Connect with us
Banner Sundance Leaderborder
Green Valley Dez. Full

Notícia

Estudo mostra que 70% do público se incomoda com o uso de celulares para filmar festas e shows

Você se enquadra neste número?

Phouse Staff

Publicado em

04/12/2018 - 12:23
Celular
Foto: Reprodução

A Eventbrite, empresa americana de gerenciamento de eventos e emissão de ingressos, encomendou uma pesquisa com o instituto inglês ComRes para saber a opinião das pessoas sobre o uso de celular nas pistas de dança e durante a apresentação de artistas.

Como era de se esperar, uma ampla maioria dos 1.031 entrevistados (70%) afirmou achar “extremamente irritante” o comportamento daquela galera que parece estar mais com a mão no celular filmando e olhando para a telinha do que realmente curtindo e aproveitando o rolê. Quase todas essas pessoas (69%) apoiam medidas para reduzir o uso excessivo do celular para filmar ou tirar fotos; ainda assim, 49% admitem que tiram fotos ou filmam nessas situações.

+ Estudo mostra que 70% do público se incomoda com o uso de celulares para filmar festas e shows

No Reino Unido, onde a pesquisa foi realizada, alguns locais estão tentando aplicar estratégias para combater esse “problemão do século XXI”, como a prática da política que proíbe o uso de câmeras e celulares, que já vem rolando em alguns clubes de Berlim.

Essa medida, porém, não encontrou muita popularidade entre os entrevistados (13%), que preferem soluções menos radicais, como leves incentivos para tornar os telefones mais discretos (41%).

+ Estudo revela que artistas são os mais prejudicados com novo algoritmo do Facebook

A chefe de marketing da Eventbrite, Katie McPhee, disse que a pesquisa confirma que “há um acordo geral entre o público, artistas e promotores de que usar o celular durante uma apresentação ao vivo pode prejudicar não só a própria experiência, mas também a de outras pessoas ao redor”, e que espera “discussões saudáveis” no futuro para melhorar ao máximo a experiência do público em geral.

Especialistas da indústria não ficaram de fora e também deram sua visão. Greg Marshall, gerente geral da Association for Electronic Music, afirma que é preciso “procurar um equilíbrio para garantir que ambos os pontos de vista sejam respeitados”, referindo-se tanto àqueles que gostam de registrar os momentos, como os que preferem deixar o celular no bolso.

+ Pessoas param de descobrir músicas novas aos 30 anos, diz pesquisa

Anja Schneider, uma das DJs embaixadoras da AFEM, acredita não ser possível “resumir em apenas um vídeo de poucos minutos ou segundos um set que durou horas”, sem levar em consideração o fato de que, quando todos estão com os celulares pra cima, “não tem como ver o rosto das pessoas, a vibração”.

A pesquisa foi realizada online, entre os dias 15 e 16 de outubro, e publicada ontem (03). Dos 2021 britânicos adultos inicialmente procurados, 1031 passaram no filtro inicial, que era ter frequentado ao menos um show, festa ou festival no último ano. 

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL
[fbcomments]

Notícia

Sevenn lança single pela Armada Music

“Lollypop” acrescenta mais um selo gigante na discografia dos irmãos americanos

Phouse Staff

Publicado há

Sevenn Lollypop
Foto: Divulgação

Depois de assinar por selos importantes, como Universal Music, Spinnin’ Records e a Musical Freedom, de Tiësto, o duo Sevenn adicionou mais uma label gigante à sua discografia: a holandesa Armada Music, de Armin van Buuren.

O som dos irmãos, entretanto, segue a mesma identidade já conhecida dentro da bass house, sem nenhuma influência do trance, como o vínculo à Armada poderia sugerir. “Lollypop” traz graves salientes, batidas marcantes e um vocal sexy, e está desde ontem (06) disponível em todas as plataformas.

  

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Sevenn

Continue Lendo

Notícia

Com Samantha Machado, Liu lança seu primeiro videoclipe

O vídeo de “Nave Espacial” mistura fantasia, realidade e animação

Phouse Staff

Publicado há

Nave Espacial
Foto: Divulgação

Liu lançou nessa sexta-feira (06) “Nave Espacial”, faixa que já era bastante aguardada pelos fãs, já que vinha presente no seu set há algum tempinho. A canção é resultado da parceria com a cantora paulistana Samantha Machado (que tem se notabilizado em canções com projetos de trance, como Chapeleiro e Mandragora), responsável pela composição da letra.

Pra deixar o lançamento ainda mais especial, a música saiu com videoclipe — o primeiro na carreira do Liu, que já saiu atuando em diversas cenas diferentes. Dirigido por Murilo Ribeiro, da Pixel2 Filmes, o clipe foi gravado na região do Parque Estadual de Vila Velha, em Curitiba, e mistura fantasia, realidade (em cenas dos shows do DJ) e animação (criada pela agência Raspa Língua).

 

“A experiência de gravar meu primeiro videoclipe foi surreal. Eu participei de todos os processos e acho que consegui colocar minha identidade ao lado de excelentes profissionais. Espero que vocês curtam, compartilhem e embarcam nessa nave junto comigo!”, declarou Liu, através de sua assessoria de imprensa.

“A letra tomou conta quando decidi escrever um romance entre uma princesa da Terra e um príncipe celeste, ou seja, um amor separado entre dois mundos”, complementa Samantha. “A canção levou um ano até ficar pronta, e eu contei com as ideias do meu marido Sandrão RZO, que também é músico e um aficionado pela galáxia e seus mistérios.”

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Liu

Continue Lendo

Brand Channel

Escute os três novos sons da Alphabeat

Anna de Ferran com BWAXX, Juliana Barbosa com Rozzen e parceria entre Joe Kinni, Dot Larissa e Igor Vianna

Alphabeat Records

Publicado há

Alphabeat
Anna de Ferran. Foto: Divulgação

Sextou já sabe, né? Mais um dia de lançamentos pela Alphabeat. Bóra conferir os novos singles:

Começamos com “So Glad”, collab entre a cantora, compositora e DJ Anna de Ferran em parceria com o trio BWAXX. Os artistas se juntaram para trazer aqui um synth pop com toque de house, em que a melodia é o carro-chefe.

Anna é conhecida como a filha mais velha do ex-corredor e campeão de Indy Gil de Ferran, que hoje é diretor esportivo da McLaren. Já o BWAXX é o novo projeto dos produtores paulistanos Gabriel Mielnik, Gaspar Pini e Hid Miguel.

 

A cantora e compositora paranaense Juliana Barbosa se juntou ao duo Rozzen — formado pelos também paranaenses Lucas Stiw e Renan Chesk — para nos trazer “Reality”, single com forte pegada pop e drop grovvado, que diz respeito à busca pelo verdadeiro eu.

  

Por fim, Joe Kinni somou forças com a DJ Dot Larissa e o jovem cantor Igor Vianna em “Sereia”, uma track tropical com timbres orgânicos, versos rápidos e melodias leves, que fazem o corpo sentir como se os pés estivessem na areia.

  

+ CLIQUE AQUI para conferir mais conteúdo da Alphabeat Records

Continue Lendo

Publicidade

Sundance (300×250)
Green Valley – 300×250
Brazillian Bass 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse