lou lou players rio de janeiro

Rio ME apresenta Loulou Players, Sharam Jey e Léo Janeiro

lou lou players rio de janeiro

No sábado, dia 16 de agosto, acontece a sexta edição da festa Rio ME, também conhecida como Rio Movimento Eletrônico, no MAM (Museu de Arte Moderna). O evento já virou referência em qualidade, público e principalmente música, por movimentar a cena eletrônica carioca, trazendo os mais conceituados DJs da atualidade, enquanto dançarinas profissionais se apresentam, criando um ambiente sensual e uma energia perfeita.

Rio ME surgiu em 2013 e já passou pelo Joá, Leopoldina, Vidigal e Búzios. Agora o MAM volta a ser o espaço escolhido, pela segunda vez. “Além do mais expressivo deep house, apresentado em uma pista de dança única, estamos envolvidos e somos preocupados com o meio ambiente da cidade do Rio de Janeiro. Somos apaixonados pelo Rio e trouxemos ações inovadoras, como a #praiaslimpas, com distribuição de sacolas de plástico para catar o lixo das praias. Fizemos também a campanha #TorcidaRioMe, dando camisas exclusivas para a Copa 2014, para incentivar o torcedor na campanha do Brasil pelo HEXA e com isso divulgar nossa marca”, conta Henrique Marques, um dos sócios do projeto.

Fizemos também a campanha #TorcidaRioMe, dando camisas exclusivas para a Copa 2014, para incentivar o torcedor na campanha do Brasil pelo HEXA e com isso divulgar nossa marca ”, conta Bruno.

Depois de Infinity Ink (Hot Creations) e Amine Edge & Dance (CUFF), dessa vez, o line up continua composto por nomes respeitados do cenário nacional e internacional e segue o melhor da Eletronic Music em suas vertentes mais originais.  O Dj Pedro Piu abre a pista seguido da carioca Nana Torres, a única Dj residente do evento, que recebe o alemão Sharam Jey, o belga Lou Lou Players, o paulista Voldkoder e o carioca Léo Janeiro.

Sobre os DJs:

LEO JANEIRO

Leo Janeiro é carioca e protagonista da cena de música eletrônica de sua cidade.

Influenciado pela Black Music, o DJ se apaixonou com a novidade que a música eletrônica representava na década de 90. No início dos anos 00s, decidiu dedicar-se inteiramente à música e em um curto período de tempo  o artista se tornou um dos principais representantes do Rio de Janeiro, combinando originalidade de uma linguagem universal.

Mesclando seu talento e experiência nas pick-ups, a carreira de Leo logo ultrapassou os limites da cidade e em 2011 e 2012, o DJ recebeu convites para se tornar residente do festival MOB e no Warung Beach Club, garantindo o seu nome entre os top DJs do Brasil. No mesmo período, sua participação foi fundamental na concepção do Rio Músic Conference, bem como na criação de Warung Recordings, gravadora do clube.

Performances em países como Espanha, Portugal, Holanda, Alemanha e Estados Unidos também fazem parte da carreira de sucesso do Dj.


LOULOU PLAYERS

O belga Jérôme Denis aka, Dj e produtor,  é um dos artistas em maior ascensão na atualidade. Ele é um gringo querido no Brasil e traz 15 anos de muito sucesso em sua carreira. Ao lado de Kolombo, fundou a LouLou Records, que ajudou a redefinir o Deep House, tornando-o gênero de desejo também para as massas. Seu set lit é “Girly e Sexy”, o que mistura Funky Music com um pouco de Indie-Nu Disco, Deep House, Tech House ou Techno

O Dj já se apresentou em países como Alemanha, França, Portugal, Suíça e, claro, na Bélgica. Lançou por selos como Snatch!, SK Supreme, King Kong Records e Definitive. Ainda promove as festas Music Please no seu país natal, onde recebe sempre grandes DJs e produtores internacionais.

NANA TORRES

Destaque do Rio de Janeiro, a Dj Nana Torres é residente da festa Rio ME e traz para a pista de dança um toque de personalidade, que a faz ser considerada um dos melhores Djs do Brasil.

De acordo com a Rio Music Conference, Nana foi a Dj revelação de 2012, ganhando o prêmio em 2013, e em seguida partiu para sua primeira turnê pela Europa por cinco países.

 

Trabalhando em estúdios ao lado de Ali Love, Dj Glen, Clique | Clique, Erik Christiansen, Vitor Munhoz e outros, suas faixas são programadas para serem lançadas e prometem manter a mesma qualidade brilhante de seus sets.

PEDRO PIU

O Dj e produtor Pedro Piu leva em sua case toda a bagagem musical adquirida desde os anos 90, com forte influências da black music em geral. Seus sets são facilmente reconhecidos por serem únicos, com pesados grooves aliados, em sua maioria, a vocais marcantes e dançantes, que passe algo de bom para quem ouve. Carioca, criou junto com o Dj Breno Ung a produtora “Rio Cabana”. Sempre acreditando na qualidade do artista ou da marca, Pedro já trabalhou com nomes nacionais e internacionais. Recentemente, foi convidado a integrar o casting de artistas da D.EDGE Agency e é o Dj eh residente das festas: Me Gusta (Fosfobox), Funk the Chic, Breakz e Brazilian Wax, essa última um coletivo q mistura música e arte urbana. Como produtor ao lado do Dj Krishna Gomes, já produziram trilhas para Globo.com e tiveram alguns EPs de música eletrônica lançados com o projeto Brazilian Wax, onde se valoriza batidas quebradas e irreverentes em geral.

 

SHARAM JEY

Dj, produror e dono do selo Bunny Tiger, o alemão Sharam Jey começou no início dos anos 90 e tem como propósito principal levar a música e relacioná-la com o público de maneira energizante.

 

Reconhecido por suas tracks que passeiam tranquilamente pelo house, Sharam Jey se inspira em diversos estilos, bandas e artistas ao longo do tempo, porém  o cenário musical dos anos 80 deixam uma marca particular no DJ.

 

Além dos seus lançamentos, o alemão trabalha em remixes para outros grandes nomes como Moby, Mexerico, Faith No More, Faithless, Diplo e Don Diablo, Mason & Roisin Murphy entre outros. Suas faixas através de sua gravadora “Bunny Tiger”, chegou ao topo do Beatport em 2013, e se espalharam instantaneamente.

 

VOLKODER

O DJ e produtor Marcos Benedetti se formou em arquitetura, mas rendeu-se aos ritmos eletrônicos e vem conquistando espaço no exterior, um de seus singles integra o CD Ibiza 2014.

Produtor desde os 18 anos, o paulista entrou no mercado literalmente pela porta da frente. Aos 23 anos, já produziu para grandes selos como: Kassette Records, Go Deeva, Kitball, Body Music, Monique Musiquee, Avenue e Deported, entre outros.

 

O single ‘Tell Me More’, lancada pelo selo alemão Kittball, alcançou 27 posição de Deep House no Beatport e a faixa ‘Detroit’, lançada pelo selo italiano Go Deeva Records, chegou em 58 e foi executada exaustivamente por Jamie Jones, Lee Foss, Marco Carola e muitos outros artistas consagrados.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PHOUSE MUSIC
SPOTLIGHT