Connect with us

Review

Nina Kraviz: grande DJ, mas (ainda) não grande produtora

Matth

Publicado há

Linda, sedutora, arrasta multidões para suas apresentações, dona de inegável talento e identidade única. Mas e quanto às suas produções, será que o nível é o mesmo? Na verdade, ao longo de sua grandiosa carreira, Nina Kraviz nunca foi considerada uma exímia produtora. Desde seus primeiros lançamentos, em 2010, a russa nascida na Sibéria sempre demonstrou seu grande diferencial e ponto forte nos vocais obscuros e sensuais — sensualidade esta que ajudou a conquistar seu território no mundo do techno, sem esquecer sua postura voltada ao feminismo.

Monique Dardenne: abrindo portas pras mulheres na música, sem mimimi

Após o álbum autointitulado de 2012, considerado mediano, e o alvo de críticas Mr Jones, EP de 2013, vivemos um hiato de quatro anos até o lançamento de uma nova track, “You Are Wrong”, em edit pelo Sónar. A versão oficial será lançada em julho, pelo selo de Kraviz, трип.

A música segue a linha de algumas produções anteriores, lembrando um pouco o break de MR Jones. Com um Bass simples, seguindo apenas uma linha sem mudanças durante toda a música, a novidade está na ausência de Snare a Caixa da bateria, deixando a música ser grooveada pelos hats.

Nina Kraviz lança faixa nova depois de quatro anos

Com um ar mais sinistro que de costume, a discrepância proposital no andamento da música (comum em seus sets ao vivo) com hi hats variados e variando já é marca registrada da DJ. A partir dos 4:30 minutos, somos envolvidos com um timbre de órgão que traz a impressão de estarmos entrando numa igreja, com a frase “you are wrong” repetida incansavelmente, como quem realmente quisesse espalhar aos quatro cantos essa afirmação — e esse sim parece ser o ponto forte da faixa.

É inegável que há muito tempo Nina Kraviz vem fazendo o som que ela realmente acredita; é a pura natureza de sua inspiração, bem como a essência sedutora e encantadora de sua voz. No entanto, a DJ definitivamente ainda não desponta como uma grande produtora, sendo possível encontrar facilmente esse mesmo estilo de som em produtores islandeses e de outros países nórdicos.

Sempre há uma grande expectativa quando se trata de Kraviz, porém vai ficar para as próximas uma supresa maior aos nossos ouvidos. Esperemos que desta vez ela seja mais breve.

Deixe um comentário

Notícia

Armin van Buuren lança nova versão de “Sex, Love and Water”

Phouse Staff

Publicado há

Sex, Love and Water
Escute o “Club Mix” do single “disco” do produtor holandês

Depois de surpreender o público com o single “disco” “Sex, Love and Water”, Armin van Buuren lançou uma versão da faixa bem mais no seu estilo clássico.

O “Club Mix” sai do campo do groove e vai para a zona da música eletrônica de pista, com sintetizadores rasgados e baterias dançantes. É interessante notar como a voz de Conrad Sewell se encaixou bem nos dois contextos — na original, carregada de emoção, e agora mais acelerada, remetendo a hits do trance.

+ Armin “goes disco”: astro holandês ousa em novo single

+ Fãs gravam trechos da turnê brasileira de Armin van Buuren

A estreia oficial do som foi no episódio 851 do A State Of Trance, porém Armin já havia tocado a música em sua turnê brasileira. Nessa sexta-feira, 16, ganhou um lyric video, que você pode assistir abaixo.

Deixe um comentário

Continue Lendo

Notícia

Alok doa cachê do Carnaval para ONGs de Salvador

Phouse Staff

Publicado há

Alok doa cachê
Foto: Alisson Demétrio/Divulgação
Dentre as instituições ajudadas, o DJ menciona o Projeto Axé, que ajuda crianças em situação de vulnerabiliade
* Atualizado em 19/02/2018, às 17:57

Atração deste Carnaval baiano, no qual arrastou cerca de um milhão de pessoas em um trio elétrico no Circuito Barra/Ondina, em Salvador, Alok comunicou para a imprensa que doou todo seu cachê correspondente ao evento para instituições de caridade da capital.

Um dos beneficiados foi o Projeto Axé, que atua para melhorar a vida de crianças que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica. A ONG passa por dificuldades para se manter, e, em contato com a Phouse, a equipe de Alok disse que seu nome foi divulgado justamente para atrair mais doadores. As outras instituições não tiveram seus nomes revelados.

“Obrigado Salvador por me receber sempre tão bem! Agora posso dizer que conheço de verdade a energia do Circuito Barra/Ondina! Melhor ainda é tornar isso exposição para a situação do Projeto Axé e demais instituições, que agregam tanto à sociedade soteropolitana. Precisamos ter consciência sempre de que nossa felicidade depende da felicidade dos outros, e esse é o caminho. Se cada um fizer um pouco, conseguimos transformar a vida de muita gente”, declarou o DJ, através de sua assessoria.

LEIA TAMBÉM:

Assista ao set do antigo projeto de psytrance de Alok e Bhaskar no Universo Paralello

Alok confirma colaboração com Anitta

Primeiro lançamento de Alok em 2018 é canção com dupla sertaneja

Apadrinhado por Alok, Scorsi é o 1º brasileiro a lançar EP pela Spinnin’

Deixe um comentário

Continue Lendo

Notícia

Assista ao novo trailer de documentário com Carl Cox e Martin Garrix

Phouse Staff

Publicado há

What We Started
What We Started” será lançado em março, durante o Ultra Miami

Pré-lançado no ano passado no Los Angeles Film Festival, o documentário What We Started, que conta a história da música eletrônica ao enganchar o legado de Carl Cox com a rápida ascensão de Martin Garrix, ganhou agora um novo trailer.

Com pouco mais de dois minutos, o trailer traz alguns trechos já conhecidos — como as falas de Seth Troxler e Paul Oakenfold, e a conversa de David Guetta com Garrix —, mas muitas cenas novas.

+ Teaser de documentário tem Garrix, Guetta, Angello, Troxler e Oakenfold

Falando sobre as origens da cultura das pistas de dança, Cox alega que era necessária muita habilidade para manejar os decks antigamente, enquanto Moby recorda de quando a dance music era totalmente separada da cultura pop — era o refúgio alternativo dos excluídos, dos que não se encaixavam nos padrões da sociedade.

O lançamento está programado para 22 de março, em Miami — época do Ultra. A partir de junho, o filme também deve estar disponível no Netflix.

LEIA TAMBÉM:

Documentário com Carl Cox e Martin Garrix será disponibilizado no Netflix

Filme que mostra o início do techno na Alemanha é disponibilizado no YouTube

Em minidoc, Darude conta a história de um dos maiores hits da música eletrônica

Tiësto, Hardwell, Digweed e outros falam sobre o marcante ano de 2003

O Seth Troxler profanou o Templo com um loop de funk; queimem o herege!

Deixe um comentário

Continue Lendo

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse