Die Antwoord

Die Antwoord se envolve em polêmica e é retirado de festivais

Banda sul-africana teve vídeo vazado com briga com Andy Buttler, do Hercules & Love Affair, em 2012

Recentemente, um vídeo de 2012 filmado no Future Music Festival, da Austrália, viralizou na internet mostrando uma discussão com insultos homofóbicos entre o casal protagonista da banda sul-africana Die Antwoord e o vocalista do grupo houseiro Hercules and Love Affair, Andy Butler, que é abertamente gay.

Segundo a imprensa internacional, o surgimento desse vídeo fez com que o Die Antwoord fosse retirado do lineup de pelo menos dois festivais em que o grupo estava confirmado: Louder Than Life e Life Is Beautiful, ambos em setembro, nos Estados Unidos. Veja o vídeo abaixo:

O upload foi feito pelo ex-cinegrafista do grupo, Ben Crossman, e mostra o MC Watkin Tudor Jones, conhecido como Ninja, cuspindo em Andy Butler antes de uma briga, fazendo também insultos homofóbicos. A outra protagonista do grupo, Yo-landi Visser, o ameaça logo em seguida gritando “corra, sua bicha! Corra por sua vida, sua puta!”. A banda, então, chama os funcionários do festival alegando que Butler teria assediado sexualmente Visser. É possível ver em diversos momentos Ninja incentivando Yo-landi a fingir um choro.

No domingo, Ninja se pronunciou através do Facebook contando outra versão da história. Segundo ele, seu ex-cinegrafista (Ben) editou o vídeo para parecer que ele e Yo-landi tivessem cometido um crime de ódio contra Butler; no entanto, ele afirma que o próprio Ben “bateu no cara do Hercules enquanto filmava o mesmo vídeo”. Segundo ele, Ben está “em uma cruzada para nos fazer parecer maus na mídia, porque o demitimos há anos por ser mentalmente instável e malicioso em relação à nossa família”.

Ninja speaking.In relation to the“hate crime” video in Adeliaide filmed by our ex-cameraman Ben Crossman:Ben has…

Posted by DIE ANTWOORD on Sunday, August 18, 2019

Ninja diz então que o vídeo mostra apenas “uma briga com alguém que fodeu conosco”, e não é um crime de ódio como pareceu ser. Ele continua: “Nós não nos importamos com a preferência sexual das pessoas. Nosso DJ e melhor amigo DJ HITEK é gay, e muitas pessoas da nossa equipe são gays”, tentando provar sua versão da história. 

Segundo o relato, Andy Butler estava sendo inconveniente e assediando-os durante toda a turnê, chegando ao ponto de seguir Yo-landi até o banheiro e bloquear a sua saída. Nas palavras do MC, isso foi o que motivou a briga registrada em vídeo.

“No final do dia, somos pessoas gentis com bons corações que fazem arte surreal e hardcore rap. Nós não procuramos problemas e acreditamos em amor, respeito e igualdade. Mas se você foder com a gente, nós vamos para cima”, concluiu.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS