É inegável que a música nos alivia as tenções emocionais e nos assegura a liberdade de imaginação. Quem é que não admira sequer uma canção? Nesse sentido, compreende-se que nós, seres humanos, somos reféns de uma infinidade de gêneros musicais, com os quais, sem ao menos imaginar, somos estimulados.

E esses estímulos podem ser em nossos comportamentos, em nossa maneira de pensar, de interpretar o que está a nossa volta, e, sobretudo, em nossos prazeres.

Como pode ser notado no vídeo que disponibilizamos no final desta matéria, a música pode estimular prazeres no indivíduo e ser a responsável pela sua motivação, alteração de humor e grau de inteligência.

Abaixo, confira mais um estudo relacionado aos benefícios que a música pode nos proporcionar!

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

You May Also Like

PREMIÈRE: Yola – Ama (Boghosian Remix)

Confira em primeira mão o remix de Boghosian para “Ama”, do produtor paulista Yola

Saiba mais sobre o HOLOSPHERE, novo live de Eric Prydz

Com 2,4 milhões de LEDs, o projeto será inaugurado no Tomorrowland

Ilha usada na campanha do Fyre Festival está à venda

Por apenas 11,8 milhões de dólares

Confira a 1ª coletânea do selo de KSHMR

“Sounds of Summer” traz 15 faixas com a já tradicional mistura de EDM e sons típicos do Oriente

DJ brasileiro toca em duas grandes festas do verão europeu

Acompanhado por outros nomes nacionais, Boghosian toca no Watergate e no Brunch In The Park

Depois de 20 horas, polícia fecha rave ilegal e prende cinco na Inglaterra

Antes tarde do que nunca…

De volta ao Brasil, Nick Curly passa por SP e Caxias do Sul

Artista toca no D-EDGE e no Warung Tour, em parceria de Colours e Levels

Major Lazer e Anitta lançam clipe para “Make It Hot”

Lançado nessa quarta-feira, o vídeo foi gravado na Costa Rica

Protagonismo feminino, B2B ucraniano e drum’n’bass marcaram última abertura do Warung

Nastia e Daria Kolosova foram as grandes atrações da noite, que ainda teve Eli Iwasa, L_cio, Ney Faustini e YokoO

Londres receberá exposição sobre acid house e cultura clubber

Nomes como Seth Troxler e Craig Richards contribuíram para a iniciativa