Connect with us

Review Ressonancia: Brasilidades, vertentes do techno e a volta de uma lenda ao Brasil

Vinicius Paschoal

Publicado há

Em sua segunda edição, a festa underground Ressonancia contou com o lendário produtor francês Sébastien Léger e grandes artistas em destaque na cena nacional.

Produzida pela agência Laud, em São Paulo, a festa Ressonancia reuniu um grande público no último sábado (29), no conhecido e descolado espaço Nos Trilhos, situado no bairro da Mooca. O grande nome desta edição foi o francês Sébastien Léger, além de DJs e produtores de peso como Ariel Merisio, Mumbaata, Zopelar e Guss.

Um dos grandes diferenciais desta edição foi a “pistinha” exclusiva para projetos com apresentações no formato live criando uma experiência sonora intensa numa atmosfera mais intimista, que na minha opinião funcionou muito bem. O palco principal estava muito bem estruturado com uma iluminação que fez toda a diferença nos momentos mais especiais. O sound system foi da empresa alemã d&b audiotechnik e representou com uma qualidade sonora absurda.

Cheguei no evento por volta de meia noite e me deparei com uma grande fila na portaria. Isso gerou uma certa insatisfação para algumas pessoas, que estavam reclamando muito. Quem tinha nome na lista precisou enfrentar a grande fila  ainda escutei muita gente questionando sobre os valores e procurando soluções para entrar no evento. Faltou mais atenção ao público e vi muitas pessoas simplesmente desistirem da festa e irem embora.

No entanto, quem entrou na festa se deparou com uma estrutura que fez valer a pena para quem comprou o convite. Logo na entrada, a pista Live convidava os amantes da música eletrônica para iniciarem sua noite com o pé direito. Não tinha interferência de som entre os palcos e o stage principal ficou localizado embaixo do viaduto, numa pista escura, mas que lembrava os festivais de techno bem alternativos.

Fotos por Fernando Sigma

Destaque para o live do duo Mumbaata, formado por Lennox Hortale e Pedro Poyart, que fez uma performance incrível manipulando sintetizadores e bateria eletrônica. Os talentosos cariocas, vencedores do prêmio RMC 2017 de produtor revelação, colocaram a galera para dançar na pistinha com um som pesado e com influências de músicas brasileiras, africanas, pitadas de jazz e estilos clássicos.

O catarinense Ariel Merisio foi o segundo artista do palco principal e foi o responsável por entregar a pista para a atração internacional da noite. Gostei bastante da apresentação do DJ e produtor de Brusque, que transmitiu boas energias no seu melhor estilo tech house.

“O pessoal da Laud tem uma proposta bem diferenciada para festas e minha primeira gig aqui em São Paulo foi na festa Leeds (dos mesmos produtores). O tech house ainda é um estilo de som que está crescendo aqui no Brasil, um som mais quente e mais dançante, mas o techno também está predominando na cena. Foi uma experiência nova fazer um warm up para o Sébastien, pesquisei bastante sobre o estilo dele e foi bem gratificante. Fiquei um pouco ansioso no começo mas depois senti que galera estava junto comigo. Tocar na Ressonancia foi bem intenso e uma sensação muito boa”, comentou Ariel Merisio após a sua apresentação.

Um dos melhores momentos da noite sem dúvidas foi a apresentação de Sébastien Léger. Foi um prazer acompanhar o set de um dos nomes mais consagrados na cena de música eletrônica mundial e a pista reagiu muito bem. Muitos amigos que frequentam festas há muito tempo estavam presentes somente parar ver o “gringo” e acho que ninguém se decepcionou.

“Estou muito cansado após essa apresentação (de quatro horas). Não vinha ao Brasil há dois ou três anos e estou feliz de voltar. O lugar (Nos Trilhos) é bem legal e o público estava bem animado. Eu gosto de tocar estilos diferentes, com grooves e melodias intensas. Não conseguiria tocar techno puro num set tão longo. Essa foi minha única apresentação no Brasil e minha próxima parada é na Argentina, em Buenos Aires”, comentou Sébastien Léger depois de sair muito aplaudido do palco.

Uma das tracks mais marcantes tocada pelo francês de 38 anos foi sua produção “Brainwasher”, um som melódico e que deixou a pista completamente envolvida com a música. Outras tracks interessantes foram “Growler” de Pig&Dan, “Windmaker” de Sebastian Mullaert e “Sandcastles” remix de Martijn Ten Velden e Mark Knight.

O encerramento ficou por conta do residente Guss, um dos proprietários da agência Laud, que já dividiu o palco com grandes atrações internacionais de peso e nos surpreende a cada apresentação. O paulista e também residente da Leeds levantou a pista de uma maneira impressionante, soube conduzir o set com maestria até suas últimas tracks e recebeu muitos aplausos no final da festa – às 7h00 em ponto!

No geral, a Ressonancia proporcionou uma grande experiência para o público presente na noite fria de sábado Nos Trilhos e com toda certeza, fez uma edição mais completa do que a primeira, com boa estrutura, local e line-up.

Na minha opinião, o ponto positivo foi apostar em atrações mais conceituais com DJs e produtores nacionais e reunir os lives numa pista exclusiva. O ponto negativo foi a entrada e bilheteria do evento com uma organização inferior comparada a outros eventos da mesma produtora. Outros destaques positivos foram os bares especiais da Absolut, foodtrucks, loja de óculos escuros e a ótima estrutura de caixas “ambulantes”, bares e banheiros.

Depoimentos:

“Eu achei o line muito bom. O set do Sebastién Léger foi incrível. Fazia tempo que ele não vinha para o Brasil e com essa linha de som progressiva e melódica. As outras atrações também foram impecáveis. Sem palavras. Gostei da organização.  Achei a estrutura de som ótima com um áudio limpo e boa equalização” – Alexandre Allegretti, DJ e produtor.

“A agência Laud está de parabéns. Não esperava um evento tão foda, principalmente em questão de ambientação e iluminação, o jogo de luzes estava surreal. O som, com o line que teve, não tinha como ser ruim. Set impecável do Sébastien Léger, o único que assisti da pista Frequency. Mas o que fez minha noite foi a pista Live, espero que ela venha para ficar! Amo pista ao ar livre e o conjunto das luzes coloridas de dentro dos vagões + as luzes brancas piscantes + a sonzeira que os caras mandaram, me permitiram viajar do começo ao fim da festa. Que noite!” – Ana Clara Amaral, participante do evento.

“Festa incrível. A iluminação estava perfeita, consegui tirar fotos muito boas. O público estava bem diferenciado com bastante gente bonita e uma galera que gosta de som de qualidade. O encerramento do Sébastien Léger foi fantástico e o pessoal ficou até o final para conferir o som dele. A pista Live também foi bem legal com ótimas apresentações” – Fernando Sigma, fotógrafo.

Deixe um comentário

Notícia

SoundCloud passa a oferecer estatísticas em tempo real para usuários

Phouse Staff

Publicado há

Soundcloud tempo real
Com a nova opção, é possível conferir estatísticas mais apuradas sobre as faixas upadas na plataforma

O blog do SoundCloud anunciou nesta semana que agora os usuários podem acompanhar suas estatísticas em tempo real. A medida significa mais conhecimento sobre o público, ferramenta-chave para os artistas, selos e suas equipes profissionais.

Antes era possível visualizar os plays, reposts, likes e comentários até os últimos sete dias, mas agora foi introduzida a opção “Today”, que mostra os dados da meia-noite em diante, e com mais detalhes. É possível conferir de qual país saem seus plays, quem são os perfis que mais lhe escutam, se os plays vieram do site ou das versões mobile, ou até do Facebook, entre outras estatísticas.

Segundo o blog, “os artistas sabem da importância de monitorar a performance de uma faixa, particularmente em momentos-chave como um novo lançamento ou durante uma campanha promocional. A cultura se move rápido e você precisa estar de olho em suas faixas, aproveitando e capitalizando a cada oportunidade”.

+ Dopping virtual: como a compra de plays prejudica o mercado da música

Para acessar a nova opção, basta clicar em seu nome, à direita da barra de menu superior, escolher a opção “Stats” e alterar o período de visualização para “Today”.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o SoundCloud

Deixe um comentário

Continue Lendo

Notícia

Line fechado e expectativa alta: Sunflower Festival rola em fevereiro

Phouse Staff

Publicado há

Armin van Buuren, Bruno Martini, Chemical Surf e ILLUSIONIZE são algumas das atrações do Carnaval eletrônico de Belo Horizonte

Depois de anunciar Armin van Buuren como sua grande atração para 2018, o Sunflower Festival fechou o time com mais sete expoentes brasileiros: Bruno Martini, ILLUSIONIZE, Chemical Surf, KVSH, Joy Corporation, Nato Medrado e o duo Two Birds.

A terceira edição do festival rola no dia 11 de fevereiro, um domingo, a partir das 16h, no Mirante Beagá, em Belo Horizonte. Além do lineup completo, a produção anunciou recentemente um open bar premium, com vodka Ketel One, cerveja Amstel, refrigerante, suco e água.

“Esperamos agora a continuidade do sucesso das últimas edições: 2016 com Hardwell e 2017 com Vintage e Afrojack. A cada ano que passa, o Carnaval de BH fica melhor, e a Sunflower acompanha essa evolução”, declarou o fundador do evento, Otacílio Mesquita. “A expectativa é a melhor possível. Vamos entregar mais uma vez o melhor Carnaval eletrônico do país.”

A playlist preparada pela produção do evento leva músicas dos artistas que compõem o line

O Sunflower Festival foi criado em 2016 pela Box EntretenimentoOTM Produções, de Mesquita, e se inspira no “Verão do Amor”, o embrião do movimento hippie (e que, por sua vez, gerou o conhecido “Segundo Verão do Amor”, que envolveu a explosão do movimento raver no Reino Unido). Para 2018, vem com o tema “Carnaval do Amor”, relembrando toda estética da época.

Atualmente no segundo lote, os ingressos estão disponíveis via Sympla.

LEIA TAMBÉM:

Paris Hilton será atração de clube catarinense neste Carnaval

Cruzeiro que une moda e música eletrônica retorna em 2018 com Vintage Culture

20 artistas do mainstream nacional para ficar de olho em 2018

Deixe um comentário

Continue Lendo

Notícia

Dupla brasileira abandona o peso e se reinventa em projeto pop; conheça o GUDI

Phouse Staff

Publicado há

GUDI
Depois de três anos como Marc Zmile, Daniel Victorino e Marcel Colpani perceberam a necessidade de se reinventar em faceta mais comercial

Os produtores paulistanos Daniel Victorino e Marcel Colpani são parceiros há um bom tempinho. Depois de três anos crescendo como Marc Zmile — que apostava em um som mais pesado, ancorado em estilos como electro housedubstep, trap e hardstyle —, entenderam que os BPMs mais altos e os sons mais rasgados estavam em baixa, e seriam necessárias mudanças.

Assim, a dupla se reinventou, começando do zero com o projeto GUDI, que, como eles mesmos dizem, foca na house comercial. “Hoje transitamos pelo future house e tropical house, e com foco em sons mais comerciais. Temos como principais referências os produtores Don Diablo, Sam Feldt, Jonas Blue, Kungs, Lost Frequencies e Lucas & Steve”, declararam, em contato com a Phouse.

Apesar de o projeto já ter cinco meses de estrada — já se apresentaram em alguns Estados do Brasil, como Recife, Rio Grande do Norte e Belo Horizonte, além de terem sido uma das atrações do Réveillon do Gostoso —, foi na sexta-feira passada que o GUDI fez sua estreia oficial, com o lançamento de “All Your Love”. Lançado pela Sony Music, o single traz a voz de Rhea Raj, cantora americana que se destacou no reality show American Idol, em 2016. Rhea também escreveu a letra da música.

“Com o grande crescimento das day parties e sunset parties, a necessidade por sons relacionados a essa clima aconchegante e a consolidação do tropical house serviram de inspiração para a criação da ‘All Your Love’”, continuam. “A mescla de elementos variados da música eletrônica, com a melodia marcante e uma bassline bem definida, além da inserção do vocal da talentosíssima Rhea Raj, tinha como objetivo formar uma música com clima dançante, tonalidade alegre e vibe única.”

Será que agora, completamente repaginados, os rapazes encontram um novo lugar ao sol? Somente o tempo poderá dizer.

LEIA TAMBÉM:

Com novo single, Claptone anuncia seu segundo álbum de estúdio

Skrillex produz faixa para Camila Cabello

marshmello lança colaboração póstuma com Lil Peep

Assista à coreografia entre o Diplo e a MØ no vídeo para “Get It Right”

Saiba mais sobre DUX, produtor apontado como aposta para 2018 pelo Google Play

Deixe um comentário

Continue Lendo

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse