Réveillon Sundance 2019

Para o público, Sundance 2019 foi o melhor de todos os tempos

Combinação entre lineup, estrutura e natureza garantiu duas noites inesquecíveis na Bahia
* Por Hilda Rodrigues

Uma apoteose de som, luz, alegria e gente bonita marcou o Festival Sundance 2019, a grande festa da virada do Uíki, na praia do Parracho, em Arraial d’Ajuda. A aprovação do público já se desenhava desde quando os ingressos se esgotaram, e chegou a seu ponto alto com a grande noite de Réveillon, em que os fogos, as luzes e os jogos cenográficos invadiram a paisagem natural baiana, anunciando boas energias para o ano que se iniciava.

“Já fui em vários shows do Vintage Culture em São Paulo e outros lugares, mas por conta da beleza do local, da organização da festa e do clima do lugar, esse foi, de longe, o melhor show da minha vida”, disse o administrador de empresas, Marcelo Oliveira, de São Paulo, que comprou os ingressos junto com um grupo de amigos. A aprovação foi unânime ao show do DJ, bem como do restante do lineup, que ainda contou com o aclamado duo Cat Dealers e a energia contagiante de KVSH, Evokings, Salla, Victor Lou, Dashdot e Dubdogz, distribuídos em dois inesquecíveis dias de festa à beira mar.

Foto: Phillipe Guimarães – Bs Fotografia/Divulgação

Em comemoração aos sete anos e 20 festas, o Sundance Festival foi memorável, com cenografia especial, um serviço open bar premium funcionando perfeitamente bem e Vintage repetindo sua apresentação marcante de 2016, quando também subiu ao palco do evento. Otacílio Mesquita e sua crew da OTM Produções comemoram mais um sucesso:

“Sem dúvidas essa foi uma das edições mais marcantes do Sundance para mim, e creio que para o público também. Ter a virada do ano com um lineup 100% nacional e um cenário que pode ser tratado como uma atração à parte… Dançar com os pés na areia, vendo o sol nascendo no mar, é também um grande diferencial, e inclusive deu o nome ao nosso festival — Sundance —, que tem se mostrado mais forte a cada ano”.

Foto: Phillipe Guimarães – Bs Fotografia/Divulgação

Pelos quatro cantos do Uíki, o público acompanhava as músicas e as cantava na ponta da língua. A energia dos DJs, somada ao open bar premium — que incluiu vodka importada, uísque 12 anos, Beefeater Gin e cerveja Corona —, a um espetáculo pirotécnico cinematográfico e à natureza, que se encarregou de dar o toque fundamental, garantiu uma virada de ano extraordinária na terra onde o Brasil começou.

LEIA TAMBÉM:

DJ Snake, CamelPhat, FISHER, Kolombo, Vintage, Alok… Confira a programação de verão do P12

17 rolês de música eletrônica para virar o ano numa boa

Segunda edição do Só Track Boa BH pode ser considerada a melhor de todos os tempos

Sunflower anuncia FISHER, Alan Walker e Vintage Culture para o Carnaval

17 rolês de música eletrônica para virar o ano numa boa

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS