Rave-Aurora

Rave em sítio na Bahia termina com um jovem picado por cobra, um morto e outro desaparecido

Em sua décima quinta edição, a rave Aurora, que aconteceu nesse fim de semana em um sítio localizado em Camaçari — região metropolitana de Salvador —, teve sua última edição marcada por fatos trágicos.

De acordo com relatos, um jovem participante do evento deu entrada no pronto-socorro após ser picado por uma cobra. No mesmo dia, um outro turista de São Paulo morreu e mais um jovem desapareceu após passar mal e sofrer um surto.

“A gente sente muito pelo que aconteceu, porque a gente produz o evento durante quatro meses. Nós investimos muito para que o evento seja um evento seguro para todo mundo que está lá dentro, do começo ao fim do evento. Pensamos nos detalhes. A festa está legalizada como ela foi legalizada desde o começo. De onze anos atrás até hoje, todos os nossos eventos tiveram o alvará de liberação” — disse o produtor Danilo Nazca, ao G1.

Realizada desde 2006, a Aurora acontece todos os anos na região metropolitana de Salvador e está entre as raves mais famosas do país. De acordo com os seus organizadores, que lamentam o ocorrido, o evento estava legalizado e forneceu todo suporte às vítimas.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS