602313_10151704720040820_868195774_n

A revista Ponto House acaba de firmar  parceria com um dos principais sites da noite  de São Paulo.

O AgitosSP que é  representado por Sérgio Luiz Júnior,  teve o prazer de entrevistar com exclusividade para a nossa revista o grande astro da EDM, o grandioso neerlandês Fedde Le Grand que já se apresentou em festivais como Tomorrowland, EDC, UMF e Sensation.

A entrevista foi feita em inglês mas postamos a versão original e a  traduzida pelo google tradutor, vamos conferir?

Por: Sergio Luiz Júnior

 

1-Olá Fedde, Primeiramente  obrigado por ceder seu tempo para esta entrevista. Vamos começar?
Eu que agradeço.

2-Você já esteve no Brasil diversas vezes ,  de que você mais gosta?, os brasileiros são um público diferente dos outros?
Eu amo ir para o Brasil, sempre encontrar uma realmente calorosas boas-vindas sempre que estou lá e para qualquer DJ que é um sonho tocar. Todo mundo gosta de festa, e todo mundo adora dançar, então para mim é perfeito! Acho que as pessoas no Brasil são muito parecidas com as pessoas que vivem no sul da Europa, onde o sol está sempre brilhando – é tudo sobre festas na praia, festas no calor, todos vestindo o mínimo possível – o que não é amar?

3-Já aproveitando a pergunta acima Quando você voltar ao Brasil?
Não deve ser muito longo, espero que ainda este ano!

4-Você está sempre presente no line up do Sensation White, Ultra Music Festival, e Tomorrowland, bem como outros eventos. Como você se prepara para cada evento? Em relação ao tempo para criar ou desenvolver um conjunto?
Eu sempre levo pelo menos 30 minutos antes de cada set de chill out, e se é um festival, então eu quero uma hora para relaxar. É importante para mim, para absorver a atmosfera da situação, a afundar-me na vibração da multidão, sentir a música que está tocando e obter-me no mesmo ritmo para que quando eu vou para o palco eu estou construindo sobre o que foi antes de mim e tomando a viagem ainda maior.

5-Como você recebeu o convite para se apresentar para o segundo , Sensation White no Brasil em 2012?
Tenho uma relação fantástica com os promotores do Sensation, ID & T, então quando eles me pediram para ser residência global, é claro que eu disse sim! Sensation tem me levado a algumas festas incríveis, o Brasil Sensation, claro, era incrível, ela sempre é!

6-Como surgiu o desejo de ser djs e produtor?
Eu sempre amei a música, mas eu comecei a tocar como DJ, quando eu ainda estava na escola, tocando em festas com meus amigos, e que cresceu a partir daí. O lado da produção de coisas veio me resolver gradualmente o som que eu queria jogar fora, e não encontrar tantas músicas que se encaixam com o que eu queria fazer. Então eu tive que começar a fazer meus próprios remixes de músicas, e como eu me tornei mais familiarizado com a forma como o hardware de produção trabalhou comecei a fazer a minha própria música. As coisas simplesmente saiu de lá.

7-Quais são as suas influências musicais?
Eu amo funk e pop, o material high end, pessoas como Michael Jackson e George Clinton, quando eu estava crescendo, eu simplesmente amei o sabor e ritmo que eles colocam em suas músicas. Ninguém poderia criar uma música pop da maneira Michael Jackson poderia, ele ainda está intacto até hoje.

8-projetos para o futuro?
Eu tenho cinco novas faixas na tubulação que será lançado no próximo meses, e, claro, turnês ao redor do mundo ocupa muito do meu tempo.

9-Você já conseguiu uma quantidade enorme desde que chegou ao estrelato em 2006. Como é que você pretende manter?
Eu só quero continuar a crescer como artista e permanecer fiel a mim mesmo e que eu acredito. Eu tenho opiniões muito fortes sobre como a música deve ser feita, a qualidade que deve entrar em produção assim enquanto eu ficar com o que eu acredito e estou feliz com o que estou fazendo, e estou sempre me esforçando para ir que pouco mais de cada vez, então é tudo de bom.

10-Como você define o seu som?
Meu som é muito house, mas pode atravessar em qualquer lugar entre a tecnologia mais minimal e electro sensação ao máximo no lado vocal das coisas. Eu não gosto de pombo buraco mas eu acho que há definitivamente um som “Fedde Le Grand ‘e bater que as pessoas se identificam muito facilmente na minha música.

11-evento que marcou a sua carreira? aquele que você lembra mais por algum motivo especial?
Eu acho que há muitas coisas que marcaram a minha carreira ao longo dos anos. Desde o meu primeiro sucesso com Put Your Hands Up For Detroit para meu remix de Paradise Coldplay, eo No Good remix, a sete anos para os níveis mais altos da música de dança, e ser capaz de jogar em todos os clubes incríveis e grandes festivais de todos mais para o mundo, uma honra incrível e um lote inteiro de diversão 

12 – Enviar uma mensagem para todos os fãs do Brasil, e aqueles que estaram lendo esta entrevista em seu site.
Muito obrigado por ter tempo para me apoiar ao longo dos anos, vocês realmente sabem como fazer uma festa e é sempre um enorme prazer visitar o Brasil e sacudi-la na pista de dança com você. Eu espero vê-lo muito em breve!

 

ENTREVISTA ORIGINAL (INGLÊS)

1-Hello Fedde le Grand, First thank you for taking the time for this interview. Shall we begin?
Thank you for having me!

2-you have stayed in Brazil, sometimes
and parents that you like?, Brazilian public and different from others?

I love coming to Brazil, I always find a really warm welcome whenever I’m there and for any DJ it’s a dream to play. Everybody loves to party, and everybody loves to dance, so for me it’s perfect! I think Brazilian people are very similar to people living in the south of Europe where the sun is always shining – it’s all about parties on the beach, parties in the heat, everyone wearing as little as possible – what’s not to love?

3-Already taking advantage of the question above When you return to Brazil?
It shouldn’t be too long, hopefully still this year!

4-You are ever present in the line up of Sensation White, Ultra Music Festival, and Tomorrowland, as well as other events. How do you prepare for each event? Regarding the time to create or develop a set?
I always take at least 30 minutes before each set to chill out, and if it’s a festival then I want one hour to relax. It’s important for me to soak up the atmosphere of the situation, to sink myself into the vibe of the crowd, to feel the music that’s playing and get myself in the same rhythm so that when I go onto the stage I’m building on what went before me and taking the journey even higher.

5-How did you receive the invitation to perform for the second time, Sensation white in Brazil in 2012?
I have a fantastic relationship with the promoters of Sensation, ID&T, so when they asked me to be their global resident, of course I said yes! Sensation has taken me to some amazing parties, the Brazil Sensation of course was incredible, it always is!

6-Where did the desire to be djs and producer?
I’ve always loved music, but I started out playing as a DJ when I was still in school, playing at parties with my friends, and it grew from there. The production side of things came from me gradually settling on what sound I wanted to play out, and not finding so many tunes that fit in with what I wanted to do. So I had to start making my own remixes of tunes, and as I became more familiar with how the production hardware worked I began to make my own music. Things just went from there.

7-What are your musical influences?
I love funk and pop, the high end stuff, people like Michael Jackson and George Clinton, when I was growing up I just loved the flavour and rhythm that they put into their music. No-one could craft a pop song the way Michael Jackson could, he’s still untouched to this day.

8-projects for the future?
I’ve got five new tracks in the pipeline which will be released in the next couple of months, and of course touring around the world takes up a lot of my time to.

9-You’ve already achieved a huge amount since you shot to stardom in 2006. How do you plan to keep ?
I just want to keep growing as an artist and stay true to myself and what I believe. I have pretty strong opinions about how music should be made, the quality that should go into the production so as long as I stick to what I believe and I’m happy with what I’m doing, and I’m always pushing myself to go that bit farther every time, then it’s all good.

10-How do you define your sound?
My sound is very much house but can cross anywhere between the more minimal tech and electro feel to the full on vocal side of things. I don’t like to pigeon hole myself but I think that there’s definitely a ‘Fedde Le Grand’ sound and beat that people can identify really easily in my music.

11-which event marked his career? one that reminds you more for some special reason?
I think that there are many things that have marked my career over the years. From my first success with Put Your Hands Up For Detroit to my remix of Coldplay’s Paradise, and the No Good remix, to seven years at the very highest levels of dance music, and being able to play at all the amazing clubs and great festivals all over to world, such an incredible honour and a whole lot of fun 

12- Send a message to all fans of Brazil, and those who estaram reading this interview on your site.
Thank you so much for taking the time out to support me over the years, you guys really know how to party and it’s always a massive pleasure visiting Brazil and shaking it on the dance floor with you. I hope to see you really soon!

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Techno pesado: ouça “Old Norse”, novo EP do produtor brasileiro Spuri

EP saiu nesta segunda-feira (29), pela Prisma Techno

Teles e Jorge Pyerre lançam single pela Alphabeat

“Grateful” é o resultado da collab entre os dois artistas

Camboriú será palco do 1º BURN Residency Showcase de 2019

Rolê será feito em parceria com a Seas, no Espaço Garden

ILLUSIONIZE estreia na Dirtybird com “melhor música que já fiz”

“This Is My Flow” faz parte do projeto de expansão internacional do artista

Axwell é anunciado e Tomorrowland fecha segunda fase do lineup

Outros 17 nomes foram revelados nesta sexta-feira

Alphabeat traz novos sons de Juliana Barbosa e Italo Vieira

Confira os dois lançamentos desta sexta na gravadora brasileira

DJ e empresário de sucesso: conheça o trabalho de Rishi Patel

Rishi é DJ e um dos nomes à frente da Plus Eight Equity Partners

Novo hit? FISHER lança “You Little Beauty”

Australiano coloca a cara a tapa depois de explodir com “Losing It”

Consistência e reconhecimento: Rods Novaes fala sobre a trajetória da Not For Us

Com mais de 220 lançamentos, gravadora brasileira está no mercado há oito anos

Kraftwerk fará primeiro show em Ibiza de sua história

A apresentação será parte da celebração dos 20 anos da Cocoon, de Sven Väth