Review

Nina Kraviz: grande DJ, mas (ainda) não grande produtora

Linda, sedutora, arrasta multidões para suas apresentações, dona de inegável talento e identidade única. Mas e quanto às suas produções, será que o nível é o mesmo? Na verdade, ao longo de sua grandiosa carreira, Nina Kraviz nunca foi considerada uma exímia produtora. Desde seus primeiros lançamentos, em 2010, a russa nascida na Sibéria sempre demonstrou seu grande diferencial e ponto forte nos vocais obscuros e sensuais — sensualidade esta que ajudou a conquistar seu território no mundo do techno, sem esquecer sua postura voltada ao feminismo.

Monique Dardenne: abrindo portas pras mulheres na música, sem mimimi

Após o álbum autointitulado de 2012, considerado mediano, e o alvo de críticas Mr Jones, EP de 2013, vivemos um hiato de quatro anos até o lançamento de uma nova track, “You Are Wrong”, em edit pelo Sónar. A versão oficial será lançada em julho, pelo selo de Kraviz, трип.

A música segue a linha de algumas produções anteriores, lembrando um pouco o break de MR Jones. Com um Bass simples, seguindo apenas uma linha sem mudanças durante toda a música, a novidade está na ausência de Snare a Caixa da bateria, deixando a música ser grooveada pelos hats.

Nina Kraviz lança faixa nova depois de quatro anos

Com um ar mais sinistro que de costume, a discrepância proposital no andamento da música (comum em seus sets ao vivo) com hi hats variados e variando já é marca registrada da DJ. A partir dos 4:30 minutos, somos envolvidos com um timbre de órgão que traz a impressão de estarmos entrando numa igreja, com a frase “you are wrong” repetida incansavelmente, como quem realmente quisesse espalhar aos quatro cantos essa afirmação — e esse sim parece ser o ponto forte da faixa.

É inegável que há muito tempo Nina Kraviz vem fazendo o som que ela realmente acredita; é a pura natureza de sua inspiração, bem como a essência sedutora e encantadora de sua voz. No entanto, a DJ definitivamente ainda não desponta como uma grande produtora, sendo possível encontrar facilmente esse mesmo estilo de som em produtores islandeses e de outros países nórdicos.

Sempre há uma grande expectativa quando se trata de Kraviz, porém vai ficar para as próximas uma supresa maior aos nossos ouvidos. Esperemos que desta vez ela seja mais breve.

Deixe um comentário

No Comments Yet

Comments are closed