Connect with us
Federal Leaderborder
XXX Leaderborder

Eric Prydz: Em busca de novos ares

Phouse Staff

Publicado em

28/07/2013 - 11:50

Eric-Prydz-0Durante muitos anos Eric Prydz ficou longe dos holofotes e freou sua ascensão como DJ por conta de seu pavor de avião. Esse problema, inclusive, foi o principal motivo que fez com que o sueco não seguisse estrada com seus compatriotas do Swedish House Mafia. Agora, morando na América, ele está no coração do mainstream global e vai colocar à prova todo seu potencial para fazer sucesso.

Prydz sempre se destacou por suas produções bem alinhadas. Mas seu crescimento artístico esbarrava em duas características pessoais extremamente limitadoras: o medo de avião e a aversão a entrevistas e ao contato com a mídia. Ele surgiu no foco internacional em 2004 com o single Call On Me. A track foi produzida sobre uma regravação de Valerie (de Steve Winwood, de 1982) e fez enorme sucesso no mundo todo.

Com tamanha repercussão, Prydz saiu de Estocolmo e se transferiu para Londres, onde morou por oito anos. Ele odiava o clima frio de seu país e, além disso, morar na capital britânica facilitava muito as viagens de trem que fazia pra tocar. De lá pra cá, emplacou mais alguns hits, como Pjanoo e Proper Education (releitura de Another Brick In The Wall, do Pink Floyd). Esta última foi indicada em 2008 ao prêmio GRAMMY.

Na edição deste ano, o sueco apareceu novamente entre os concorrentes ao gramofone dourado, indicado à categoria de Melhor Gravação Remixada (Não-Clássica) com a track Midnight City, da banda M83. Diferentemente de 2008, dessa vez ele esteve na cerimônia.

Midnight City foi resultado de um private remix que Prydz fez sem maiores pretensões. Ele lembra que o processo de criação se deu de maneira diferente do que normalmente acontece. “Sempre sou procurado por artistas e bandas com pedidos para remixar suas músicas. Com esta foi diferente. Eu gostava muito da canção original e resolvi fazer um remix para mim. O som se popularizou e, depois de pouco tempo, a gravadora veio me consultar sobre a possibilidade de lançá-lo oficialmente.”

“NÃO SOU CANTOR”

Desde que se fixou em Los Angeles, em meados do ano passado, Eric vem enriquecendo sua carreira. Em maio de 2012, saiu finalmente seu primeiro álbum (triplo), intitulado Eric Prydz Presents Pryda. O disco 1 traz músicas inéditas produzidas por ele. Já os discos 2 e 3 têm hits acumulados ao longo da carreira e alguns re-edits.

Dentre os destaques, estão as tracks Shadows, Agag, Allein e You. Esta última, por sinal, é bem especial. Nela, Prydz se arrisca no vocal. No entanto, ele diz que dificilmente o ouviremos cantar ao vivo. “Seria uma idiotice. Eu não sou cantor, sou um produtor de estúdio. You foi fruto de muitas gravações e regravações, até que eu alcançasse a afinação esperada”, ressaltou, em entrevista a um site americano.

Dois meses após o lançamento do disco, o artista excursionou pelos Estados Unidos – sua primeira empreitada no novo país. Headliner do Identity Festival, primeiro evento itinerante de e-music na terra do Tio Sam, ele se apresentou em várias cidades. Todo o percurso foi feito de ônibus, diga-se de passagem.

O ano de 2012 foi extremamente produtivo pra ele. Além das edições de seu famoso podcast Epic Radio, o segundo mais baixado do iTunes no segmento de música, ele colocou na pista mais alguns singles. Seja assinando como Pryda ou Eric Prydz mesmo, ele lançou o single Every Day e o EP Recomondos/Bergen.

PRIMEIRA RESIDÊNCIA

Este ano Eric não desacelerou e acertou sua primeira residência em solo americano. Desde fevereiro ele conduz suas festas Black Dice no The Wynn, em Las Vegas. Além disso, já soltou três tracks inéditas: Power Drive, Drums In The Deep e Thunderstuck. A primeira pela Pryda Recordings e as outras pela Mouseville Records, dois de seus três labels.

Na agenda, simplesmente os maiores festivais do planeta. Só entre abril e maio ele esteve nos palcos do Ultra Music Festival (Miami), Coachella (California) e Electric Daisy Carnival (New York). O artista também já está preparando os comprimidos pra dormir. Ele terá que atravessar o oceano novamente pra tocar no Tomorrowland (em julho, na Bélgica) e no Creamfields (em agosto, no Reino Unido).

Fonte: Dance Paradise

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

Na elegância, Bhaskar remixa música de Silva e Anitta

O remix conserva a beleza de “Fica Tudo Bem” enquanto a torna dançante

Phouse Staff

Publicado há

Fica Tudo Bem
Foto: Reprodução/Facebook

“Fica Tudo Bem”, dueto de Silva com Anitta lançado em junho pela Sony, ganhou hoje um remix do Bhaskar, via Austro Music.

Na elegância, o DJ e produtor brasileiro conservou a vibe de bossa nova da canção original, aproveitando para colocar uma batida 4×4 bem marcada. Assim, o remix de “Fica Tudo Bem” é belo, calmo e dançante ao mesmo tempo.

Esta não é a primeira vez que o Bhaskar remixa uma música do Silva — basta lembrar do remix de “Infinito Particular”, que alçou o produtor a outro patamar em sua carreira.

LEIA TAMBÉM:

Conquistando a Ásia: DJs brasileiros falam sobre o novo polo da música eletrônica

Escute o remix de Nato Medrado para “Memories of You”, do Bhaskar

Bhaskar e MOJJO remixam faixa de Lost Frequencies com James Blunt

Música eletrônica + rap brasileiro: ouça a collab entre Bhaskar e 3030

Assista aos primeiros episódios de “Extended”, nova série do Bhaskar

Continue Lendo

Notícia

Comunidade eletrônica presta homenagens a Aretha Franklin

David Guetta, Bruno Martini, DJ Marky, Meme e vários outros se manifestaram nas redes

Phouse Staff

Publicado há

Aretha Franklin
Foto: Reprodução

Lenda do soul e uma das vozes mais icônicas de todos os tempos, Aretha Franklin faleceu ontem, 16 de agosto, aos 76 anos. A cantora e compositora americana sofria de um câncer no pâncreas e morreu em casa, em Detroit. Vários artistas em todo o mundo prestaram homenagens nas mídias sociais para expressar suas condolências, e a Billboard garimpou alguns nomes da cena eletrônica que também lamentaram sua morte.

David Guetta dedicou algumas palavras de tributo a Aretha no Instagram. “Aretha Franklin foi provavelmente a minha artista feminina favorita, e ela se foi. Ela escreveu seu nome com letras douradas e sua música vai ficar conosco para sempre. Obrigado por me inspirar desde os meus anos de infância e por toda a minha vida #RIPArethaFranklin”, escreveu.

“Nunca haverá outra #QueenofSoul conhecida não apenas por sua voz inacreditável. #Aretha foi uma ativista sem igual, usando sua fama para chamar a atenção para muitas causas na comunidade negra e além dela”, lembrou Tommie Sunshine.

Várias labels também publicaram mensagens no Twitter. “Descanse em paz, rainha do soul Aretha Franklin. Uma das maiores vocalistas de todos os tempos… Sua música vai viver para sempre”, postou a Defected Records.

A Phouse ainda foi um pouco além e deu uma olhada em comentários de DJs brasileiros. O DJ Meme, grande fã de soul, deixou a seguinte mensagem: “Desde sua primeira aparição, Aretha Franklin definiu o padrão no qual cada cantora de soul feminino seria medida, e isso permanecerá para sempre! Salve a RAINHA DO SOUL. Seu legado viverá em nossos corações. ♥”

Since her firts appearence, Aretha Franklin set the bar upon which every female soul singer would be measured, and that will remains forever ! Hail the QUEEN OF SOUL. Your legacy will live in our hearts.♥️

Posted by Marcello Meme Mansur on Thursday, August 16, 2018

“Descanse em paz Queen 👑 Aretha Franklin. Todos nós vamos sentir sua falta aqui”, complementou Bruno Martini. Já o curitibano Gromma publicou uma faixa do Foorplan (projeto de Robert Hood), que sampleia Aretha Franklin, e brincou: “A melhor homenagem foi do Robert Hood anos atrás. Nem ousem fazer bootlegs bagaceiros!”. Enquanto isso, o DJ paulistano Leonardo Ruas fez uma playlist no Spotify só com músicas da cantora (confira abaixo).

Rest In Peace Queen 👑 Aretha Franklin. We all gonna miss you here.

A post shared by Bruno Martini (@brunomartinimusic) on

A melhor homenagem foi do Robert Hood anos atrás. Nem ousem fazer bootlegs bagaceiros! rssssssAretha Franklin + Robert Hood = ❤️ R.I.P

Posted by João Paulo Gromma on Thursday, August 16, 2018

Veja mais manifestações:

❤️ #arethafranklin

A post shared by DJ Marky (@djmarkym) on

Playlist do DJ Leonardo Ruas

Continue Lendo

Notícia

“We Go Together” é o novo single do ILLUSIONIZE

Faixa foi lançada nesta sexta-feira, via Armada Music

Phouse Staff

Publicado há

ILLUSIONIZE
Foto: Reprodução

Depois de pintar recentemente com “Down”, um dos DJs mais queridos da cena nacional, ILLUSIONIZE, lançou hoje seu novo single, “We Go Together”. Com a voz de Alex Joseph, a faixa é mais leve e melódica do que de o produtor costuma fazer, mas o característico baixo gordo e pegado está ali, como não poderia deixar de ser.

Diferentemente de “Down”, entretanto, “We Go Together” foi lançada pela Armada Music (com quem o artista fechou em outubro), e não fará parte do novo álbum do ILLUSIONIZE, que deve chegar pela Elevation em fevereiro, para celebrar seus dez anos como DJ.

+ CLIQUE AQUI para ler o que o ILLUSIONIZE nos contou sobre seu novo álbum

Continue Lendo

Publicidade

XXXperience 300×250
Federal Music 300×250
TM Festival (300×250)

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
TM Festival Pop UP