Polêmica Vintage Culture

Vintage Culture reconhece erro e se manifesta sobre polêmica no Insta

DJ mostrou humildade depois de postar brincadeira de mau gosto na internet; Everson K analisa o caso

Vintage Culture apresentou humildade e sabedoria nessa segunda-feira. Depois de uma publicação infeliz no seu Instagram no final de semana, o DJ reconheceu a pisada na bola, pediu desculpas e se manifestou contra a violência contra a mulher. No dia anterior, em seus Stories, havia publicado um vídeo em que um amigo emulava um sexo violento com um manequim — o que gerou uma enxurrada de críticas nos comentários.

Vintage, que comemorou seu aniversário ontem, aproveitou para dizer que achava que o vídeo era apenas uma piada inocente, mas que depois entendeu que se tratava de uma brincadeira de mau gosto, já que fazia apologia à violência sexual. O astro brasileiro relembrou sua origem humilde para destacar a capacidade em evoluir e aprender com os erros.

“Perceber que meu trabalho fazia bem pras pessoas fez essa ser a minha grande missão, fazer o bem. Mas nesse stories eu não fiz. E a primeira coisa que eu peço é desculpas, desculpas pela ignorância, desculpas pela bad vibe… E obrigado pelo aprendizado”, escreveu.

“Eu não falo de coisas ruins porque incorporei a missão de fazer o bem, mas sobre preconceito, exclusão e opressão eu sei bem o que é isso. Sofri na pele. E por sofrer na pele eu não quero apenas pedir desculpas, eu quero amplificar essa mensagem, quero que mais pessoas além de mim aprendam o significado de atos como esse”, continuou o brasileiro — que ainda prometeu “levar esse aprendizado pra vida e pra frente, pra todos que me acompanham nessa jornada. Neste aniversário, posto esta imagem preta para nunca esquecer disso, em luto e respeito pelas vítimas dessa cultura”.

Análise profissional

Para entender melhor o que esse deslize pode significar para Vintage Culture daqui em diante, convidamos Everson K, especialista em marketing para DJs, para comentar o caso. Segundo Everson, “temos que reconhecer que o Vintage deu uma pisada de bola nesse episódio, e infelizmente, quer queiramos ou não, este é um episódio que vai ficar marcado na história dele. Se um dia fizerem um documentário sobre a carreira dele, daqui a cinco anos, dez anos, provavelmente esse momento vai estar presente”.

Por outro lado, o profissional acredita que o dano vai ser muito menor graças à reação rápida do DJ. “O Vintage pediu desculpas de maneira exemplar, mandou muito bem. Sim, algumas pessoas vão atirar pedra, principalmente quem não é muito fã dele, e querer dizer que ele não é uma pessoa boa. Olha, pelo que temos acompanhado nos últimos anos, tudo indica que é uma pessoa do bem, que tá levando emoção, que tem um carinho enorme com os fãs. Ele sempre demonstrou ser muito brincalhão também”, argumentou.

“Então, cara, ser humano! Quem nunca fez uma brincadeira que passou um pouco da cota? Não vamos ser tão rápidos em condenar, porque nós também temos nossos erros. O que aconteceu não define ele. O que define uma pessoa é o conjunto da sua obra, aquilo que ela faz constantemente, não aquilo que ela faz uma vez só.”

Dicas para evitar rateadas

Everson K também compartilhou conosco três dicas para artistas evitarem cometer esse tipo de erro:

1 – Quem é uma pessoa pública, não têm o direito de falar qualquer coisa

“A gente é o que a gente posta. Se você faz um comentário homofóbico, vão interpretar que você é homofóbico. Se faz um comentário racista, vão interpretar que você é racista. Quer dizer que não podemos mais ser honestos e verdadeiros? Olha cara, se você é uma marca, um nome, tem que pensar no que é prioridade pra você. Porque leva-se muitos anos, muito esforço, muito trabalho pra construir uma reputação, e você pode colocar tudo abaixo por uma postagem. Ser uma pessoa pública tem suas limitações.”

2 – Evite postar nas redes sociais se tiver bebido ou consumido alguma droga

“Não estou dizendo que foi o caso do Vintage, provavelmente não, mas é muito comum as pessoas em geral, na hora que tão lá no trago, postarem algo e se arrependem depois. Quando estamos fora do cem por cento da nossa capacidade cognitiva, nosso senso crítico fica muito baixo. Perdemos a capacidade de avaliar as consequências dos nossos atos.”

3 – Se errar, peça desculpas imediatamente

“Todo mundo é humano, e erros acontecem. Assim como aconteceu com o Vintage, que só teve acertos, mas uma hora deu uma deslizada. E quando acontecer, não tente se justificar, não tente se defender, porque isso só vai aumentar ainda mais a ira das pessoas. Quando você se coloca na condição de vulnerabilidade — do tipo, ‘galera, realmente errei, fiz merda, não me dei conta, peço desculpas, valeu o aprendizado’ —, você desarma a maioria das pessoas que estão te atacando. Isso ajuda a atenuar bastante essa questão toda. Atire a pedra a primeira pessoa que nunca falou merda na vida.”

Confira o depoimento de Vintage na íntegra, publicado ontem:

View this post on Instagram

Boa noite pessoal, ⠀ Hoje é meu aniversário mas não é disso que vou falar agora. ⠀ Ontem postei uma cena (um amigo agarrando descontrolodamente um manequim sem perna, sem braço e sem cabeça) que para minha ignorância poderia ser engraçado mas que depois aprendi que é uma brincadeira de mal gosto, com interpretações e representações muito negativas. ⠀ Agora queria falar sobre aprendizado… Queria falar da onde eu vim. ⠀ ⠀ Eu nunca tive acesso a muitas coisas, quando eu comecei a produzir música 2008 nem internet tinha em casa. Cresci entre o Brasil e o Paraguai, numa cidade de fronteira chamada Mundo Novo, muito pequena, violenta e pobre. Levava uma vida simples, dura e cheia de sonhos. ⠀ Eu nunca imaginei chegar onde cheguei, eu nunca fui preparado pra isso. As coisas foram acontecendo e de repente chegamos até aqui… Nesse caminho a coisa mais importante que eu aprendi é o poder da energia boa, da good vibe. Perceber que meu trabalho fazia bem pras pessoas fez essa ser a minha grande missão, fazer o bem. ⠀ Mas nesse stories eu não fiz. E a primeira coisa que eu peço é desculpas, desculpas pela ignorância, desculpas pela bad vibe… E obrigado pelo aprendizado. ⠀ Eu não falo de coisas ruins porque incorporei a missão de fazer o bem mas sobre preconceito, exclusão e opressão eu sei bem o que é isso. Sofri na pele. ⠀ E por sofrer na pele eu não quero apenas pedir desculpas, eu quero amplificar essa mensagem, quero que mais pessoas além de mim aprendam o significado de atos como esse. Aprendam a enxergar o outro lado e fazer melhores julgamentos sobre certo e errado, engraçado e mal gosto. ⠀ Vou levar esse aprendizado pra vida e pra frente, pra todos que me acompanham nessa jornada. Nesta aniversário, posto esta imagem preta para nunca esquecer disso, em luto e respeito pelas vítimas dessa cultura. ⠀ Agradeço, com amor, a todas as mensagens de aniversário, a todo carinho e ao aprendizado trazido pelas críticas. Peço desculpas mais uma vez com a esperança de que esse reconhecimento e mensagem tragam conforto aos que foram prejudicados e a certeza de que essa postura vai trazer ainda mais luz à essa questão de muita importância para o bem. ❤️

A post shared by LukasRuiz (@vintageculture) on

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Vintage Culture

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer ganhar 23 mil reais para montar o estúdio dos seus sonhos?

Se você é DJ e produtor musical não perca essa oportunidade.
Inscreva-se gratuitamente no Burn Residency 2019.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS