Connect with us
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

Festivais independentes reclamam de concorrência desleal da Live Nation

A Associação de Festivais Independentes foi solicitada a investigar a empresa

Phouse Staff

Publicado em

30/08/2018 - 12:53
Live Nation
Foto: Reprodução

O jornal britânico The Guardian publicou nesta semana uma matéria sobre uma treta na indústria musical no Reino Unido. Segundo o texto, organizadores de festivais independentes de música querem que a Associação de Festivais Independentes (AIF) investigue o domínio da empresa americana Live Nation no país. Para eles, a cena está sofrendo com a competição de mercado desigual neste verão.

A Live Nation, ou suas subsidiárias, controlam alguns dos maiores eventos de música ao vivo no Reino Unido — entre eles, Latitude, Isle of Wight, Reading, Leeds, Parklife e Lovebox. A AIF afirma que assim a empresa conseguiu “sufocar a competição” dos eventos de música, prejudicando o mercado.

Segundo a associação, a Live Nation detém uma participação de 26% do mercado para eventos com capacidade de mais de cinco mil pessoas, em comparação com seu concorrente mais próximo, a Global, com 8%. A AIF alega que a alta participação de mercado da Live Nation prejudica a escolha e a relação custo-benefício, devido à presença da empresa tanto na emissão de ingressos, quanto no gerenciamento de artistas e nas produções.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o mercado

Paul Reed, presidente-executivo da associação, comentou sobre a situação. “Eles podem bloquear novos participantes no mercado, resultar em estrangulamentos de talentos por meio de acordos de exclusividade e reprimir a concorrência em todo o negócio da música ao vivo”. Reed destacou que “esse domínio de mercado prejudicial precisa receber a punição que merece”.

Na matéria, um produtor de festival que não quis ser identificado afirmou que tem sido incapaz de bookar certos shows por conta dos acordos de exclusividade fechados com a Live Nation. “Ninguém ganha com isso. Todos nós temos interesse nas bandas e a cena está florescendo. Muse, U2, Madonna, todos aprenderam seu ofício tocando o máximo que podem. Este é o auge do comportamento de concorrência desleal, restringindo as bandas de tocar nos demais shows ao vivo”, disse ele.

Além disso, a Live Nation é proprietária da Ticketmaster, maior empresa de venda de ingressos do mundo, com participação de 46% das 61 principais bilheterias de eventos no Reino Unido. A empresa norte-americana também gerencia mais de 500 artistas e promoveu 30 mil shows em todo o mundo só em 2017. O Guardian afirma ter procurado a Live Nation para comentar o assunto, mas sem ter recebido resposta.

LEIA TAMBÉM:

Empresa americana compra parte majoritária do Sónar

Pesquisa: 70% das mulheres britânicas temem sofrer assédio em festivais

Site publica estudo inédito com selos brasileiros de música eletrônica

Indústria da dance music registra 1ª queda em 5 anos, aponta relatório do IMS

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

deadmau5 lança 2º volume da coletânea “mau5ville” e novo vídeo bizarro

Compilação da mau5trap ganha novo volume com nove faixas inéditas

Phouse Staff

Publicado há

mau5ville 2
Foto: Reprodução

O deadmau5 anda numa espécie de “rehab” pra tratar da sua saúde mental, o que o tem mantido distante das redes sociais, mas não de suas gigs e, pelo visto, nem de seus lançamentos. Quatro meses depois de trazer o primeiro volume (ou “Level 1”) de sua nova coletânea, mau5ville, o ratão apresentou nesta sexta-feira, 16, a continuação da parada, com o “Level 2”.

Além da compilação, que traz mais uma vez collabs inéditas, remixes e faixas solo dele e de alguns nomes do roster da mau5trap, o artista também já aproveitou pra soltar o vídeo da primeira faixa, “Drama Free”, com a cantora e compositora Lights. O vídeo é uma espécie de continuação da loucurada em computação gráfica que vimos em “Monophobia”, faixa com o Rob Swire que, por sinal, abria justamente a mau5ville: Level 1

 
 

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o deadmau5

Continue Lendo

Brand Channel

Deep, acid e tech house folclórico; confira os 3 novos sons da Alphabeat

Kiko Franco e Woak com gringos, collab entre namorados e Dudu Linhares e ChampZ são a bola da vez na gravadora

Alphabeat Records

Publicado há

Alphabeat
O casal Camila Yoshida e Lipe Forbes no estúdio. Foto: Divulgação

Mais uma sexta-feira, mais uma vez que a Alphabeat vem com três lançamentos de uma vez — e os três bem diferentes entre si.

“Swim” é o resultado da parceria de Kiko Franco e WOAK com o inglês Sylvain Armand e a voz do australiano Nick Kingswell (Austrália), que deu origem a esse deep house harmônico e irado, com elementos e personalidade de cada artista envolvido.

 

Subimos o BPM com “Dance the Dance”, uma collab entre Lipe Forbes e sua namorada, Camila Yoshida. Trata-se de uma música romântica, mas agitada e enérgica, com pitadas de acid e electro house, grooves disco e vocais do casal modulados com vocoder, à lá Daft Punk.

 

Por fim, “La Grega” é mais um trabalho autoral de Dudu Linhares em parceria com ChampZ — olha ele aqui de novo! —, depois de um bom tempo de desenvolvimento em estúdio. A música mescla batidas de tech house com melodia e samples de música folclórica do leste europeu, além de alguns timbres de house music clássica.

  

+ CLIQUE AQUI para conferir mais conteúdo da Alphabeat Records

Continue Lendo

Phouse Tracks

RAAF – Infinity (Original Mix)

Phouse Staff

Publicado há

RAFF

O lançamento de hoje da Phouse Tracks é “Infinity”, uma bass house pegada do DJ e produtor RAAF.

A música está agora disponível para free download no Artist Union, no nosso SoundCloud e no Spotify.

RAAF é mais um projeto de Rafael Pereira Pires, o RaFelps, jovem carioca de apenas 17 anos responsável por alguns dos principais lançamentos da Phouse Tracks. O garoto — que, por sinal, lançou conosco na semana passada — possui esse outro projeto paralelo, voltado a frequências mais graves.

Como RAAF, tinha lançado apenas bootlegs para faixas como “Tem Café”, do Gaab com o MC Hariel, e “Make It Bun Dem”, do Skrillex.

Siga e ouça também a playlist com todos os nossos lançamentos:

+ CLIQUE AQUI para conferir mais lançamentos da Phouse Tracks

Continue Lendo

Publicidade

Sundance (300×250)
Injeção Eletrônica 300×250
Brazillian Bass 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
Injeção Pop Up