fbpx

O próximo Boiler Room Brasil terá Nuts, Tahira, Marcos Valle, Todd Terry e Gilles Peterson

Depois de um 2014 efervescente e um 2015 mais enxuto, a edição brazuca do famoso projeto de sets em live streaming volta com tudo em 2016; relembre edições passadas.

Depois de chegar com o pé na porta no fim de 2013, ter uma agenda consideravelmente boa em 2014 e diminuir drasticamente o ritmo em 2015, a edição brazuca do Boiler Room — projeto global que, aliás, completou cinco anos recentemente — está de volta já nesse começo de 2016, no que esperamos que seja a primeira de muitas outras ao longo do ano.

Desta vez, o Boiler Room Brasil vai ser em Recife, no próximo dia 21, em local que, como de praxe, não é revelado publicamente. Essa edição tem tudo pra ser uma das melhores: os artistas bola da vez que se apresentarão em live streaming para o mundo inteiro são os DJs brasileiros Nuts, Tahira e o produtor musical Marcos Valle — aquele do hit disco-oitentista Estrelar —, além dos gringos veteranos Todd Terry [EUA] e Gilles Peterson [FRA/ING]. Se Terry tem uma importância ímpar para a house global, o Gilles é mais reconhecido pela pesquisa e projeção de sons mais étnicos, e também um grande entusiasta de música brasileira. Em 2014, o francês radicado em Londres fundou o coletivo Sonzeira, a partir do qual juntou gente como Seu Jorge, Elza Soares, Ed Motta e o próprio Marcos Valle pra lançar o álbum BamBamBam. Peterson é figura confirmada do Boiler Room; além de já ter performado no projeto, apresentou outros artistas em seu Brownswood Basement, incluindo o lendário trio brasileiro de jazz-funk Azymuth.

Em parceria com a Skol Beats, o Boiler Room Brasil foi inaugurado em dezembro de 2013, em São Paulo, com sets de Marky, Gui Boratto, Ney Faustini, Nomumbah e Zegon, e, desde então realizou diversas edições trazendo DJs do calibre de Zopelar, L_cio, Magal, Mau Mau, Akin, Soul One, Fabø, HNQO, Agoria, Marc Romboy, Stephan Bodzin, Branko, o jazzista Hermeto Pascoal, Marginal Men e, pro desespero dos negacionistas de funk carioca, MC Bin Laden.

Pra já ir fazendo o aquece pro dia 21, você pode relembrar algumas dessas passagens:

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS