Remixes de clássicos da música eletrônica dão o tom no Top 10 da semana

Confira a seleção de lançamentos da última semana, por Lúcio Dorázio
* Edição e revisão: Flávio Lerner

Pode ter sido algo pontual da última sexta-feira ou simplesmente porque o fim de ano já está batendo à porta, mas notei uma diminuição na quantidade de lançamentos, principalmente aqui nos selos nacionais. Na lista dessa semana há bastante remix, e algumas colaborações importantes. Então vamos lá!

Temos o brasileiro Dakar colaborando novamente com os britânicos Tough Love pelo selo Realm, do Gorgon City; o duo Tube & Berger mostrando outra faceta em sua estreia no selo de Denniz Cruz; Don Diablo apostando numa sonoridade mais pop ao lado do cantor norte-americano Brado; um remix implacável do RÜFÜS DU SOL para a banda indie Foals, nos provando que o que é bom pode ficar ainda melhor.

Tem também um remix do Cassian para uma faixa do Yotto, em sua gravadora recém-inaugurada gravadora; Nicky Romero também trazendo sua visão para “Unloved You”, do Armin; os australianos The Avalanches fazendo um remix de 20 anos do clássico “Out of Control”, do The Chemical Brothers; o jovem produtor Mesto, que continua fazendo bonito, e agora traz ninguém menos que Aloe Blacc nos vocais do seu lançamento; a entidade do techno, Nicole Moudaber, fazendo um remix espetacular de outro clássico, de 1993; e por fim, mas não menos importante, deadmau5, que não cansa de nos surpreender, e agora nos mostra um lado mais sombrio com uma technera das boas.

Então, sem mais delongas, vamos ao que interessa:

Tough Love, Dakar – Take a Trip

O duo britânico Tough Love e o brasileiro Dakar se juntam mais uma vez e te convidam para uma viagem em “Take a Trip”. Lançada pelo selo Realm, do Gorgon City, o single mostra bastante a versatilidade dos produtores e é uma ótima munição para as pistas.

O groove enche os alto-falantes, e a voz robótica, meio hipnótica, logo te faz um convite: “feche os olhos e abra bem, pegue minha mão e venha comigo”. Você pode até pensar duas vezes antes de aceitá-lo, mas a batida e o ritmo criam condições em que fica impossível resistir.

Tube & Berger – Talking All Crazy

Tube & Berger faz sua estreia no selo MÜSE, de Denniz Cruz & Eddy M, com o lançamento de “Talking All Crazy”, que mostra um novo lado da dupla alemã. Como é de se esperar, é uma produção habilidosa que te guia por um vocal contagiante enquanto se mistura com o groove da percussão, os stabs e uma incrível bassline. 

Don Diablo – Congratulations 

O fenômeno do future house holandês está de volta com mais um lançamento que é forte candidato a hit: “Congratulations”, com o cantor e compositor americano Brando — mais conhecimento recentemente pelo hit “Body”, ao lado da dupla canandense Loud Luxury.

O lançamento é um som mais fresco e notavelmente mais suave do que estamos acostumados a ouvir de Don Diablo, mas o resultado final é excelente. Com uma pegada mais pop, os vocais de Brando brilham e pavimentam o caminho para a progressão da faixa. É o tipo de música que você poderá ouvir tanto na pista de dança como em uma rádio.

Foals – The Runner (RÜFÜS DU SOL Remix)

Aqui temos uma combinação que é difícil de dar errado. Para os fãs, é quase como que um sonho se tornando realidade ao ver dois ícones se juntando em prol da música. Lançada neste ano no sexto álbum do Foals (Everything Not Saved Will Be Lost – Part 2), “Runner” foi um sucesso imediato, alcançando charts importantes, quando foi lançada em setembro deste ano.

Agora, com o remix dos australianos do RÜFÜS DU SOL, a música tem todos os motivos para continuar em ascensão. Em entrevista, os produtores declararam que a ideia surgiu durante um encontro no Lollapalooza deste ano, em Santiago. O trio, que recentemente ganhou duas indicações ao Grammy, eleva a batida original para uma linha mais densa, pesada e com uma percussão agitada.

Cantos corais, efeitos de eco e camadas harmônicas conferem aos vocais do vocalista dos Foals, Yannis Philippakis, uma aura sombria, mas celestial. O lançamento marca o primeiro remix do RÜFÜS em mais de três anos. 

Yotto – Nova (Cassian Remix)

Mais uma colaboração sem erros. Em 2019, Cassian já nos presenteou com vários remixes interessantes, incluindo “Treat You Better “, do próprio RÜFÜS DU SOL, “Listen To Me”, do Bob Moses, e “Stay”, do Fabich.

Para refazer “Nova”, do Yotto, o produtor australiano aumenta o ritmo e adapta as buzinas surreais presentes na versão original para dar um tom um pouco mais divertido. Enquanto a identidade principal permanece intacta, Cassian deixa sua assinatura criando uma atmosfera e sentimentos inteiramente novos. O remix marca o primeiro projeto colaborativo do selo Odd One Out, recém-lançado pelo próprio Yotto. 

Armin van Buuren feat. Ne-Yo – Unlove You (Nicky Romero Remix)

“Unlove You”, do Armin van Buuren com Ne-Yo nos vocais, ganhou um tapa pelas mãos do Nicky Romero. Com muita personalidade, a versão alternativa apresentada por Nicky não altera muitas coisas e concentra algumas mudanças principalmente nos acordes, que sobem e descem, e  deixando a produção com um jeitão mais alegre.

A melodia do piano, que forma a base da original, permanece, assim como os vocais incríveis de Ne-Yo. Arrisco a dizer que o remix é um ótimo contraponto para “Unlove You”, que já era interessante, mas que agora, com a ajuda de sintetizadores mais progressivos, ganha mais cara de festival.

The Chemical Brothers – Out Of Control (The Avalanches Surrender To Love Mix)

Comemorando 20 anos do lançamento do álbum Surrender, um dos maiores sucessos do The Chemical Brothers, a faixa “Out of Control” acaba de ganhar um remix pelas mãos dos australianos The Avalanches.

Nele, a percussão mais agitada e os sintetizadores da versão original dão lugar a batidas mais relaxadas, acompanhadas por vocais e baterias de fundo suave. Uma versão classuda e com uma identidade que diz muito sobre o estilo dos australianos, que, aliás, já confirmaram novo EP a caminho, depois de três anos.

Mesto – Don’t Worry (feat. Aloe Blacc)

O jovem produtor e DJ holandês Mesto, de apenas 20 anos, tem pouco tempo de carreira, mas vem fazendo barulho e ganhando uma notável atenção com seus lançamentos. Lançada pela Spinnin’ Records, “Don’t Worry” já chega com cara de hit ao trazer ninguém menos que Aloe Blacc nos vocais.

A faixa é um future house com batidas rítmicas fortes e um refrão melódico que certamente despertará emoção na pista de dança. Desde sua estreia no Ultra Music Festival em março, já ganhou suporte de muitos artistas de peso, como Afrojack e Blasterjaxx

Jaydee – Plastic Dreams (Nicole Moudaber Renaissance Remix)

Lançada originalmente em 1992 pelo DJ e produtor holandês Jaydee, a clássica “Plastic Dreams” ganhou um remake de um dos principais nomes do techno: Nicole Moudaber.

Trata-se de um remix espetacular, que inclusive vem recebendo forte apoio de alguns nomes importantes, incluindo Carl Cox, que incluiu a versão em seus sets mais recentes.

Ao se aproximar de uma faixa tão icônica como “Plastic Dreams”, Nicole, sem perder sua essência, aplicou cautelosamente seu som forte e melódico, enfatizando as notas de jazz e o famoso refrão de sintetizadores que simulam notas de órgão para proporcionar uma nova e vibrante reformulação.

deadmau5 – FALL

deadmau5 continua nos surpreendendo com lançamentos inesperados e com identidades muito diferentes entre si. Em “FALL”, o produtor camaleônico escara seu lado mais dark e underground. É uma antítese de “SATRN” e  “Coasted”, lançadas recentemente, que trazem melodias mais melódicas e acordes progressivos.

Fugindo de possíveis rótulos, já ficou claro que o DJ mascarado curte se aventurar pelo techno com sons menos comerciais e mais sombrios. “FALL” é o mais próximo que podemos chegar do alter ego technero do artista, Testpilot

Lúcio Dorázio assina a coluna de lançamentos da Phouse.

SIGA A PHOUSE:
INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp