Oscar Mulero
Foto: David Molina/Divulgação

A genialidade de um artista pode muitas vezes não ser percebida por ouvidos menos treinados, mas no caso de Oscar Mulero, está explícita em suas produções, iniciativas e no trabalho incansável dentro do universo underground. Em 2019, o espanhol está completando 30 anos de carreira dedicados ao techno com uma trajetória impressionante.

Ainda novo, sua primeira grande jogada foi a abertura do club The Omen, em Madrid, na metade dos anos 90 — uma ideia que ganhou vida a partir da parceria de alguns amigos. A casa ganhou uma notoriedade interessante no país, o ajudou a crescer e, mesmo tendo fechado anos depois, colaborou com a expansão da cultura techno na Espanha, já que quase não existiam outros lugares dedicados ao gênero.

Set raíz de Mulero no Omen, em 1995

Em 1996, Mulero fez sua estreia no palco do Sónar, festival que havia chegado na cidade de Barcelona apenas dois anos antes, mas que se rendeu facilmente ao trabalho que o artista desempenhava já naquela época.

Há quase duas décadas ele dirige a Warm Up, gravadora que já lançou nomes como Lewis Fautzi, Reeko, Shlømo e Jeroen Search, além da PoleGroup Records, selo de 2004 que foca seu trabalho de curadoria em propostas sonoras mais cruas, profundas e obscuras.

Por toda essa trajetória musical tão extensa, Mulero teve forte participação no desenvolvimento da cena eletrônica em seu país, sempre muito criativo, original e diferenciado de outros artistas da sua geração, tornando-se hoje uma referência e tanto para novos personagens.

Seu estilo sonoro também está intimamente ligado com com a proposta da noite deste sábado (18) do D-EDGE, já que a “nave mãe” costuma protagonizar uma viagem musical intensa e futurista, características presentes no som do DJ e produtor espanhol. Em passagem única pelo país, Oscar Mulero será acompanhado no lineup pelos brasileiros Daniel U.M. e Osclighter (live).

* Marllon Gauche é colaborador da Phouse.

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

You May Also Like

Só Track Boa Festival está de volta a Belo Horizonte

Edição mineira de 2018 foi considerada por muitos a melhor de todos os tempos

Burning Man não chega a acordo com EUA para mudanças em 2020

Entenda o impasse entre a organização do festival e o governo dos Estados Unidos

DJs geriátricos: veja como seriam seus artistas favoritos na velhice

Selecionamos 45 expoentes do cenário nacional pra entrar na brincadeira do FaceApp

Nicky Romero é atração do Federal Music 2019; relembre alguns sucessos

Astro da EDM volta ao festival brasiliense depois de quatro anos

Tomorrowland revela os palcos de sua edição de 15 anos

Ao todo, 16 stages serão montados no festival

PREMIÈRE: Yola – Ama (Boghosian Remix)

Confira em primeira mão o remix de Boghosian para “Ama”, do produtor paulista Yola

Tech house: a nova menina dos olhos do cenário eletrônico brasileiro

Uma análise sobre a ascensão do estilo nos últimos anos

Axwell lança curso online de produção musical

Os alunos da Axtone Academy podem adquirir conhecimento com o superstar e assinar com a sua label

Mixar diretamente do Beatport já é uma realidade

Versão trial do Beatport Link compatível com rekordbox já está disponível ao público

Techno nacional: Paulo Foltz traz “ritual esotérico” em novo EP

“Esoteric Ritual” saiu nessa segunda-feira, via Prisma Techno