Connect with us
Sevenn – Its Always You
Festa Acapulco – Leadborder
Green Valley – Só Track Boa Leaderborder

Notícia

Governo de Berlim investe um milhão de euros na vida noturna da capital

Phouse Staff

Publicado há

Berlim investe
A medida visa reforçar o isolamento acústico de clubes para viabilizar a coexistência entre eles e suas respectivas vizinhanças

O governo da cidade de Berlim firmou um compromisso de um milhão de euros voltado para garantir longevidade a vida noturna na cidade, já que, com um recente desenvolvimento imobiliário, existe a possibilidade de mais clubes serem forçados a fechar as portas — sendo que desde 2011, 170 casas noturnas já foram fechadas. A informação é da Mixmag.

A medida visa reforçar isolamentos sonoros pela cidade e garantir que nenhum dos estabelecimentos perturbe áreas residenciais. “Em uma cidade densamente populosa, onde o desenvolvimento residencial é próximo a locais com música, o investimento deve ser feito em proteção sonora para garantir a coexistência”, teria afirmado o porta-voz da Berlin Club Comission, Lutz Leichsenring.

Segundo o jornal Tagesspiegel, o parlamento já aprovou a medida que pretende promover o isolamento sonoro tanto em áreas internas como em áreas externas, porém ainda não foi especificado como será gasto esse valor arbitrado de um milhão de euros.

+ Lei de quase 100 anos que proibia dançar enfim é revogada em Nova Iorque

+ Prefeito de Detroit discute fomentar a vida noturna da “capital do techno”

Indo na mesma direção, o prefeito de Londres, Shadiq Khan, apresentou uma proposta que fará com que a prefeitura rejeite novos estabelecimentos que não fizerem os devidos ajustes para reduzir impactos sonoros. A ideia também é fazer com que os estabelecimentos noturnos coexistam harmonicamente com os diurnos.

LEIA TAMBÉM:

TRF4 sentencia demolição parcial dos beach clubs em Jurerê Internacional

Amsterdã discute a aprovação de restrições a festivais

“Cultura techno” de Zurique é nomeada “herança cultural intangível”

A Jovem Pan e o “jornalismo” que atrasa a música eletrônica no Brasil

Quem ainda tem medo da música eletrônica?

Deixe um comentário

Notícia

Alok e Scorsi lançam remix “fora da caixa” para “Ocean”

Phouse Staff

Publicado há

Ocean Remix
Alok e Scorsi no palco em Rio Verde–GO. Foto: Divulgação
Faixa foi lançada nesta segunda, de modo independente

Depois de tomar um susto daqueles na noite de ontem, Alok já apareceu com música nova. Tanto em seu canal no YouTube quanto no SoundCloud (com direito a free download), o brasileiro publicou na íntegra o remix que ele e o parça Scorsi fizeram para seu mais recente hit, “Ocean”. Apesar de ter o logo da Spinnin’ Records na capa (por onde saiu a original), o remix foi lançado de modo independente.

“Existia um conflito de datas para o lançamento na Spinnin’ e não queríamos esperar mais. O Alok já vinha tocando o remix há algumas semanas e a galera tava meio louca atrás. Então disponibilizamos logo”, conta Scorsi, em contato com a Phouse, revelando que o lançamento já estava previsto para hoje desde sábado.

O paulistano também explica como nasceu mais uma collab com o amigo. “Eu fiz os três remixes para ele no ano passado: ‘Big Jet Plane’, ‘Hear Me Now’ e ‘Love is a Temple”. De lá pra cá, aproximamos o contato, ele gostou das outras coisas que eu tenho feito e sugeriu fazermos juntos esse. Nós decidimos ir contra a maré, propositalmente. Nosso som é bem distinto, e decidimos fazer algo fora das nossas caixas — algo que as pessoas não esperariam de nenhum dos dois. As melodias da ‘Ocean’ pediam alguma coisa mais no progressive, para a pista, e acho que fomos felizes na escolha”.

LEIA TAMBÉM:

Avião de Alok perde controle e sai da pista em aeroporto em Juiz de Fora

Alok lança novo single com Zeeba e IRO

Continue Lendo

Notícia

The Chainsmokers faturam prêmios no BBMA e homenageiam Avicii

Phouse Staff

Publicado há

Billboard Music Awards 2018
Foto: Reprodução
Com Halsey, duo prestou homenagem póstuma ao sueco

Realizado ontem (20) na MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, o Billboard Music Awards acabou não tendo lá grande destaque em relação à dance music. Os únicos artistas da área a levarem trofeus foram os Chainsmokers, que venceram nas três categorias dedicadas ao segmento: Melhor Artista Dance (batendo Calvin Harris, Kygo, marshmello e ODESZA), Melhor Álbum Dance (com Memories… Do Not Open, batendo Avicii, Calvin Harris, Kygo e ODESZA) e Melhor Música Dance (por “Something Like This”, com o Coldplay, batendo Cheat Codes, Clean Bandit, Kygo e Zedd). De resto, nomes como Kendrick Lamar, Ed Sheeran, Bruno Mars, Imagine Dragons e Luis Fonsi & Daddy Yankee acabaram dominando a premiação.

+ Electronic Music Awards terá segunda edição em 2018

+ Alok figura no primeiro Top 100 da Billboard; confira o ranking completo

No meio das performances, entretanto, a música eletrônica acabou ganhando um pouco mais de espaço: além de Zedd mandar aquele ao vivo com Marren Morris e Gray para seu hit “The Middle” — que foi tocado pela primeira vez para a televisão —, os Chainsmokers se juntaram à parceira de “Closer”, Halsey, para fazer uma rápida homenagem a Avicii antes da entrega de um dos prêmios da noite.

“Sua morte foi uma grande perda para o mundo da música e para nós. Ele foi um artista que nos inspirou de tantas e tantas maneiras, e basicamente significava muito para nós e a todos da cena EDM”, declarou Andrew Taggart. “Todos que trabalharam com ele concordariam que ele era muito alegre, o que faz dessa tragédia algo ainda mais doloroso. É um alerta para que todos nós estejamos presentes para apoiar e amar os amigos e familiares que possam estar lidando com problemas de saúde mental”, concluiu Halsey.

LEIA TAMBÉM:

Don Diablo e cantora sueca colaboram em canção que homenageia Avicii

Kygo homenageia Avicii com tatuagem

Continue Lendo

Notícia

Confira mais lançamentos de destaque do final de semana

Phouse Staff

Publicado há

Boom Gucci Mane
Foto: Reprodução
De Tiësto e Steve Aoki a Carl Cox e Jauz

Conhecida informalmente como o dia universal dos lançamentos de música, toda sexta-feira é repleta de som novo pelos quatro cantos do mundo. E essa última, dia 18, não foi diferente. Além de Armin van Buuren, Disclosure, Eric Prydz, Leo Lauretti, FTampa e Kiko Franco e Make U Sweat — que já tiveram seus novos singles destacados aqui na Phouse —, a sexta ainda trouxe incontáveis lançamentos de peso. Confira alguns dos que mais se destacaram na cena eletrônica nacional e internacional:

Via Musical Freedom, Tiësto e Dzeko recrutaram os rappers Post Malone e Preme para a faixa “Jackie Chan”, que, nesta homenagem ao famoso ator de Hong Kong, foge do big room e traz uma pegada mais leve e ensolarada, com vários instrumentos orgânicos, como guitarra e piano.

Pela sua Intec Digital, Carl Cox lançou o EP Back to Jack, em que traz dois reworks de “Time to Jack”, de 1985 — uma das faixas precursoras da vertente que ficou conhecida como jacking house. As faixas foram editadas por Cox em conjunto com o próprio autor da original, Chip E.

O goiano Avila, que já produziu música com expoentes brasileiros como ILLUSIONIZE e Kiko Franco, apareceu com “Go Down” — mais um lançamento da sua Deep Bear Records, criada para atrair visibilidade aos artistas do Centro-Oeste.

Steve Aoki não participou de apenas um, mas dois lançamentos no mesmo dia: uma collab com a banda AJR e o rapper Lil Yachty, e outra com a boy band sul-coreana BTS.

Com a famosa cantora e compositora de electro-pop Uffie, o Galantis também soltou seu novo som, “Spaceship”.

Lembram-se da “One Kiss”, de Calvin Harris e Dua Lipa? A canção ganhou agora foi toda revestida de bass house nas mãos de ninguém menos que Jauz.

LEIA TAMBÉM:

Armin van Buuren volta a mirar no psytrance em novo som

Depois de dois anos, Disclosure lança novo single

Leo Lauretti retoma parceria com italianos para novo lançamento

Kiko Franco e Make U Sweat juntam-se em “Peace and Fun”

FTampa lança seu primeiro single de 2018

Continue Lendo

Publicidade

Acapulco 300×250
Green Valley So track Boa – 300×250
Scorsi – Autograf 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Radiomatik