guy gerber brasil

Nova safra de produtores Israelenses tem encantado e recolocado o País entre os pólos da Dance Music Mundial

Liderados por Guy Gerber e Guy J, nova safra de produtores Israelenses tem encantado o mundo com produções que parecem ter influencias enraizadas na cultura milenar do País. Nos últimos anos nomes como Shlome Aber, Guy Mantzur, Sahar Z, Chaim, Chicola, Lonya, Muzarco e Roy Rosenfel, estão conseguindo cada vez mais impor em todas as partes do mundo, um estilo que pode ser caracterizado como techno progressivo, uma evolução das melodias e o balanço do antigo house progressivo, com os arranjos de bateria e percussão vindos do techno contemporâneo.

Quando se ouve falar em Israel, a primeira impressão que vem a mente da maioria das pessoas é de certa confusão. Religiões, guerras, mar mediterrâneo, faixa de Gaza, mar morto, armas nucleares e atentados terroristas são atributos históricos da região. De fato, o pequeno país do Oriente Médio é conhecido por conflitos territoriais seculares com Egito, Cisjordânia e Síria e por sua crença no Judaísmo com uma pequena parte voltada ao Islamismo e cristianismo.

A capital declarada Jerusalém (sim, a cidade santa e uma das mais antigas do mundo) pode nos ludibriar a imaginar um lugar atrasado e esquecido do mundo, mas o que geralmente a grande mídia não expõe, é que Israel é considerado um país desenvolvido, com um dos maiores índices de expectativa de vida do planeta, investimentos massivos em ciência, educação, tecnologia e o surpreendente índice de 15 % a 37 % da população identificando-se como agnósticos ou ateus. Essa rápida desmistificação das bandeiras televisivas, nos faz começar a entender porque o país desenvolve tantos produtores e Dj’s de talento singular, vindos principalmente Tel Aviv.

A ”cidade Branca” é banhada pelo mar mediterrâneo, sendo a segunda maior e o centro financeiro do país, onde está á bolsa de valores e quase todas as embaixadas internacionais. Conhecida como “a cidade que nunca dorme” e a “capital das festas”, tem um ambiente jovem, vibrante vida noturna e vida cultural 24 horas por dia. E quando se fala em cultura então, poucos povos possuem dentro do próprio país tanta miscigenação entre música, cinema, teatro, shows, danças, literatura, pintura e museus, formando um mix que recebe influencias de todo o mundo. Vale destacar aqui que eles amam musica Brasileira, traduzidas ao Hebraico é claro, de nomes como Chico Buarque, Vinicius de Morais, Jair Rodrigues e Jorge Ben Jor, que são muito comuns por lá. A cidade detém alguns dos principais artistas da musica eletrônica, quem esta na cena há mais tempo certamente conhece ou já ouviu falar de nomes como Infected Mushroom, Astrix, Skazi, Ace Ventura, Sesto Sento e tantos outros expoentes do Psy e Trance mundial, que tiveram seu grande momento nos anos 90 até meados de 2006. Mas não é de passado que vamos tratar e sim de presente e principalmente do Futuro.

Guy Gerber começou a chamar atenção internacionalmente em 2004 lançando ‘’stoppage time’’ pela gigante Bedrock, em 2007 apresenta seu primeiro álbum ‘’Late Bloomers’’ (Coocon Records) e lança sua própria gravadora ‘’Supplement Facts’’, mas é em 2008 que ele explode globalmente com o hipnótico e emblemático single ‘’Timing’’. Quem esteve no carnaval do Warung Beach Club do ano seguinte, pode sentir o poder quase místico da musica sendo jogada sob os raios solares da manhã pelas mãos do DJ Alemão Sven Vath. Desde então Gerber vem em uma crescente sem sinais de qualquer limite de onde um artista pode chegar. Ele tanto pode dividir o palco com Hernan Cattaneo em uma Moonpark na Argentina, como ser uma das estrelas da Enter de Richie Hawtin em Ibiza. Essa facilidade em jogar junto de estilos extremos tem sido um de seus trunfos para hoje estar entre os mais respeitados Dj’s do planeta. Em 2013 surpreendeu o mercado fonográfico disponibilizando um álbum free em sua pagina do soundcloud. ‘’Who’s stalking Who’’ é resultado de produções que fez com seu laptop em hotéis e aeroportos de todo mundo durante suas Gigs. Possivelmente é seu melhor trabalho, não só pela alma mais melódica e profunda das musicas, mas principalmente pelo espírito de quebrar regras e fugir do controle comercial que muitas vezes inibe a liberdade de expressão do artista. Em pleno verão europeu de 2014 Gerber lança (agora oficial e comercialmente) o álbum ‘’11 11’’ com colaboração do Rapper americano Puff Daddy, agora já por sua nova Label ‘’Rumors’’ que é também o nome da sua residência no club Beachouse, no já iniciado verão de Ibiza deste ano. O excelente single‘’No Distance’’ produzido com Dixon no ano passado teve grande repercussão midiática. Não podemos perdê-lo de vista, pois o ‘’mágico’’ está subindo, e não parece olhar pra trás.

Guy J, o pequeno gênio de personalidade introspectiva e serena vem escrevendo seu nome na história de forma sutil e delicada, mas com tamanha profundidade que ele já vem sendo cotado para ser o novo ‘’Maestro’’ em pistas de alguns dos países mais verdadeiros e intensos do mundo, como Argentina, onde é ídolo e se apresenta com freqüência. Ele é o tipo de artista que depois que você entende sua mensagem sonora, fica difícil não virar fã, descoberto pelo olhar de ouro do lendário DJ inglês John Digweed, ele apresentou seu primeiro álbum ‘’Esperanza’’ em 2008 chamando atenção pela habilidade única de tratar com os sintetizadores, timbres e efeitos jamais vistos que ele carrega até hoje como sua arma letal, expandindo e afetando subliminarmente o subconsciente de qualquer um que se deixe entorpecer por suas melodias. A confirmação vem em 2011 com um álbum triplo intitulado ‘’1000 Words’’, um conjunto de musicas falando entre si capaz de transcender os limites do cenário comum, podendo tranquilamente ser apresentadas em um teatro ou como plano de fundo de alguma trilha sonora cinematográfica. Breaks, dowmtempo, ambient, deep house, techno, são alguns dos estilos que passeiam pelas mais de 20 faixas. Em 2012 o emocional EP ‘’Lost & Found’’ marca o início de sua própria Label que leva o mesmo nome, em 2013 mixou uma compilação para consagrada Balance Series, tendo todas as faixas editadas com seu toque pessoal. Nos últimos dois anos tem focado em produzir Singles e Eps pontuais voltados para pista, e como já poderia se imaginar, criando clássicos, , musicas como Dizzy Moments, Candyland e Nirvana tem mostrado que o pequeno grande musico almeja maior protagonismo, sem duvidas o melhor dele ainda esta por vir.

A influencia que esses dois artistas tem causado na cultura eletrônica de Israel, tem feito surgir outros produtores de qualidade equivalente, Guy Mantzur e Sahar Z lançaram um excelente álbum colaborativo chamado ‘’Time’’ no final de 2014 (Lost&Found) e o EP ‘’Épika’’ deste ano de Mantzur e Roy Rosenfeld tem feito parte de quase todos os sets recentes de Sasha. Chaim, apadrinhado por Gerber, se destacou em 2013 com a faixa ‘’Blue Shadow’’, Lonya e Chicola tem recebido muito apoio da consagrada gravadora Sudbeat.

E finalmente Shlome Aber, sendo um dos mais experientes artistas dessa geração, com inclinações mais frias, possui lançamentos e álbuns por algumas das gravadoras mais importantes do movimento Underground, Cocoon, Desolat, Cadenza, Ovum, R & S, Objetividade, e Renaissance fazem parte do seu currículo, além de prêmios e nomeações como “Best Newcomer” em 2005, “Producer and track of the year” em 2007, “Beatport’s artists of the year” em 2008, o colocando em um seleto grupo de expoentes do cenário Euro-Asiático no últimos 10 anos.

Tanta qualidade advinda de um mesmo lugar é no mínimo intrigante, mas o fato é que todos esses artistas têm ajudado uns aos outros, crescendo juntos e levando suas ideologias ao infinito. A terra sagrada de Israel que já esteve sob o domínio dos mais diferentes povos, de Persas a Gregos, de Otomanos a Assírios, hoje tem abraçado o multiculturalismo, e o que reina é musica.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS