Connect with us
EOL Full Leader
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

Revista elege as 10 empresas mais inovadoras do mundo da música

Phouse Staff

Publicado em

15/03/2018 - 12:00
A conceituada revista americana Fast Company soltou seus famosos rankings anuais

A Fast Company — revista americana sobre tecnologia e business — soltou a edição de 2018 da sua tradicional lista de “World’s Most Innovative Companies” (empresas mais inovadoras do mundo). Além do Top 50 geral, que tem Apple, Netflix e Square como primeiros colocados, a publicação também elege as dez companhias mais inovadoras por categoria.

São diversas categorias, como educação, finanças, gaming, robótica e, claro, música. No Top 10 musical, a revista elegeu o Spotify (nono colocado no ranking geral) como o grande vencedor, com o Dubset — sobre o qual já falamos aqui — logo na sequência.

Além deles, um grupo musical figura surpreendentemente na quarta posição: ninguém menos que o Major Lazer. A justificativa da Fast Company em rankear o trio na lista é “por ter experimentado com realidade virtual e vídeo interativo para conectar-se com os fãs”.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre tecnologia

Confira a lista completa dos dez nomes mais inovadores da música no último ano:

01. Spotify
02. Dubset
03. Big Machine
04. Major Lazer
05. Smule
06. B-Reel
07. Atlantic Records
08. Kobalt
09. Vinyl Me, Please
10. Fender Musical Instruments

Você pode conferir a justificativa para cada um deles, bem como as outras listas da publicação, através da página da Fast Company.

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

Deixe um comentário

Conhecimento

5 artistas para ficar de olho na #XXX22

Festival rola neste sábado, em Itu

Phouse Staff

Publicado há

XXX22
Olho nele: o DJ britânico Eli Brown é sensação no cenário tech house. Foto: Reprodução

A XXXPERIENCE está vindo com tudo neste sábado, 22, em Itu–SP. Com seu lineup de mais de 50 atrações, fica até difícil escolher quem assistir. Pensando nisso, a Phouse preparou uma listinha com cinco nomes não tão conhecidos, mas que podem surpreender no final de semana.

Eli Brown

Se a sua vibe é um tech house de qualidade, um cara para sua lista é o produtor e DJ inglês Eli Brown. Trazendo a influência do drum’n’bass, o trabalho do britânico começou a ganhar mais destaque quando assinou com alguns dos maiores selos do momento, como Relief, Toolroom, Repopulate Mars, ViVA e Of Unsound Mind. Um som muito popular dele é “Tech This Out”.

Flashmob

Outro que promete sacudir Itu esse ano é o Flashmob. Pela Hot Creations, o DJ italiano teve sua track “The Lone Brazilian” (“O brasileiro solitário”) no topo das paradas do Beatport por quase três meses.

O veterano das pistas também lançou por selos como Get Physical, Defected, ESD Records, além de sua própria label, Flashmob Records. Explorando entre o techno e o tech house com um toque de bass, o Flashmob já ultrapassou 20 milhões de visualizações no YouTube com sucessos como “Need in Me”.

Eudi & Salata & Moraes

Agora, se você está pensando em dose tripla de techno, vale conferir o live inédito formado por Antonio Eudi, Andre Salata e Gabriel Moraes. A apresentação exclusiva dos brasileiros vai unir três promessas em uma única performance no palco Joy Stage

O paulistano Salata já emplacou produções pelas alemãs Get Physical e Noir Music, e vem conquistando grande sucesso — não apenas em suas apresentações, mas também como conceituado engenheiro de áudio e professor de produção musical. Relembre nossa entrevista com ele.

Também de SP, e com formação no curso de produção do professor Salata, Gabriel Moraes já assinou por selos como Dear Deer, KDB e Fresco Records, além de ter conquistado suporte de nomes do calibre de Solomun, Eric Prydz e ANNA.


Já o mineiro Eudi traz originalidade com intervenções de piano e synths, além de utilizar seus próprios vocais nas produções. Já faz um tempinho, mas também já entrevistamos o cara em sua própria casa, pela Phouse TV.

Franky Rizardo

Se você acompanha a Phouse regularmente, já deve ter lido sobre o  holandês Franky Rizardo. O cara coleciona sucessos na cena internacional e faz parte do circuito de festivais de verão europeu. Suas músicas já pintaram em sets de ícones como Steve Angello, Eric Prydz, Fedde Le Grand e Sebastian Ingrosso.  

Os sets dele costumam ser bem dinâmicos e cheios de energia, misturando várias vertentes de house, principalmente tech e deep, com muito groove. Mais recentemente, lançou um incrível “Sunset Mix” para “Struggle”, do DJ e produtor alemão Tinush.

Santti

E pra finalizar, não podemos esquecer do Santti. O talentoso produtor brasileiro — que também aparece volta e meia com novidades aqui na Phouse — toca nesta edição da XXX no Love Stage.

Além de produzir o hit “Sober”, com o Cat Dealers, Santti vem demonstrado grande potencial desde 2017. Outros lançamentos importantes do cara foram “Sunshine”, com Cat Dealers e LOthief, e “Céu Azul”, com o Vintage Culture. Em junho, comemorando a quinta posição alcançada no ranking de produtores brasileiros mais ouvidos do Spotify, chegou a sortear a guitarra usada nos hits com os Dealers.

LEIA TAMBÉM:

“O festival vai ficar muito mais interativo”; Erick Dias fala sobre a #XXX22

10 motivos para não perder a #XXX22

Confira o lineup completo da #XXX22

Revolução? XXXPERIENCE anuncia tema e primeiros detalhes da #XXX22

XXXPERIENCE: capital federal teve aperitivo para setembro

Continue Lendo

Análise

10 motivos para não perder a #XXX22

Festival rola em 22 de setembro, em Itu

Phouse Staff

Publicado há

#XXX22
Foto: Divulgação

Confirmada desde o finzinho de 2017, a edição principal de número 22 da XXXPERIENCE já está chegando à Arena Maeda, em Itu — e ela está fervendo com novidades, dando pinta de que será uma das mais impactantes até hoje.

Se há dez dias trouxemos em primeira mão o lineup completo, agora te mostramos dez motivos pra não perder o rolê:

1. A nova cenografia

Não espere lógica ou sentido nas criações. A cenografia inédita, assinada pela ArteFicial Design, é uma das grandes promessas para este ano. O tema “Nonsense Journey” chega em sua versão “2.2”, e a liberdade que ele permite é o que mais estimula a equipe de criativos — desde a ilustração inicial da campanha até o projeto arquitetônico de cada stage.

2. O novo formato

Com disposição circular dos palcos, sem privilegiar a “parada automática” em um “Mainstage”. Neste ano, os palcos terão porte semelhante: não há um principal.

3. O quinto palco

Nos últimos dez anos, o festival tem trabalhado com três ou quatro palcos. Agora, a produção convidou Soldera para trazer o espírito da #PistinhaMeuAmor, que marcou época no lendário e extinto Anzuclub. O lineup promete, e o ambiente mais ainda, visto que o quinto espaço ficará numa área super arborizada, cercada de verde.

4. Mais de 20 artistas inéditos na XXX

Se tem algo que não dá pra afirmar neste ano é que o lineup tá cheio de figurinhas repetidas. Em cada stage rolou uma atenção especial da curadoria no sentido de inovar: no techno, temos Len Faki pela primeira vez e o retorno de Guy Gerber depois de dez anos, além das estreias de Tessuto, Stroka e Feemarx. No Peace, os debuts ficam por conta de Flegma, Rising Dust, UnderCover, Dang3r vs BlazyStar Track, Digital-X e Zanon. No Joy, temos Patrice Bäumel e Franky Rizardo, dois nomes de altíssima relevância no cenário internacional na atualidade. Na Pistinha, destaque para os três gringos: Flashmob, Eli Brown e DJ Fronter. No Love, as estreias ficam por conta de Malaa, Bruno MartiniSantti, Nato Medrado e Skullwell.

5. 22 anos de amor e resistência

A mãe dos festivais brasileiros tem o desafio de continuar sexy perante os olhos do público teen, sem deixar de lado a galera que a acompanha desde o início. Manter-se ativo e relevante por mais de 20 anos no cenário brasileiro não é pra qualquer um.

6. Superdose de titãs do techno

Se liga na sequência da noite no #UnionStage powered by TNT Energy Drink: Len Faki, Dubfire, ANNA, Guy Gerber, Ben Klock e Renato Ratier — cada um com duas horas de set. O Union vem com tudo para ser um dos pontos altos desta edição.

7. A arte em evidência

Espere por esculturas e instalações iradas espalhadas pela Arena Maeda.

8. Nova praça de alimentação

O espaço vai ocupar a área que normalmente era destinada ao Love Stage, agora com mais espaço e novas opções gastronômicas.

9. Nova área de descanso

A produção da XXX preparou para esta edição um redário, que estará localizado entre os palcos Peace e Joy. Sim, redes!

10. Xô, chuvarada!

A ideia de a XXX ter mudado a data para setembro foi exatamente para fugir das tempestades que tradicionalmente afetavam o festival em novembro. A probabilidade de tempo seco e ensolarado agora é consideravelmente maior!

LEIA TAMBÉM:

Confira o lineup completo da #XXX22

Revolução? XXXPERIENCE anuncia tema e primeiros detalhes da #XXX22

XXXPERIENCE: capital federal teve aperitivo para setembro

Linha do tempo: Veja o legado que o Anzuclub deixou à cena trance nacional

No 21º ano, XXX cumpre o seu papel: trazer muita música boa em estilos variados

Continue Lendo

Notícia

Depois de um ano, Union retorna ao Green Valley pregando união

Phouse Staff

Publicado há

Union Green Valley
Foto: Diego Jarschel/Reprodução
Label representa a união de seis clubes de Santa Catarina

Em agosto de 2017, seis clubes de Santa Catarina somaram forças pra desenvolver um novo e ambicioso projeto pregando união, amizade e respeito em uma cena que muitas vezes é repleta de rivalidade e conflitos de ego. Assim, o Green Valley recebeu naquele mês a primeira festa da label Union – United by Music, formada em conjunto com El Fortin, Matahari, Field Club, Belvedere e The Garden.

Após um ano, depois de edições da Union no Matahari e El Fortin, o projeto retorna ao GV no próximo dia 18 para mais uma super noite com mais de 20 atrações — incluindo nomes como ILLUSIONIZE, Liu, Dashdot, Betoko e Infected Mushroom — divididas nos três palcos da casa: Main Stage, Underline_ e Lagoon.

Confira o lineup completo:

Main Stage:
Rafael Ferreira
Stereo Wave
Chemical Disco
Slow Motion
Dashdot
Maz
ILLUSIONIZE
Liu
Sevenn
Gustavo Koch

Underline_:
Colussi
Liquefied
Bernardo Ziembik
Betoko
San Schwartz

Lagoon:
Alex Glenn
K-DU
Dang3r
8THSIN
Infected Mushroom
Vermont
Tiago Rosa

Os ingressos estão disponíveis via Ingresso Nacional.

LEIA TAMBÉM:

Como foi a celebração do 3º prêmio de melhor club do mundo no Green Valley

EXCLUSIVO: ILLUSIONIZE lançará álbum para celebrar 10 anos de carreira

Green Valley é eleito o melhor club do mundo em lista da DJ Mag

Continue Lendo

Publicidade

Sundance (300×250)
Brazillian Bass 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Translate »
EOL Festival pop up