Phillipi & Rodrigo
Foto: Franco Amendola/Divulgação

Depois de uma série de gigs e edits de disco music como Fatnotronic, as coisas começaram a mudar para Phillipi A. e Rodrigo Gorky em 2016, quando lançaram seu primeiro EP pela DEEWEE, selo dos irmãos belgas Dewale, também conhecidos como 2manydjs ou Soulwax. A partir dali, a dupla passou a assinar também como Phillipi & Rodrigo.

“Os irmãos Dewale são conhecidos por gostar de várias coisas exclusivas e por fazer muito mind fuck. Faz parte da pira deles confundir, mexer com as cabeças das pessoas, e ‘Phillipi & Rodrigo’ é o Fatnotronic com os verdadeiros nomes, o que torna a historia mais única [risos]”, me contou o Phillipi na época. Desde então, todos os lançamentos da dupla pela DEEWEE passaram a levar a nova assinatura, limitando o Fatnotronic para os edits e as gigs.

LEIA TAMBÉM:

Agora, essa história atingiu seu ponto mais alto com o lançamento de Paciencia, o primeiro álbum do projeto. O disco traz nove faixas — entre elas, as já bem conhecidas “Karma” e “Mantra”, além dos dois singles mais recentes: “Retrogrado” e a faixa-título, “Paciencia”.

O LP segue uma pegada similar durante todo seu percurso, com canções baleáricas em português, pitadas de acid house, jazz e música brasileira e letras lisérgicas, que tratam sobre temas metafísicos como o cosmos e os signos do zodíaco. Entre as mais pisteiras, estão “Karma” e “Barbarella” — que casam bem com sunsets e warmups — e “Paciencia”, a viagem mais dinâmica do pacote. Outro destaque é “Minas”, uma bonita ode ao estado de Minas Gerais.

Segundo o release de imprensa, o disco já vem contando com suporte de pesos pesados internacionais, como Disclosure, Mano Le Tough, Tiga, Joe Goddard, Black Coffee e Carl Craig. Gosto de quem faz som fora da caixa, se não, acaba caindo naquela fórmula do sucesso e você fica na zona de conforto, não explora outras coisas”, declarou Phillipi.

Já o Rodrigo [ex-Bonde do Rolê, e que tem atuado nos últimos anos como produtor da Pabllo Vittar] complementou: “Sempre tentamos fazer um disco que daqui a dez anos possa ouvir e não soar datado. E esses são sempre meus álbuns favoritos. Esse foi nosso desafio”.

* Flávio Lerner é editor da Phouse.

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Totoyov celebra 30º release com VA exclusivo

Gravadora brasileira lançou o material com sete faixas inéditas

Scorsi fala sobre a produção de “In You”

Com vocal de Victoria Pfeifer, som foi lançado na última sexta, via Liboo

“Sinto que conheço vocês melhor”; Hot Since 82 fala sobre o rolê no Brasil

DJ inglês conta à Phouse sobre o novo episódio da “Even Deeper”, gravado no nosso país

Bandas do exército sueco fazem nova homenagem a Avicii

Músicos tocaram um medley em frente ao palácio real, em Estocolmo

Escute os dois novos releases da Alphabeat Records

“Never Ever”, do duo WhoøSh, e versão acústica de “Chuva” performada por Rodrigo Sá

Assista a sets do EDC Las Vegas 2019

Tiësto, Steve Aoki, Gareth Emery e outros nomes subiram seus sets no YouTube

5 motivos para aprender música

Cinco grandes benefícios que aprender um instrumento pode te trazer

Techno pesado: ouça “Old Norse”, novo EP do produtor brasileiro Spuri

EP saiu nesta segunda-feira (29), pela Prisma Techno

Fã disponibiliza 1º show da nova tour do Swedish House Mafia

Primeira data na Tele2 Arena pode ser conferida na íntegra

Celebrando os 20 anos da VANDIT, Paul van Dyk lança sublabel

VANDIT Next Generation será dedicada à promoção de novos artistas