Breaking Beattz e Victor Lou unem forças em releitura de clássico de Tiga e Audion

Duo mineiro e produtor goiano lançaram sua própria versão de "Let's Go Dancing", hit de 2013

Está disponível em todas as plataformas de streaming a collab entre Breaking Beattz e Victor Lou, “Let’s Go Dancing”, lançada pela gravadora brasileira CICLO Records. A música — uma releitura de clássico de Tiga com Audion — já recebeu suporte de DJs por todo o Brasil e chama atenção para um background musical e uma relação de amizade entre os projetos que influenciou toda a produção.

Esse background musical do projeto Breaking Beattz foi o ponto de partida da collab. O duo mineiro composto por Lauro Viotti e Rafael Zocrato — o Zozo — explicou à Phouse o processo de produção.

“A visão do Breaking Beattz é sobre ser um projeto raiz, por diversos fatores. Eu e o Lauro somos DJs há muito tempo, passamos por diversas fases e é um fato que nos proporcionou um background pesado. Conhecemos tantas músicas antigas, e em alguns encontros com os amigos produtores, percebemos que tocamos uns sons que são atuais, mas que foram lançados há dez anos, que os meninos piram”, contou Zozo.

“Nossa identidade está bem marcada nela, não só pelos timbres, melodias e demais estruturas do som em si, mas também por ter um vocal de um artista mais old school que influencia gerações até hoje; o Tiga”, acrescentou.

Lançada originalmente em 2013, “Let’s Go Dancing” é uma collab de Tiga e Audion que ganhou vários remixes de produtores de renome, como Solomun, Adam Beyer, Breach e Maya Jane Coles — detalhes que inspiraram Breaking Beattz e Victor Lou a produzirem a sua releitura.

“Essa track é da época que o deep house estava em alta e tanto eu quanto o Zocrato tínhamos projetos separados. Foi um hit e teve vários remixes de vários artistas que também éramos fãs além do Tiga, então olhamos pro nosso background musical e lembramos desse vocal”, completou Lauro.

A versão original

Já a participação de Victor Lou na produção tem relação com a amizade dos produtores e a combinação dos estilos de produção de ambos os projetos.

“Nosso contato inicial na produção foi quando eles remixaram minha música, ‘Again’. Essa é nossa primeira collab juntos e ficou bem bacana. O público aprovou, e a voz do público é a voz de Deus. Sem dúvidas essa soma de forças de ambos os lados ajudou a deixar a track do jeito que queríamos”, explicou o DJ e produtor goiano.

“A ‘Let’s Go Dancing’ é um som que gostamos bastante de tocar na pista e vem fazendo muito barulho. Quando iniciamos a ideia, mostramos ela para alguns amigos como de costume e o Lou curtiu bastante. Por ela ter essa pegada mais pesada, também combinou com o estilo dele”, seguiu Zozo. 

Importando o sample vocal da canção original, o cover recebeu o apoio da editora responsável por “Let’s Go Dancing” — a Universal Music, que apenas solicitou uma mudança aos brasileiros: conservar o seu nome na íntegra. “Antes a produção se chamava ‘Breaking Beattz & Victor Lou – Dancin’, e a única alteração que eles pediram foi para conservar o nome original da track do Tiga”, finalizou o artista.

ERRATA: Diferentemente do que foi informado anteriormente, não foi a Turbo Records — gravadora responsável pelo lançamento de “Let’s Go Dancing” em 2013 — que autorizou o lançamento do cover, mas a Universal Music. A informação foi corrigida.

CONFIRA TAMBÉM:

SIGA A PHOUSE:
INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS