Connect with us
Banner Sundance Leaderborder
Federal Leaderborder

Notícia

Nina Kraviz colabora com 3 remixes em EPs de gigantes do indie rock

Phouse Staff

Publicado em

12/07/2018 - 15:06
Franz Ferdinand
Foto: Reprodução
“Always Ascending Remixes” também traz expoentes da disco house

O grupo escocês Franz Ferdinand, que explodiu na década passada com hits como “Take Me Out”, “This Fire” e “Can’t Stop Feeling”, acaba de pintar com um EP de remixes para “Always Ascending”, single e faixa-título do mais recente álbum da banda, lançado em fevereiro.

Para o pacote, o FF recrutou dois grandes nomes da disco houseCassius e Prins Thomas (atração do último DGTL São Paulo) — e a diva do techno Nina Kraviz. Nina aqui participa com um “House Remix”, que mantém sua verve crua e minimalista, e ainda fez outras duas remixagens da canção, uma mais sombria que a outra: um “Techno Remix” e um “Late Night Remix”, que saíram isoladamente em outro EP.

Para contrastar com o “vampirismo” de Nina, os sons de Cassius e Prins Thomas são bem mais groovados, maximalistas e melódicos. O primeiro abusa dos loops e é super dançante, enquanto o segundo, mais cadenciado, espichou a música em nada menos que dez minutos de progressão, suingue, elegância e riffs de guitarra.

O EP com os dois remixes de Kraviz foi disponibilizado com exclusividade no Beatport. Ambos os discos foram lançados nesta quinta-feira, via Domino.

LEIA TAMBÉM:

Nina Kraviz lança remix pela Warp Records; escute!

Depois de cinco anos, Nina Kraviz lança novo Essential Mix

O indie dance original respira com a volta do Friendly Fires

Rei da space disco norueguesa, o Todd Terje está lançando novidades quentes em breve

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

Nevoeiro desfalca XXXPERIENCE e TribalTech; entenda o caso

Artistas que iriam de um festival para o outro acabaram não conseguindo viajar

Flávio Lerner

Publicado há

XXXPERIENCE e TribalTech
Foto: Sigma F/Reprodução

Nesse sábado, 22, dois dos mais aguardados festivais da cena eletrônica nacional aconteceram simultaneamente: XXXPERIENCE e TribalTech. Tentando evitar o mau tempo que atrapalhou anos anteriores de ambos os eventos — o que justamente motivou a XXX para transferir sua data de novembro para setembro —, os dois rolaram numa boa, sem temporal nenhum pra acabar com a vibe. Mesmo assim, a zica climática atacou por outro lado, e acabou desfalcando as duas festas.

Por causa do forte nevoeiro que atingiu Curitiba, os dois aeroportos da capital [Afonso Pena e Bacacheri] fecharam, além do Aeroporto Municipal de Ponta Grossa e do Aeroporto Internacional de Navegantes, em Santa Catarina. Com isso, a aeronave particular — contratada em parceria entre os dois festivais — que sairia no começo da madrugada de São Paulo para levar Len Faki, Dubfire e Tessuto ao TribalTech, e posteriormente Ben Klock e Gabe para São Paulo, não conseguiu decolar.

+ “O festival vai ficar muito mais interativo”; Erick Dias fala sobre a #XXX22

Além deles, Guy Gerber cancelou anteriormente com os dois festivais, alegando na última quinta-feira que teve sua casa invadida e pertences roubados, incluindo seu passaporte. Já o voo comercial que levava o sueco Gaudium, atração do palco de trance 3DTTRIP, do TribalTech, atrasou, o que fez com o que o artista não chegasse a tempo para tocar. 

A XXX contornou o problema colocando Renato Ratier para estender o seu set, que já encerraria o Union Stage, por quatro horas, assumindo também o horário de Ben Klock, enquanto o Joy Stage, que fecharia com o Gabe, acabou terminando mais cedo; já o Guy Gerber foi substituído por um B2B entre ANNA e Patrice Bäumel, que já eram atrações do Union. 

+ TribalTech Enlighten: confira detalhes da próxima edição do festival

No TribalTech, Len Faki e Dubfire, que seriam as últimas atrações do TribalTech Stage, foram substituídos por Ben Klock [que estendeu seu set em meia hora] e Anthony Parasole, que originalmente tocaria no Timetech [e acabou sendo substituído por um segundo set do alemão Sammy Dee]. Já no Secret Stage, um B2B entre Renato Cohen e RHR fechou o palco, no lugar de Tessuto. O festival acabou sendo encerrado uma hora antes do programado.

Em contato com a Phouse, a assessoria do TT afirmou que já está em contato com as agências dos artistas para tentar trazê-los novamente a Curitiba. Enquanto isso, a produção da XXX afirma também ter a intenção de trazer Ben Klock para a edição do ano que vem.

Antes, ambas as labels já haviam pedido desculpas ao público e explicado o problema em suas respectivas redes sociais.

NOTA OFICIAL.

Posted by Tribaltech on Sunday, September 23, 2018

Flávio Lerner é editor da Phouse.

Continue Lendo

Notícia

Depois de SP, Só Track Boa Festival está prestes a invadir o Mineirão

Festival terá edição mineira maior e mais longa em relação a 2017

Phouse Staff

Publicado há

Só Track Boa BH
Estrutura será a mesma da edição de SP. Foto: Divulgação

Depois de comemorar seus sete anos no começo do mês em São Paulo, o festival da Só Track Boa está prestes a invadir o gramado do Mineirão, em Belo Horizonte. A estrutura será idêntica à da edição paulistana, com palco de mesmo tamanho.

Com um lineup que traz atrações como Malaa, Dashdot com Ashibah, KVSH, Bruno Be e Chemical Surf em B2B com Gabriel o Pensador, a festa rola a partir das 18h deste sábado, 29, e se encerra com um after set especial do Vintage Culture, que começa às 08h e não tem hora pra acabar. Isso significa que a produção conseguiu ampliar o tempo inicialmente previsto de 12 horas para 14 horas, mais o after.

Confira a programação completa:

Só Track Boa Belo Horizonte
Arte: Divulgação

Como destacamos em julho, a festa mineira vem em um formato bem maior do que a edição de 2017, com mais tempo de duração e mais espaço. Segundo a OTM Produções (que produz a festa em BH ao lado da Entourage), este é o primeiro grande evento de música eletrônica no gramado do famoso estádio da capital.

“No ano passado, o Só Track Boa Festival BH aconteceu na esplanada do Mineirão, e neste ano o evento acontecerá no gramado, usando as dependências como camarotes. Levar o evento para dentro do estádio valorizará sua estrutura, pois teremos espaço suficiente para montar o gigantesco palco que foi desenvolvido para a tour de 2018″, declarou Otacílio Mesquita, da OTM, em contato com a Phouse.

LEIA TAMBÉM:

Vintage Culture solta set para celebrar os 7 anos de Só Track Boa

Só Track Boa anuncia festival no gramado do Mineirão

Vintage Culture lança série sobre clubes brasileiros

Continue Lendo

Notícia

Às vésperas de show, Armin revela novidades para o Gaia

Projeto paralelo do astro holandês faz parte da programação do ADE

Phouse Staff

Publicado há

Gaia
Foto: Reprodução

Em sua última edição do podcast A State of Trance, Armin van Buuren revelou algumas novidades sobre seu projeto paralelo Gaia, que toca há anos com Benno de Goeij.

Às vésperas de uma apresentação no Paradiso, em Amsterdã, em 17/10, como parte da programação do ADE, o astro promoveu o recém-lançado Instagram do projeto e, sem entrar em muitos detalhes, falou sobre o primeiro álbum, novos teasers e datas para 2019.

+ Armin van Buuren anuncia novidades no projeto Gaia

“Estou trabalhando em muita música nova para o Gaia neste momento. O álbum tem que sair, antes tarde do que nunca. O projeto está agora no Instagram também, já que eu definitivamente quero avançar com ele”, declarou Armin.

“Eu vou seguir lançando teasers no Instagram, então fiquem de olho. Há apenas um show marcado neste momento, durante o ADE, que está completamente esgotado. Espero que no ano que vem teremos algumas datas novas, mas serão apenas sete ou oito shows, se tanto…”.

ASOT #882 começa com faixa de Armin com Vini Vici e Alok

Continue Lendo

Publicidade

Federal Music 300×250
Sundance (300×250)

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
Sundance Pop Up