Connect with us
Banner Sundance Leaderborder

MERCADO BILIONÁRIO TRANSFORMA A PROFISSÃO DE DJ EM CARREIRA DOS SONHOS

Phouse Staff

Publicado em

20/06/2013 - 21:06

Músicas inteiras criadas por softwares. Festas cada vez mais concorridas embaladas por beats e sintetizadores. DJs que são verdadeiros astros e faturam milhões. Hoje no cenário da música eletrônica não há mais espaço para improviso ou amadorismo. No Brasil, o setor movimentou em 2011 quase 2 bilhões de reais e alcançou um público de mais de dezenove milhões de pessoas. Só de cachê foram pagos cerca de 97 milhões de reais. Os números de 2012 ainda estão sendo contabilizados mas já se fala em um crescimento de pelo menos 12% *. Essa realidade é que tem transformado a profissão de DJ em carreira dos sonhos de muita gente. Tocar em baladas já não é mais hobby de fim de semana, a coisa ficou séria. Não é a toa que nomes como FatBoy Slim, David Guetta e Calvin Harris são sinônimo de cifras astronômicas e casa cheia no mundo todo.
O Brasil também já tem seus astros. O boom da música eletrônica por aqui já foi destaque até na renomada revista americana “Forbes”. Com o título “Forget the bossa nova, Brazil is now the country of eletronic music”, a publicação trouxe São Paulo e Santa Catarina como as mecas do batidão. Mas aos poucos a tendência se espalha por todo o país.


Na Bahia, o jovem Rafael Almeida Gouveia sabia desde cedo o queria: ser DJ e viver de música. O sonho ele realizou e hoje chega a fazer quase 20 festas por mês, em Salvador, no interior da Bahia e até fora do estado.

O crescimento do mercado também aqui na terra do axé music tem atraído cada vez mais profissionais e a carreira já é vista com bons olhos. “Hoje eu sinto minha carreira valorizada, tanto quanto de um advogado ou engenheiro, eu pago minha contas e não posso reclamar”, garante Rafa. Ele se espelha nos super DJs americanos e franceses, com status de celebridade. Mas quem pensa que após 5 CD’s gravados ele pára por aí, se engana feio. Rafa Gouveia ainda quer voos mais altos e pra isso ele leva o investimento no trabalho a sério: “Estudo, pesquiso, corro atrás e tento me aprimorar e me profissionalizar cada vez mais”.

Um outro exemplo de inserção no mercado da eletrônica na Bahia é o Dj Naylson Carvalho. Ele foi mais um ‘rebelde’, que não fez direito, nem medicina, e nem apostou em uma dessas profissões que dão um atestado de aprovação aos olhos da sociedade: “A idéia surgiu quando vi meu primo Humberto tocando na Furacão 2000 ainda com vinil. Eu ficava fascinado com ele comandando a pista, era mágico, mas meus pais não gostavam muito da idéia, eles queriam que eu terminasse de qualquer jeito a faculdade de Engenharia Elétrica (risos)”

De mansinho ele conquista a cada dia seu espaço nas melhores casas da cidade: “Não é fácil ter que se colocar a prova diariamente. Já estou nessa luta a 8 anos como DJ e sei que estou só começando, mas tem muita coisa boa vindo pela frente!!”

DJ Naylson já teve a honra de tocar com figuras ilustres do cenário eletrônico aqui de Salvador, como Luca Buzanelli, Roberta Lago, Roots, Mascotto, Monstro, Renata Dias, Fernando Mendes, entre outras feras! Mas, o que marcou, segundo ele, foram as festas produzidas pelo DJ Luan Delucci. “A galera tava lá realmente pra curtir nosso som, todos conheciam as músicas e agitavam com as mixagens. Busco sempre um diferencial que agrade a pista. Sempre quando me pedem uma música eu toco na mesma hora, não tenho essa vaidade de fazer bonito pra quem é do meio, quero ver o sorriso no rosto das pessoas, sabe? Mãozinha pra cima pra mim é como se ganhasse a noite, me divirto com esses detalhes!” – diz Naylson.

Até Nicole Gadas, a nossa colunista, já está se rendendo ao encanto das baladas. Ela não quer virar DJ, mas aposta nesse estilo musical como cantora. “Sempre sonhei em ser cantora, mas não topo qualquer coisa por sucesso. Já recebi propostas pra fazer banda de sertanejo, por exemplo, já dei até canjas de brincadeira, mas o que eu quero é mostrar minha verdade. Acho importante existirem projetos inovadores, que fujam um pouco às regras e surpreendam o público por conta disso! O sertanejo e o axé em Salvador já estão com seus mercados saturados, assim uma novidade vem a ser interessante aos olhos do público, atiçando a sua curiosidade. Não é a toa que existem projetos inusitados que estão bombando, como o da Banda YOW e, até mais distante do cenário eletrônico, o da Sambô. “- cita Nicole.

A cantora já tem uma música gravada juntamente com a Tranzux Project, a faixa ‘Living’, autoria de Marcelo Sant’anna, que não deixa a desejar se comparada a composições de DJS internacionais mega estourados! Quem quiser pode se entreter e conferir a música em: youtube.com/nicolegadas

Nicole Gadas está atualmente apostando em projetos de LIVES com DJ’s de Salvador e diz estar apaixonada com as descobertas: “A música eletrônica é um aprendizado constante e muito prazeroso! Gosto de combinar a suavidade da voz feminina com a tensão e o peso das batidas. É uma junção que tem tudo a ver e nos vicia (risos)!”

Só nos resta agora aproveitar e esperar pelas novidades!

*Fonte: Anuário da Rio Music Conference (www.riomusicconference.com.br)
Link da Forbes: http://www.forbes.com/sites/andersonantunes/2012/02/27/forget-the-bossa-nova-brazil-is-now-the-country-of-electronic-music/

 

Por:  Luckas Wagg

 

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Notícia

Space Ibiza deve ser reinaugurada em 2020

Lendário clube de Ibiza foi fechado em 2016

Phouse Staff

Publicado há

Nova Space
Dave Browning, Carl Cox, Pepe Rosello e Juan Arenas estão à frente do projeto. Foto: Reprodução

Já se passaram dois anos desde o fechamento da Space Ibiza, e Carl Cox passou esse período tocando em turnês isoladas pela ilha do fervo, na alta temporada europeia. Pelo visto, porém, o DJ não se aguentou de saudades, e, junto com o antigo fundador da Space, Pepe Rosello, resolveu dar um novo rumo para essa história. 

A promessa da retomada da Space, onde Cox foi residente por 15 anos, deve se tornar realidade em 2020, embora os planos ainda estejam repletos de mistérios. “Vamos a um lugar completamente novo, com um novo conceito. A ideia é ter as mesmas pessoas que fizeram o clube”, contou Carl Cox à BE-AT.TV, garantindo que a nova casa não estará pronta em 2019.

Além do DJ residente e do fundador, estão na empreitada o promoter das antigas, Dave Browning, e Juan Arenas, que foi gerente nos últimos dez anos da casa. “Já temos algumas novidades interessantes para o ano que vem e falaremos mais sobre isso quando for a hora”, disse Cox, desta vez para o site oficial da Space Ibiza. “Por enquanto, estou muito feliz com meu novo papel no clube”, finaliza o DJ britânico.

LEIA TAMBÉM:

Escute o B2B entre Carl Cox e Joseph Capriati no Burning Man

Carl Cox afirma que EDM foi importante para a popularização do techno

Com divas da house, Carl Cox e Eric Powell anunciam turnê em vinículas

Celebrando a última temporada da Space, Carl Cox grava novo Essential Mix

Continue Lendo

Notícia

Paranaense DJ Morenno vence a etapa brasileira do Red Bull 3Style 2018

Paranaense representará o país na nona final da competição, no Taiwan

Phouse Staff

Publicado há

DJ Morenno
Foto: Felipe Gabriel (Red Bull Content Pool)/Divulgação

DJ Morenno é o grande vencedor da etapa brazuca do Red Bull Music 3Style. A conquista foi celebrada na noite do último dia 12, durante a final do concurso na Red Bull Station, no centro de São Paulo.

O paranaense de 33 anos foi escolhido pelos jurados Damianito (Itália, último campeão da edição mundial da competição), o chileno BYTE e a nossa DJ Cinara, que já levantou o troféu nacional em 2014 e 2015. Morenno concorreu com Mayrink, Gunnga, Guto Loureiro, Shinpa e Baco, e acabou levando a melhor no conjunto geral entre originalidade, habilidade, repertório e reação do público — tudo isso tendo que misturar três estilos diferentes em apenas 15 minutos, conforme a regra geral do 3Style.

   

Misturando pop, rap latino, samba e funk para faturar o caneco, o experiente DJ — que vem da escola do hip hop — falou, através da assessoria de imprensa da Red Bull, sobre seu primeiro título em sua terceira final brasileira:

“Vim para São Paulo 40 dias antes do campeonato apenas para ficar treinando. Essa foi a vez de equilibrar os pontos nos quais não fui também nas tentativas anteriores. Sinto uma responsabilidade muito grande agora por representar um time de DJs que me acompanha e me ajuda”, comentou.

Agora, o DJ Morenno segue para Taipei, capital do Taiwan, para a nona final mundial do Red Bull 3Style, que está prevista para o começo de 2019. Na última edição, Marquinhos Espinosa representou o Brasil na Cracóvia, Polônia, mas o grande troféu acabou mesmo com o italiano Damianito.

Vídeo sobre a última final, na Cracóvia

 

Continue Lendo

Notícia

Steve Angello revela um dos países da turnê do Swedish House Mafia

O produtor sueco fez o anúncio ao final do seu set no Ultra Mexico

Phouse Staff

Publicado há

Swedish House Mafia confirmado
Foto: Reprodução

Em sua gig no Ultra Mexico, nesse final de semana, Steve Angello encerrou o set anunciando em alto e bom som: o Swedish House Mafia vai passar pelo México em sua turnê de 2019. “México, vejo vocês no ano que vem com o Swedish House Mafia”, declarou o artista, pra delírio da galera.

   

Nenhum outro país da turnê foi confirmado oficialmente, embora seja bastante óbvio que o trio vai tocar nos Estados Unidos e na Suécia. Na semana passada, pôsteres com o logotipo da Nike sequenciado (como em outras ações de marketing do grupo) e com a mesma modelo usada em campanhas anteriores foram vistos em Estocolmo, mas não está claro do que se trata.

Já no Brasil, a expectativa também é alta de termos o trio sueco por aqui.

    

LEIA TAMBÉM:

Swedish House Mafia pode vir ao Brasil em 2019

Falando sobre a volta do SHM, Ingrosso revela hiato de duo com Axwell

Steve Angello confirma turnê do Swedish House Mafia em 2019

Pôsteres em Londres podem estar ligados com nova ação do Swedish House Mafia

Swedish House Mafia “de volta pra valer”

Continue Lendo

Publicidade

Sundance (300×250)
Brazillian Bass 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »