferido a partir do trailer do game (relembre aqui).

Continue Lendo

Notícia

O Epic mais “epic” de todos? Eric Prydz anuncia novo live para o Tomorrowland

Produtor afirma ter desenvolvido sua própria tecnologia para o projeto

Phouse Staff

Publicado há

Electronic Music Awards Vencedores EPIC HOLOSPHERE
Foto: Reprodução

Em um anúncio curto na última semana, Eric Prydz revelou seu novo projeto, que será debutado no Tomorrowland. Chamado de EPIC: HOLOSPHERE, o live já havia figurado entre a lista de hosts do festival, mas Prydz posteriormente explicou do que se trata.

“Este será, de longe, o EPIC mais avançado tecnicamente até hoje. Com o EPIC, sempre tentamos levar a tecnologia existente ao seu limite; com o EPIC: HOLOSPHERE, entretanto, a tecnologia simplesmente não estava disponível, então desenvolvemos a nossa própria”, escreveu, em suas redes sociais.

+ CLIQUE AQUI para conferir imagens do HOLO, último live inédito de Eric Prydz

O novo live sucede o HOLO, e segundo o artista, vem sendo idealizado há dois anos. “Minha equipe e eu tivemos uma visão que levou dois anos para desenvolver. É muito excitante poder anunciar isso agora, e mostrar a vocês o próximo capítulo do EPIC”, concluiu.

O projeto será apresentado em duas datas no Tomorrowland: 19 e 26 de julho.

LEIA TAMBÉM:

Tomorrowland revela os hosts dos palcos de 2019

Assista ao novo live de Eric Prydz no Creamfields

Creamfields London Steel Yard terá showcase da Space Ibiza e HOLO, do Eric Prydz

Eric Prydz lança o HOLO, seu novo projeto audiovisual

Eric Prydz lança gravação do EPIC 5.0 com tracklist

Continue Lendo

Notícia

Produtor anuncia álbum póstumo de pioneiro da house music

Com material inédito, disco trará compilação da famosa série “Director’s Cut”, de Frankie Knuckles e Eric Kupper

Phouse Staff

Publicado há

Frankie Knuckles
Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira, 18, o lendário Frankie Knuckles faria 64 anos se estivesse vivo. Pra celebrar a data, o amigo e colega de collabs Eric Kupper anunciou hoje um álbum póstumo, que trará todo o material da “Director’s Cut” — série assinada por Knuckles e Kupper, em que a dupla tanto produzia material inédito quanto novas versões de clássicos da house.

O disco, portanto, trará boa parte das últimas produções do padrinho da house music (a série começou em 2011, e Knuckles morreu em 2014). Via SoSure Music, o álbum está previsto para a primavera norte-americana (nosso outono), mas será dividido em partes: o primeiro single será um “Director’s Cut edit” de “Baby Wants to Ride”, um dos maiores clássicos do falecido DJ. O single vem em três versões: o edit da Director’s Cut, em dois tamanhos diferentes, e outro edit, feito por Jimmy Edgar (que será o lado B no vinil).

Este primeiro single chega em vinil no dia 1º de fevereiro, e será lançado digitalmente no dia 15. A Frankie Knuckles Foundation — ONG americana que foca suas ações em educação musical nas escolas, juventude LGBTQ sem-teto e prevenção de AIDS e diabetes — receberá 50% dos lucros do álbum póstumo.

Relembre a original de “Baby Wants to Ride”, de 1987:

LEIA TAMBÉM:

Comemoramos o aniversário do eterno Frankie Knuckles com uma música lançada do além

Escute um mix de Frankie Knuckles de 1992

De maneira simbólica, duas das maiores lendas da história da cultura clubber “revivem” na mesma semana

Volte no tempo e reviva raves históricas

O legado de David Mancuso; como um homem e seu loft inventaram a cultura clubber

Continue Lendo

Publicidade

Sollares 300×250
Go Festivals – Tomorrowland 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Sollares – Pop up