Connect with us
GV – ELROW
Green Valley Dez. Full
Go Festivals – Tomorrowland Winter Full
Banner Sundance Leaderborder

MERCADO BILIONÁRIO TRANSFORMA A PROFISSÃO DE DJ EM CARREIRA DOS SONHOS

Phouse Staff

Publicado em

20/06/2013 - 21:06

Músicas inteiras criadas por softwares. Festas cada vez mais concorridas embaladas por beats e sintetizadores. DJs que são verdadeiros astros e faturam milhões. Hoje no cenário da música eletrônica não há mais espaço para improviso ou amadorismo. No Brasil, o setor movimentou em 2011 quase 2 bilhões de reais e alcançou um público de mais de dezenove milhões de pessoas. Só de cachê foram pagos cerca de 97 milhões de reais. Os números de 2012 ainda estão sendo contabilizados mas já se fala em um crescimento de pelo menos 12% *. Essa realidade é que tem transformado a profissão de DJ em carreira dos sonhos de muita gente. Tocar em baladas já não é mais hobby de fim de semana, a coisa ficou séria. Não é a toa que nomes como FatBoy Slim, David Guetta e Calvin Harris são sinônimo de cifras astronômicas e casa cheia no mundo todo.
O Brasil também já tem seus astros. O boom da música eletrônica por aqui já foi destaque até na renomada revista americana “Forbes”. Com o título “Forget the bossa nova, Brazil is now the country of eletronic music”, a publicação trouxe São Paulo e Santa Catarina como as mecas do batidão. Mas aos poucos a tendência se espalha por todo o país.


Na Bahia, o jovem Rafael Almeida Gouveia sabia desde cedo o queria: ser DJ e viver de música. O sonho ele realizou e hoje chega a fazer quase 20 festas por mês, em Salvador, no interior da Bahia e até fora do estado.

O crescimento do mercado também aqui na terra do axé music tem atraído cada vez mais profissionais e a carreira já é vista com bons olhos. “Hoje eu sinto minha carreira valorizada, tanto quanto de um advogado ou engenheiro, eu pago minha contas e não posso reclamar”, garante Rafa. Ele se espelha nos super DJs americanos e franceses, com status de celebridade. Mas quem pensa que após 5 CD’s gravados ele pára por aí, se engana feio. Rafa Gouveia ainda quer voos mais altos e pra isso ele leva o investimento no trabalho a sério: “Estudo, pesquiso, corro atrás e tento me aprimorar e me profissionalizar cada vez mais”.

Um outro exemplo de inserção no mercado da eletrônica na Bahia é o Dj Naylson Carvalho. Ele foi mais um ‘rebelde’, que não fez direito, nem medicina, e nem apostou em uma dessas profissões que dão um atestado de aprovação aos olhos da sociedade: “A idéia surgiu quando vi meu primo Humberto tocando na Furacão 2000 ainda com vinil. Eu ficava fascinado com ele comandando a pista, era mágico, mas meus pais não gostavam muito da idéia, eles queriam que eu terminasse de qualquer jeito a faculdade de Engenharia Elétrica (risos)”

De mansinho ele conquista a cada dia seu espaço nas melhores casas da cidade: “Não é fácil ter que se colocar a prova diariamente. Já estou nessa luta a 8 anos como DJ e sei que estou só começando, mas tem muita coisa boa vindo pela frente!!”

DJ Naylson já teve a honra de tocar com figuras ilustres do cenário eletrônico aqui de Salvador, como Luca Buzanelli, Roberta Lago, Roots, Mascotto, Monstro, Renata Dias, Fernando Mendes, entre outras feras! Mas, o que marcou, segundo ele, foram as festas produzidas pelo DJ Luan Delucci. “A galera tava lá realmente pra curtir nosso som, todos conheciam as músicas e agitavam com as mixagens. Busco sempre um diferencial que agrade a pista. Sempre quando me pedem uma música eu toco na mesma hora, não tenho essa vaidade de fazer bonito pra quem é do meio, quero ver o sorriso no rosto das pessoas, sabe? Mãozinha pra cima pra mim é como se ganhasse a noite, me divirto com esses detalhes!” – diz Naylson.

Até Nicole Gadas, a nossa colunista, já está se rendendo ao encanto das baladas. Ela não quer virar DJ, mas aposta nesse estilo musical como cantora. “Sempre sonhei em ser cantora, mas não topo qualquer coisa por sucesso. Já recebi propostas pra fazer banda de sertanejo, por exemplo, já dei até canjas de brincadeira, mas o que eu quero é mostrar minha verdade. Acho importante existirem projetos inovadores, que fujam um pouco às regras e surpreendam o público por conta disso! O sertanejo e o axé em Salvador já estão com seus mercados saturados, assim uma novidade vem a ser interessante aos olhos do público, atiçando a sua curiosidade. Não é a toa que existem projetos inusitados que estão bombando, como o da Banda YOW e, até mais distante do cenário eletrônico, o da Sambô. “- cita Nicole.

A cantora já tem uma música gravada juntamente com a Tranzux Project, a faixa ‘Living’, autoria de Marcelo Sant’anna, que não deixa a desejar se comparada a composições de DJS internacionais mega estourados! Quem quiser pode se entreter e conferir a música em: youtube.com/nicolegadas

Nicole Gadas está atualmente apostando em projetos de LIVES com DJ’s de Salvador e diz estar apaixonada com as descobertas: “A música eletrônica é um aprendizado constante e muito prazeroso! Gosto de combinar a suavidade da voz feminina com a tensão e o peso das batidas. É uma junção que tem tudo a ver e nos vicia (risos)!”

Só nos resta agora aproveitar e esperar pelas novidades!

*Fonte: Anuário da Rio Music Conference (www.riomusicconference.com.br)
Link da Forbes: http://www.forbes.com/sites/andersonantunes/2012/02/27/forget-the-bossa-nova-brazil-is-now-the-country-of-electronic-music/

 

Por:  Luckas Wagg

 

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL
[fbcomments]

Notícia

Saiba tudo sobre a nova edição de verão da Kaballah

Festival rola no dia 26 de janeiro, no complexo Music Park, em Floripa

Phouse Staff

Publicado há

Kaballah Summer
Foto: Divulgação

A organização do Kaballah Festival está preparando mais uma edição especial de verão para que o ano de 2019 comece quente na ilha da magia. No dia 26 de janeiro, o complexo Music Park, em Jurerê Internacional, receberá cerca de 12 horas de música, distribuídas em quatro palcos: Main Stage, Psycho Roots e os palcos assinados pelos núcleos Tantša e Michael Deep.

+ Em volta a São Paulo, Kaballah Festival celebrou 15 anos em grande estilo

O público pode esperar mais de 30 artistas de vertentes variadas da música eletrônica — entre eles, Ace VenturaCaptain Hook, Chemical Dogz (uma fusão entre Chemical Surf e Dubdogz), Dashdot (com Ashibah), Gabe (live), Gabriel BoniILLUSIONIZEJustin Martin, L_cio e Vini Vici. O festival abre os portões a partir das 18h.

Para receber cerca de 12 mil pessoas, o evento contará com uma estrutura completa para conforto do público, incluindo camarotes, bares e praça de alimentação. Os interessados podem adquirir os ingressos que já estão no segundo lote, a partir de R$77,00, através da Blueticket. Esta será a quarta edição de veraneio em Florianópolis.

Confira o lineup completo:

Foto: Reprodução

Continue Lendo

Notícia

Warung arrecada mais de 4 mil brinquedos para o Natal

A casa atingiu o seu recorde de doações com a campanha

Phouse Staff

Publicado há

Warung 15 anos review
Foto: Reprodução

O Warung divulgou hoje em suas redes sociais o resultado da sua campanha solidária de Natal: mais de quatro mil brinquedos arrecadados.

A campanha para a doação foi iniciada no começo deste mês, em parceria com a prefeitura de Balneário Camboriú, e atingiu um recorde na festa dessa sexta-feira, que abriu a programação de verão da casa com nomes como Thomas Schumacher, Bob Moses e Jamie Jones. Os brinquedos foram recebidos tanto no clube quanto nas lojas do “Templo”.

Os brinquedos agora serão doados para instituições que atendem crianças carentes nas cidades de Balneário Camboriú e Itajaí.

 

LEIA TAMBÉM:

Confira a programação do Warung Beach Club para o verão 2019

Em parceria com Warung e Amnesia, novo festival vai agitar o litoral nordestino

Thomas Schumacher fala sobre parceria com Victor Ruiz e volta ao Brasil

Importante selo de house e techno da Itália traz showcase inédito ao Brasil

Warung anuncia BLANCAh e Eli Iwasa como novas residentes

Continue Lendo

Phouse Tracks

Ariel Merisio, ZAC – Summertime EP

Phouse Staff

Publicado há

Ariel Merisio ZAC

Hoje quebramos um pouco o protocolo e lançamos não uma track, mas um EP pela Phouse Tracks. O disco é uma produção de Ariel Merisio e ZAC, produtores de progressive house que já foram destaque aqui na Phouse. Chamado Summertime, o disco traz o original mix da faixa homônima, além de um “radio edit” e uma versão dub.

As três versões da música estão agora disponíveis para free download no Artist Union (Original Mix, Radio Edit, Dub Version), no nosso SoundCloud e no Spotify.

Com alguns anos de estrada, o produtor catarinense Ariel Merisio é um dos nomes fortes da cena house/techno brasileira. O artista se destacou com o EP Soft Jam, lançado pela label inglesa NOEXCUSE, em 2016, e tendo recebido suporte de expoentes mundiais, como Marco Carola, Stefano Noferini, Loco Dice e Roger Sanchez. Residente do Amazon Club, um dos melhores clubes de Santa Catarina, Merisio mantém uma intensa rotina de estúdio, o que já lhe rendeu lançamentos por gravadoras italianas e, mais recentemente, pela Warung Recordings.

O também catarinense ZAC não é novidade para os leitores da Phouse. Thiago Zacchi tem uma longa carreira de mais de 13 anos de discotecagem, mas foi neste ano que o DJ explodiu no país ao lançar seu novo projeto, chamando atenção de alguns dos principais expoentes do progressive house no mundo todo — sobretudo Hernán Cattáneo, que vem sempre prestigiando os lançamentos do produtor. Você confere mais detalhes desta história aqui.

Siga e ouça também a playlist com todos os nossos lançamentos:

+ CLIQUE AQUI para conferir mais lançamentos da Phouse Tracks

Continue Lendo

Publicidade

Go Festivals – Tomorrowland 300×250
Green Valley – 300×250
Sundance (300×250)

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Sundance Pop Up