Em seu famoso e polêmico twitter, o “rato” acusou o expoente brazuca de “tocar um rip cagado do YouTube” no Tomorrowland Brasil.

A metralhadora de trollagens e críticas que é o twitter de deadmau5 mirou desta vez num brasileiro. Alok, talvez o nome de maior destaque internacional da cena eletrônica nacional na atualidade, foi o alvo de criticismo do produtor canadense depois que um fã o questionou, nesse domingo, se ele tinha autorizado o brasileiro a tocar “Imaginary Friends” — sua faixa solta na web em novembro, mas nunca lançada oficialmente — no Tomorrowland.

“Joel, você deixou o Alok tocar ‘Imaginary Friends’ no Tomorrowland Brasil?”, perguntou @DsaPkng na tarde de ontem ao @deadmau5. O DJ prontamente respondeu: “[A faixa] Não foi lançada, mas é engraçado ver que ainda existem ‘grandes DJs’ por aí sendo pagos pra tocar rips cagados do YouTube”. EITA!

https://youtu.be/mjqysusiZBk

Em cima disso, outro arroba, o @TheDJBrettHaley, perguntou: “Por que um DJ faria isso com os ouvidos das pessoas?”; Joel atacou novamente: “Porque 90% deles não faz ideia do que estão fazendo, ou por quê… A não ser [tirar] o seu dinheiro, é claro”.

Já no dia de ontem, depois de alguns tweets com assuntos aleatórios, o deadmau5 voltou a atacar, desta vez falando diretamente com o próprio Alok. “Caro @alokoficial, por favor pare de ‘performar’ com minha música não lançada. Sobretudo quando você está sendo pago pra tocar.” “Que pena que eles [sic] não twittam há mais de um mês, e provavelmente nem conseguem [sic] te entender”, disse outro fã, referindo-se ao Alok como “eles”. “Eu espero que ele entenda sobre leis de direitos autorais e royalties por performance”, respondeu o produtor treteiro. E encerrou o assunto — ao menos até o momento desta publicação — com outro tweet: “O Tomorrowland me pede pra tocar. Beleza. Eu topo. Aí o Tomorrowland booka um imbecil pra tocar minha música, e transmite pro mundo todo. Que bosta fodida de classe!”.

O que realmente rolou? Será que um top DJ do calibre do Alok realmente baixou e tocou uma gravação cagada do YouTube, ou será que o “rato” está apenas jogando merda no ventilador inconsequentemente? Será que o Alok ficou putaço com os tweets do mau5 ou saiu sorrindo por conquistar o feito de ser — aparentemente — o primeiro DJ brasileiro a ser xingado pelo cara no Twitter? Será que ele vai preferir ficar na dele e não comentar nada, ou teremos uma sequência da novela Alok vs. Amine Edge?

Não perca os próximos capítulos, neste mesmo canal!

https://www.youtube.com/watch?v=EK8Mz59RqSQ

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Bate-bola com o francês Malikk, que volta ao Brasil neste final de semana

Nazen Carneiro troca uma ideia rápida com a atração do Connection Festival

Nova edição da Só Track Boa no Green Valley terá Chris Lake

Quarta edição da label no GV marca nova fase do clube

Kraftwerk fará primeiro show em Ibiza de sua história

A apresentação será parte da celebração dos 20 anos da Cocoon, de Sven Väth

Escute os dois novos releases da Alphabeat Records

“Never Ever”, do duo WhoøSh, e versão acústica de “Chuva” performada por Rodrigo Sá

Consistência e reconhecimento: Rods Novaes fala sobre a trajetória da Not For Us

Com mais de 220 lançamentos, gravadora brasileira está no mercado há oito anos

Kavit & Kesia – Collins (Original Mix)

“Collins” é o mais recente lançamento da Phouse Tracks. Produzida na pegada…

Alphabeat: RodMac, ChampZ e Sambô recriam hino de Jorge Ben

Single de Lucas Paiva com o duo ONA BEAT também foi lançado pela label brasileira

“Sinto que conheço vocês melhor”; Hot Since 82 fala sobre o rolê no Brasil

DJ inglês conta à Phouse sobre o novo episódio da “Even Deeper”, gravado no nosso país

Novo hit? FISHER lança “You Little Beauty”

Australiano coloca a cara a tapa depois de explodir com “Losing It”

Flying Lotus mostra faceta boogie em dois novos sons

Produtor dá indícios da cara do seu próximo álbum