fbpx
Desande

Pra caprichar no passinho: Almanac e Breaking Beattz lançam novas faixas pela HUB Records

Gravadora brasileira lançou "Party" e "Flash" nesta sexta-feira

* Por Thomas Meirelles

Sendo desande nome de gênero ou não, o fato é: a sonoridade que mistura bass house e tech house, que artistas como ILLUSIONIZE, Victor Lou, Visage, Breaking Beattz, Almanac, Mochakk e outros nomes da nova geração estão fazendo, se solidifica cada vez mais dentro do cenário nacional.

A expectativa é que os hits desses projetos tomem conta das pistas eletrônicas a partir do Carnaval, podendo chegar até a massa de pessoas fora do nicho — jovens ecléticos que escutam música eletrônica ocasionalmente.

Dois dos maiores representantes desse movimento, Breaking Beattz e Almanac, lançaram pela HUB Records nesta sexta (24) as faixas “Flash” e “Party”, respectivamente. Duas bombas “desandeiras” que prometem chegar quentes para a festa brasileira, e que devem dar continuidade à boa fase vivida por ambas as duplas.

Breaking Beattz tem chamado atenção das labels gringas e assinou singles recentes como “Cheddar”, em parceria com o Chemical Surf pela STMPD RCRDS, e “Bill Kill”, com o próprio Almanac, pela Spinnin’ Deep. Além disso, teve sua track “LIITA”, com Felix Jaehn, como trilha sonora oficial da franquia de games milionária Need For Speed.

“A ‘Flash’ é o nosso primeiro lançamento de um ano que promete várias bombas! Desde quando começamos a testar ela na pista, a galera se interessou e, inclusive, foi uma das tracks mais comentadas dos nossos podcasts recentes”, comentou um dos membros do duo, Rafael Zocrato, à Phouse.

Já o Almanac desponta como uma das grandes revelações de 2019, e deve ter um crescimento considerável neste ano. O carisma, a espontaneidade e a irreverência que o duo transmite acaba por conectar com a nova geração de jovens que estão consumindo música eletrônica, sendo que alguns fãs já os apelidaram de “reis do sarrinho” — estilo de dança praticado por amantes do gênero.

“Acredito que estamos vivendo a melhor fase do projeto atualmente. O ano de 2020 chegou com tudo e estamos cada vez mais autênticos, tanto na nossa música, quanto na nossa comunicação”, declarou Lester, do Almanac.

Seu parceiro de projeto, Dave, complementou: “A ‘Party’ foi uma das músicas que a gente mais se divertiu fazendo. No processo de produção, procuramos fazer algo com uma espécie de berimbau, pra ver o que sai, e rapidinho terminamos toda a ideia inicial”.

Desande
Rafael Zocrato e Lauro Viotti (Breaking Beattz) e Dave e Lester (Almanac). Foto: Divulgação

Felippe Senne, A&R da HUB Records, também compartilhou com a reportagem sua visão sobre o crescimento do desande: “Uma coisa que aprendi nos últimos anos é que: se há debate, interesse e até mesmo uma pitada de controvérsia em torno de um movimento musical, significa que — naturalmente — existe um potencial muito grande nele”.

“E é exatamente o que está rolando com a sonoridade oriunda do movimento desande. Inclusive enxergo esse som como um novo segmento, que tem um potencial de popularização altíssimo entre fãs de outros gêneros fora da música eletrônica”, explicou.

LEIA TAMBÉM:

SIGA A PHOUSE:
INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS