Mais confusão no EDC: DJ Khaled afirma ter sido sabotado

O Electric Daisy Carnival deste ano está dando o que falar. Além da triste notícia do falecimento de um frequentador, das mais de mil chamadas médicas ao longo de todo evento e pessoas reclamando de problemas com o transporte e organização, o set do DJ Khaled foi bem problemático.

+ Homem morre no EDC com temperatura corporal elevada

Houve problemas com o som mais de uma vez e o artista foi conduzido até o backstage por mais de uma hora, mas, alegando ouvir o grito de seus fãs, retornou ao palco. O próximo a se apresentar era o holandês Yellow Claw, e a plateia se dividiu — fãs de Khaled contra fãs de Claw, que vaiaram o DJ.

+ EDC Las Vegas 2017 é marcado por muita confusão

Khaled afirma ter sido sabotado pela produção do evento. “Eles tentaram me boicotar tantas vezes que ELES não conseguiam acertar o som no meu set, mas mesmo assim eu me manti no palco, sem som. Quando o som voltou, eles quiseram encurtar meu tempo, mas eu ainda lutei pelos meus fãs. Qualquer outro teria ido embora”, escreveu em uma de suas publicações no Instagram sobre o caso. Ainda nesse vídeo, Khaled fala: “Eles querem me cortar, mas isso aqui é a Califórnia!”, e na sequência começa a faixa “California Love”. O festival, no entanto, acontece em Las Vegas, que fica em Nevada.

Pra fechar, não podia faltar ele: deadmau5 aproveitou para soltar aquele tweet ácido de sempre: “‘Eles sabotaram meu set! Meu som está com defeito.’ — Vou usar essa desculpa um dia”, escreveu o “rato”.

MAIS LIDAS DA SEMANA