Joy Corporation

Joy Corporation fala sobre amadurecimento e mudança para SP

Um dos DJs mais tocados no Spotify em 2018, o mineiro Felipe Sabbá vem trabalhando para seguir crescendo
* Por Toni Gobatto

Com quatro anos de carreira, Joy Corporation é um dos grandes destaques da indústria nacional. Formado em música, o mineiro Felipe Sabbá  — nome único por trás do projeto, depois da saída do DJ Guilherme Xac — aproveita sua bagagem como cantor, compositor, instrumentista e produtor para se manter sempre em voga no cenário.

“Do You Remember”, seu primeiro single, acabou logo de cara ganhando as pistas de todo o Brasil, sendo remixada por expoentes como Vintage Culture, Zerb, Gustavo Mota, Mandragora e Shapeless, além de ter sido tocada por grandes nomes como Alok e Cat Dealers.

Joy Corporation
Entre o violão e as batidas eletrônicas. Foto: Divulgação

Na sequência, o projeto foi responsável por diversos outros hits, como a recente “Gone Too Long” (com os Dealers e o Bruno Martini), “You Gonna Want Me” (com FELGUK e Dazzo), “By My Side” (com Clubbers e Enkode), que foi tema do Winter Musical Festival, e a releitura para “The Scientist”, do Coldplay, lançada pela Spinnin’.

Em excelente fase da carreira, Felipe mudou-se recentemente para São Paulo, entrou para o time da Box Talents e está com agenda cheia nas cinco regiões do Brasil, além de datas confirmadas no Laroc (29 de junho), no Festival Villa Mix (06 de julho) e na XXXPERIENCE (22 de setembro). Aproveitando o bom momento, trocamos uma ideia com o artista mineiro. Leia abaixo!

Felipe, entre “Do You Remeber” e “Gone Too Long”, o que mudou na sua vida e na sua carreira?

Na época da “Do You Remember”, o projeto tinha acabado de começar. Não conhecia o mercado nem as pessoas do meio. Depois desses quatro anos, tive a oportunidade de fazer uma parceria com dois artistas enormes da cena — Cat Dealers e Bruno Martini — na “Gone Too Long”, e me sinto privilegiado por estar inserido no mercado, dentro de uma boa agência, com um time competente e envolvido trabalhando comigo, com um bom relacionamento com os artistas, contratantes e o público. As produções melhoraram, os shows também… Muita coisa, né?

Você tem mostrado seu talento em vídeos fazendo covers de músicas famosas — algo bem inovador e que já atingiu números surpreendentes de visualizações. Como você cria esses vídeos, e qual o seu intuito com eles?

A ideia desses vídeos é poder explorar mais o meu lado músico dentro do Joy Corporation e oferecer um conteúdo com personalidade para o meu público, algo que eles não veem toda hora. Pego músicas que estão em alta e que curto, vou para o estúdio e as recrio do zero com a primeira ideia que vem à cabeça. Depois, filmamos o processo e buscamos fazer edições diferentes em cada vídeo.

Formado em música, compositor, cantor e instrumentista. Essas são características que te diferenciam dos demais projetos?

Acredito que sim, pois noto que no nosso mercado isso não é tão comum. Ser músico profissional te possibilita executar com facilidade as ideias que vem à cabeça e de composição. Ser o vocalista de suas próprias canções te dá uma grande liberdade e independência no processo de produção musical.

Você tem tocado nos quatro cantos do Brasil. Como prepara os seus sets, e como anda a recepção do público?

Gosto de adequar os sets a cada lugar que vou, mas as músicas autorais estão sempre presentes. A cada dia, sinto o público respondendo melhor às minhas músicas e às novidades que venho apresentando.

O Joy Corporation foi um dos projetos brasileiros de música eletrônica mais ouvidos do Spotify em 2018. Como você tem planejado seu ano de 2019?

Isso realmente foi um grande privilégio e sou imensamente grato ao meu público por me colocar nessa posição. Para me manter nela e continuar crescendo, acredito que seja um questão de continuar fazendo música com muito amor e propósito, buscando me conectar cada vez mais com minha verdade artística e minha audiência. Me mudei pra São Paulo há pouco mais de um mês e meu estúdio novo está quase pronto; só posso dizer que estou animadíssimo com essa nova fase. Vai sair muita música nova desse estúdio pra vocês!

LEIA TAMBÉM:

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS