Ice-T

Figura mitológica no rap há três décadas, Ice-T, que nos tempos pré-gangsta já estava de orelha em pé pela cena eletrônica da Costa Oeste americana, se rendeu ao mundo das batidas retas 4×4. Queridinho de documentaristas e ator em diferentes programas de TV, o artista anunciou no verão europeu a gravadora Electronic Beat Empire, que veio com a provocação de ser um “projeto sério de techno”.

“Eu não vou atuar como um ícone do techno ou dizer que sei tudo sobre isso”, contou à Rolling Stone, com a maior naturalidade. Para ter uma ajuda na responsa, Ice-T convidou MR.X, produtor das antigas, também conhecido como Afrika Islam. É ele quem assina os primeiros lançamentos, conferindo uma identidade pesada ao selo. O artista debutou com o EP Brutal, em junho, e os álbuns Hip Hop DJs Don’t Play Techno (setembro) — no qual Ice-T coloca as mãos em dez das 12 faixas — e It Came From Space, que saiu agora em outubro.

 

No álbum de estreia, temos um “Frankenstein” de estilos, que vai do UK Funky (“Dramage Drones”), variação do dubstep com elementos de afrobeat, à bass house (“Tell Em Em”), entre diversas possibilidades e momentos nostálgicos com a homônima “Hip Hop DJs Don’t Play Techno”. Esse nome pode soar familiar, principalmente para os fãs de MR.X, já que o artista havia lançado outra música diferente com o mesmo nome em 2003. “Nasty As We Want”, um breakbeat à lá “Bomb the Bass”, completa a ala que vai agradar os mais saudosistas.

O terceiro lançamento do catálogo, It Came From Space, traz dez faixas, incluindo uma releitura para a oldschool “Colors” feita por Ice-T e MR.X no ano de 1988. O disco mistura techno, electro, bass house, trap, moombahton e jungle.

 


Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Fancy Inc revela os bastidores de collab com Vintage Culture

“My Girl” venceu obstáculos para poder ser lançada pela gravadora de Tiësto, em conjunto com a Spinnin’

KVSH fala sobre XXXperience BH e remix oficial pro rapper Xamã

Com lançamento recente, DJ “joga em casa” nesta edição mineira da XXXPERIENCE

Astronauta fará primeiro DJ set no espaço

Mais uma aventura promovida pela BigCityBeats em parceria com a Agência Espacial Europeia

Boiler Room terá festival de quatro dias

Em Londres, rolê será voltado a quatro vertentes musicais

Em loja de discos italiana, Eli Iwasa toca set alternativo em vinil; assista!

Brasileira recebeu convite para tocar na famosa Serendeepity, em Milão

“O Rio já nasceu sendo a maior praça da AIMEC no país”

Os sócios Roger Lyra e Rafael Nazareth falam sobre a inédita AIMEC Rio

Alok e Quintino lançam collab pela Spinnin’ Records

“Party Never Ends” promete agitar o verão europeu

Conheça Flakkë, o paulistano que vem surpreendendo o Brasil

Um dos novos projetos mais criativos e talentosos do cenário nacional

Perto do seu festival, Porter Robinson cria ONG para combater câncer na África

O Second Sky, que estreia neste final de semana, terá um espaço para promover a fundação

Conceituado engenheiro de áudio soma em 1º álbum de produtor de techno brasileiro

Em Berlim, VAntônio consegue o reforço de Hannes Bieger para finalizar “Humano”