Green-House-club-techno-toledo
Phouse Staff

Phouse Staff

Interior do Paraná ganhará nova opção para os amantes de techno

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Conhecida casa de Toledo vai hospedar periodicamente o Green House Club

A região Oeste do Paraná vai ganhar em breve um novo espaço para os fãs de techno. Em 12 de maio, o Green Hall — conhecida casa de eventos da cidade de Toledo — recebe pela primeira vez o Green House Club. Trata-se de um selo de festas que deve tomar conta do clube interiorano mais ou menos a cada três meses.

Com influências do underground europeu, a intenção do Green House Club é trazer grandes e conceituados nomes nacionais e globais, com o objetivo tanto de agradar os fãs de techno quanto de angariar novos adeptos para o estilo. Na primeira edição, o lineup traz DJs brasileiros renomados: BLANCAh, Any Mello, Eli Iwasa, Kalil e Renato Ratier.

A festa é organizada por três jovens amigos que cresceram compartilhando do mesmo gosto musical, indo à balada juntos e planejando realizar eventos do estilo. Após um período de amadurecimento e aprendizado, a ideia foi fortalecida, e agora está prestes a nascer.

Em suas andanças pela Holanda, o DJ e produtor Pedro Copini — também conhecido como Mantrah Live — explorou a fundo a música eletrônica, pegando referências importantes de ídolos do techno em Amsterdã. De volta ao Brasil, juntou-se aos amigos Lincoln Jr. e Danilo Gass. Lincoln também estudou música e carrega uma bagagem como DJ desde os 13 anos de idade, quando teve suas primeiras experiências ao lado da mãe. Compartilhando do mesmo amor pela estética do gênero, Danilo soma ao grupo graças ao seu know-how como administrador, a fim de qualificar a realização dos eventos.

+ 10 nomes do underground brasileiro para ficar de olho em 2018

“O Green House Cub irá trazer uma revolução para essa zona do Paraná, que ainda não tinha algo específico nessa linha, e com a qualidade que estamos nos dedicando em proporcionar. É uma grande oportunidade que o púbico da região terá para prestigiar esses grandes artistas de perto”, declarou Lincoln Jr. Copini completa: “A intenção é transmitir o amor que temos pela música, trazendo o movimento forte desse estilo que cresce muito no Brasil. Através da vibração sonora, vamos proporcionar inspiração, sentimento e criar uma atmosfera positiva de sorrisos inspirada em um universo Green”.

Green House Club #1

A primeira edição da Green House Club abre o Green Hall para a presença forte da música eletrônica, em um ambiente preparado para receber o público com conforto e qualidade. Como o nome sugere, a proposta visual do espaço será baseada na cor verde — o que, segundo os criadores do projeto, remete ao estilo “rave indoor”, “conceito dos grandes festivais europeus de energia positiva intensificada”.

Além da pista principal, em que prometem destaque na qualidade do soundsystem, o Green House contará com ambiente secundário para descanso, praça de alimentação e bar. “Esperamos o momento certo para criar o melhor evento da região e agora chegou a hora. A partir disso, daremos sequência a diversas edições, em uma média de três meses, sempre com a mesma intensidade e qualidade”, conclui Danilo Gass.

Os ingressos estão disponíveis aqui.

LEIA TAMBÉM:

Saiba todo sobre o Caos, novo clube do underground de Campinas

Nos passos de Boratto? Remix de Cattaneo indica que BLANCAh pode explodir globalmente

Voa alto, passarinho; como o primeiro álbum da BLANCAh pode ser um divisor de águas pra cena eletrônica nacional

Gui Boratto homenageia pioneiro do tango em show inusitado em Paris; assista!

Filme que mostra o início do techno na Alemanha é disponibilizado no YouTube

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer ganhar 23 mil reais para montar o estúdio dos seus sonhos?

Se você é DJ e produtor musical não perca essa oportunidade.
Inscreva-se gratuitamente no Burn Residency 2019.