De ANNA e Seth Troxler a FTampa e Alok; ouça o Top 10 da semana

Confira mais uma super seleção plural dos lançamentos da última semana
* Edição e revisão: Flávio Lerner

Essa semana foi mais um trabalho difícil selecionar apenas dez lançamentos. Além das faixas já mencionadas anteriormente pela Phouse (novas de Skrillex, Hardwell, Wild Bass, Kreisler e Old Surfers), muita coisa excelente ficou de fora, mas segui a premissa de trazer uma lista plural e com tracks que merecem destaque. Já falei que foi difícil, né?

Dos 10 destaques, temos dois do techno e vindo de brasileiros, o que mostra o quanto essa vertente tem ganhado cada vez mais notoriedade: um EP da ANNA com ninguém menos que Miss Kittin; e outro lançamento do paulista Danny Oliveira, que me surpreendeu muito. Eu já o conhecia de um outro remix, mas nunca tinha parado pra prestar atenção mais de perto no seu trabalho. Quem é fã do gênero vai curtir!

Temos também outros brasileiros representando muito bem, como é o caso do Alok, que traz uma nova roupagem para um remix clássico do Supermode; Bhaskar e Enkode mais uma vez fazendo bonito com uma track super gostosa; FTampa e Diskover apostando cada vez mais no pop; e Gabriel Evoke se arriscando com um EP potente de tech house.

Já os gringos Kraak & Smaak e Seth Troxler trazem, cada um a sua maneira, aquele som classudo que a gente ama. Pra quem gosta de misturas de vertentes, fica a indicação da faixa lançando por Kriss Kross Amsterdam em parceria com o inglês Conor Maynard.

Alok, Harrison – Tell Me Why

Alok se uniu com o produtor britânico Harrison para reviver um clássico — dos bons — da dance music. Para quem não se lembra, a primeira versão de “Tell Me Why”, lançada pelo então projeto Supermode (formado por Steve Angelo e Axwell), foi inspirada em outro clássico dos anos 80: “Smalltown Boy”, de Bronski Beat.

Nesta releitura, lançada pela sua própria gravadora CONTROVERSIA, Alok conseguiu imprimir sua identidade com um drop enérgico, mantendo, em paralelo, os icônicos samples da versão original.

ANNA, Miss Kittin – Speicher 112 (EP)

Essa é para quem não perde um bom lançamento de techno, e aqui estamos falando de uma junção calorosa, que jamais passaria despercebida, de duas artistas incríveis. De um lado, a brasileira ANNA, que é destaque mundo afora e vem sendo ovacionada em qualquer lugar que toca, com um som autêntico e forte; de outro, mais uma rainha da cena, a veterana francesa Miss Kittin.

A expectativa para o EP era gigantesca, e o resultado não poderia ser melhor. ANNA, com seus sintetizadores irregulares, e Miss Kittin, com sua produção afiada, entregam um disco pesado, intenso e fascinante, com três cortes (“Original Mix”, “ANNA’s Raving in Space Mix” e “Radio Edit”) do mesmo som. Viva “Forever Ravers”!

Day or Night feat. Seth Troxler – Me, You, Us

Pouco se sabe sobre o projeto Day or Night, mas considerando este primeiro lançamento em colaboração com um produtor do prestígio de Seth Troxler, dá pra imaginar que seja de alguém que já tenha certa relevância.

Independentemente disso, “Me, You, Us” reúne um mundo de influências diferentes e curiosas do começo ao fim, o que nos transporta imediatamente para uma aventura musical quase que psicodélica. E isso nos leva a acreditar que o som foi produzido por alguém com uma clara compreensão da dinâmica de um clube. Som de alta classe!

Mark Knight vs Mr. Roy – Something About U 

O fundador do selo Toolroom, Mark Knight, entregou uma releitura moderna de “Something About U”, mais um clássico da dance music, lançado em 1994 por Mr. Roy. Este lançamento demonstra a facilidade de Mark em selecionar músicas antigas e reconstruí-las para uma pista de dança contemporânea, criando produções atemporais e eufóricas. 

FTampa, Diskover – What It Feels Like

A parceira é inédita, mas o contato entre os produtores começou há aproximadamente sete anos, quando Diskover começou a enviar demos para o FTampa — uma prova de que a persistência é mesmo o caminho pro êxito (parafraseando Charles Chaplin).

“What It Feels Like” tem uma letra densa, nostálgica, que contrapõe perfeitamente com a batida pop. Quem esperava por uma faixa mais pista pode até se desiludir, mas é certo que também irá se surpreender com a melodia e o beat animado do som, que, de quebra, ganhou um clipe muito legal focado no poder da dança.

Bhaskar, Enkode – All Again

Bhaskar vem de uma sequência impressionante de bons lançamentos. “All Again”, lançada pela Austro Music em parceria com o também produtor Enkode, propõe uma melodia agradável e um vocal bem “catchy”.

A letra fala sobre aquela vontade ou desejo de reviver um momento. Vale lembrar que esta é a segunda collab entre os artistas. A primeira foi “Lovin’ You”, lançada em outubro do ano passado, com a participação de Alternative Kasual e Lowderz.

Kraak & Smaak – Don’t Want This to Be Over 

O trio holândes conhecido por misturar influências da música eletrônica com disco e funk, Kraak & Smaak, nos presenteia com mais uma daquelas músicas pra salvar na playlist.

Lançada pela Boogie Angst, próprio selo do trio, “Don’t Want This to Be Over” traz os vocais super agradáveis da banda californiana Satchmode, que contribuem para transmitir todas as emoções e sentimentos propostos pela música. A faixa será apresentada no próximo álbum, Pleasure Center, previsto para 18 de outubro.

Segundo um comunicado à imprensa, o álbum terá a mesma vibe californiana que o trio imprime em seus lançamentos, com a participação de vários artistas locais. 

Kris Kross Amsterdam, Conor Maynard – Ooh Girl (feat. A Boogie Wit Da Hoodie)

Os irmãos holandeses Kris Kross Amsterdam (KKA) retornaram com mais um lançamento que tem tudo para ganhar os ouvidos dos amantes do pop.  Para completar o time, “Ooh Girl” conta ainda com a participação do inglês Conor Maynard e o rapper americano em ascensão A Boogie Wit Da Hoodie. A faixa respira sons atemporais e inovadores ao propor uma mistura interessante de ritmos de R&B, hip hop, funk, pop e house

Gabriel Evoke – Geek

O produtor e DJ paulistano Gabriel Evoke já é um nome conhecido na cena, e vem ganhando cada vez mais notoriedade não só aqui no Brasil, mas também no cenário internacional. Ele tem atraído atenção de algumas labels gringas, e agora com o EP Geek não é diferente.

O lançamento foi assinado pela italiana Shake Recordings, um dos principais selos de tech house do mundo. As duas faixas presentes no EP — a faixa-título e “Ready to Flight” (não disponibilizada para streaming) — são explosivas, muito bem construídas, com graves potentes e evidenciando elementos da house music, minimal e deep tech. Alguns chamam de sonzeira, e eu também.

Danny Oliveira – Sci-fi Mysteries

O techno brasileiro vem crescendo e isso é fato! Após sua estreia na gravadora Nin92wo, do goiano Alex Justino, com o remix de “Hecate”, do Binaryh, Danny Oliveira está de volta, agora com um EP para chamar de seu. Sci-fi Mysteries não deixa de ser um EP intrigante, e vem com duas faixas originais: “Afloat” e “Meteora” — esta conta ainda com um “Ambient Mix”, trabalhando apenas a harmonia e melodia, sem batidas.

O especial deste lançamento é a abordagem de um ambiente cósmico e futurístico — como o próprio nome do EP antecipa — e os momentos de tensão e mistério, que colocam o ouvinte em uma espécie de máquina do tempo, transportando-o para outra dimensão. Tudo isso, resultado de uma interessante combinação de texturas industriais e elementos de ficção científica.

Lúcio Dorázio assina a coluna de lançamentos da Phouse.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.