DJ israelense é assassinado em evento no México

Aos 45 anos, Ronen Dahan era conhecido como Perplex, expoente do psytrance

Lamentavelmente, o caos e a morte voltaram a ser protagonistas de um evento de música eletrônica no México, nesse final de semana. Por volta das 06h do sábado, em um galpão da zona industrial de San Luis Potosí, homens armados invadiram uma festa e abriram fogo, deixando como vítima fatal o DJ e produtor israelense Ronen Dahan, mais conhecido como Perplex, que se apresentava no local.

Outras três pessoas foram feridas, sendo que uma delas — identificada apenas como Álvaro, 31 anos — morreu durante atendimento no hospital. Segundo a Procuradoria Geral do Estado, os motivos do grupo armado, que teria entrado na cidade pelo sul, permanecem desconhecidos.

Nascido na França, criado em Israel e residente de Estocolmo, na Suécia, Ronen Dahan tinha 45 anos e uma vasta trajetória no cenário psytrance global, com 13 álbuns de estúdio lançados. Sua morte, ocorrida na fase final de sua longa turnê no México, vem sendo profundamente lamentada pelos fãs, que se engajaram em uma campanha de crowdfunding, criada pelo DJ Faders, para ajudar a família da vítima a ter seu corpo transportado de volta a Israel.

Em conjunto com o Beat Hackers, “Online” foi o último lançamento de Perplex; a música saiu no final de fevereiro, via Ghost Label Records

MAIS LIDAS DA SEMANA